Paysandu domina jogadas aéreas, vence São Francisco no Colosso e segue líder

image_pdfimage_print

Vitor Oliveira marcou o segundo do Paysandu no jogo: time bicolor foi forte nas bolas aéreas (Foto: Naum John dos Santos Almeida/Lumion Fotografia)
Resultado mantém Alviceleste na ponta do Grupo A2 e faz Leão Santareno perder oportunidade de sair da zona de rebaixamento. Vinícius Leite, Victor Oliveira e Micael marcam os gols

MUDOU POUCO

A vitória sobre o São Francisco teve uma leve sensação de reprise. Assim como no primeiro turno, o clube santareno começou pressionando, mas o Paysandu controlou o jogo e venceu com certa tranquilidade. A diferença do primeiro encontro está no local – o duelo, desta vez, foi no Colosso do Tapajós, não na Curuzu – e no placar, já que o Leão Mocorongo não balançou as redes. A noite também teve outra particularidade: todos os gols iniciaram com jogadas aéreas. Vinícius Leite, Victor Oliveira e Micael marcaram para o Papão, que segue líder e invencível no estadual.
Vitor Oliveira marcou o segundo do Paysandu no jogo: time bicolor foi forte nas bolas aéreas

POSIÇÕES MANTIDAS

O Paysandu chega a 17 pontos e permanece isolado na liderança do Grupo A2. O Independente Tucuruí, que venceu o Castanhal mais cedo neste domingo, vem logo atrás, com 16. O São Francisco tem somente 4 pontos e perde a oportunidade de deixar a zona de rebaixamento do Grupo A1. O Japiim da Estrada continua à frente, com 6.
PRÓXIMOS COMPROMISSOS

O São Francisco volta a campo no próximo sábado, dia 16, quando fará o clássico santareno contra o Tapajós. O jogo será novamente no Colosso, porém com mando de campo do Boto. O Paysandu só joga no dia seguinte, domingo. Ele irá receber o Castanhal na Curuzu, em Belém, às 10h da manhã.
PRIMEIRO TEMPO

O São Francisco começou a partida com cara de que daria muito trabalho ao Paysandu. Pressionava a saída de bola dos bicolores e arriscava chutes de fora da área. Os tiros de Alexandre, aos 2 e aos 6, chegaram a assustar o goleiro Mota, mesmo sem acertar o alvo. Mas a reação do Leão Santareno durou pouco. Em um cochilo da zaga azulina aos 15, Nicolas cabeceou com força e Labilá fez grande defesa, só que o rebote caiu nos pés de Vinícius Leite. O atacante alviceleste só empurrou para dentro.
Vinícius Leite comemora seu primeiro gol pelo Paysandu

Pouco tempo depois, aos 23, o Papão ampliou a vantagem com Victor Oliveira. O zagueiro subiu sozinho na área após cobrança de escanteio e só escorou de cabeça: 2 a 0. O placar favorável fez o Paysandu reduzir o ritmo cedo e administrar a partida. Abalado, o clube mandante passou a atacar de maneira desorganizada e cedeu boas oportunidades de contra-ataque para os visitantes, mas faltou ao Bicola caprichar no último passe para chegar ao terceiro gol.
SEGUNDO TEMPO

Precisando correr atrás pelo menos do empate, Júnior Amorim fez duas mudanças, logo no intervalo, para deixar o São Francisco mais ofensivo. O técnico mexeu no desenho do meio-campo e colocou mais um atacante, Jefferson Monte Alegre. O time passou a ter mais posse de bola, mas era lento na troca de passes, o que dificultava a chegada da área bicolor. Quando tentava pelo alto, perdia na estatura para a zaga bicolor, formada por Micael e Victor Oliveira – ambos têm 1,90m.
São Francisco melhorou no segundo tempo, mas pouco perigo levou ao gol adversário

Menos interessado no jogo, o Paysandu só voltou a levar perigo a Labilá aos 21, com um chute de Nicolas da entrada da área. O goleiro santareno espalmou para fora, em lance plástico. Quatro minutos depois o Leão respondeu em cobrança de falta. Alexandre levantou na área com perigo, Nicolas raspou de cabeça e quase fez contra, mas ela passou tirando tinta da trave. O Alviceleste, então, definiu a vitória aos 33, novamente em jogada aérea. Leandro Lima cobrou escanteio e Micael desviou no primeiro pau: 3 a 0. Dois minutos depois Elielton quase tornou o jogo em goleada. Driblou Labilá e tentou finalizar, mas foi travado pela zaga mocoronga.

Por:Redação integrada/Caio Oliveira

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP – JORNAL FOLHA DO PROGRESSO no (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou adeciopiran_12345@hotmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: