Pará tem menor frequência no ensino superior da Região Norte, diz IBGE

image_pdfimage_print

Segundo IBGE, presença de mulheres é maior nas universidades do Estado (Arquivo O Liberal)

Apesar de avanço em 2017 em relação a 2016, Estado segue abaixo da média nacional, de 23,2%
A população paraense fechou o ano de 2017 com média de 14,8% frequentando o ensino superior no Estado em 2017, divulgou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). É  a menor taxa da Região Norte.

Apesar do aumento no acesso às universidades no Pará, em comparação  a 2016 (13,2%), os dados mostram que o aumento ainda não enquadrou o Pará dentro na média nacional, que em 2017 foi de 23,2%.

Segundo o IBGE, a taxa das mulheres no ensino superior no Pará em 2017 superou a dos homens: a cada 100 mulheres, 17 frequentavam o ensino superior – valor acima de 2016, que era de 15 mulheres a cada 100.

Estes dados do IBGE comprovam um maior acesso das mulheres ao nível superior em relação aos homens – que em 2017 eram cerca de 12 a cada 100 no ensino universitário no Pará.

A taxa da população de cor preta ou parda aumentou em 2017. A população de cor preta ou parda apresentou 13,3% de pessoas frequentando o ensino superior em 201. Elas eram 11,1% em 2016.

Os brancos continuaram tendo a maior taxa em 2017, com cerca de 9% de diferença em relação ao segundo grupo.
Fonte:ORM /O LIBERAL
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP – JORNAL FOLHA DO PROGRESSO no (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou adeciopiran_12345@hotmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: