Petroleiros protestam por melhoria em segurança após mortes

image_pdfimage_print

Grupo se reuniu antes do embarque no Aeroporto de Vitória. Sindicato dos Petroleiros também quer mais segurança no trabalho

Os petroleiros capixabas fizeram mais um protesto, no Aeroporto de Vitória, antes de embarcar para as plataformas na manhã desta sexta-feira (20). Essa foi a segunda manifestação da categoria após a explosão no navio-plataforma. O Sindicato dos Petroleiros quer mais segurança no trabalho e transparência na divulgação das causas do acidente ocorrida no dia 11 de fevereiro. A BW Offshore e a Petrobras foram procuradas pelo G1, mas até o fechamento da reportagem ainda não haviam se manifestado.

buy viagra online – online pharmacy. lowest price. high quality. online support 24/7. free shippng. worldwide delivery.

Os manifestantes são trabalhadores da plataforma P58, que fica no Campo de Jubarte, em Anchieta, e também os da plataforma Cidade de Vitória, a mais próxima da plataforma Cidade de São Mateus, onde aconteceu a explosão.

O navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus é operado pela BW Offshore e afretado pela Petrobras. Segundo a ANP, 74 pessoas estavam no navio-plataforma no momento do acidente, na última quarta-feira (11). Seis pessoas foram encontradas mortas, 26 ficaram feridas e foram levadas para hospitais. Um vídeo mostra o interior do navio após a explosão. Três permanecem desaparecidas. Quatro funcionários permanecem internados recebendo atendimento em hospitais . O estado de saúde dos pacientes é estável.

Protesto

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) disse que a explosão na plataforma Cidade de São Mateus poderia ter sido evitada se a empresa BW Offshore tivesse dado atenção a um vazamento de gás que aconteceu em 2013.

O diretor de comunicação da FUP, José de Oliveira, disse que um funcionário que ficou ferido na semana passada já tinha se machucado. “Esse mesmo trabalhador que se feriu em dezembro 2013 também está envolvido na ocorrência deste ano. É importante que a Petrobras, com a BW e órgão competentes na investigação sejam o mais transparentes possível. É muita irresponsabilidade culpar as pessoas”, desabafou Oliveira.

Caixa Preta

Com base no relatório da Comissão de Crise da Petrobras, o Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro-ES) disse, nesta quinta-feira (19), que as informações cruciais que vão ajudar a entender as causas da explosão no navio-plataforma Cidade de São Mateus deverão começar a ser esclarecidas a partir de segunda-feira (23) com abertura de uma ‘caixa preta’ da plataforma.

O sindicato disse que o equipamento será aberto em Macaé, no Rio de Janeiro. O Sindipetro explicou que esse equipamento, assim como em aviões, traz dados decisivos para análise do acidente, como relatórios e arquivos com informações de eventos e registros da plataforma.

zoloft generic gluten free cost of zoloft generic zoloft reviews

A análise das informações deverá ser feita por autoridades, mas, segundo o sindicato, a Petrobras irá auxiliar. O prazo para avaliação não foi informado. A BW Offshore e a Petrobras foram procuradas pelo G1 para fala dessa ‘caixa preta’, mas até o fechamento da reportagem ainda não haviam se manifestado.

buy amoxil online, can amoxicillin treat bv in 3 days, can you use amoxicillin to treat std.

Mergulho

As roupas adequadas para mergulho interno em água contaminada vieram da Holanda e chegaram nesta quinta-feira (19), em Vitória. Uma equipe de mergulho da Aquamar, empresa especializada nesse tipo de serviço, também deve auxiliar o serviço.

Outra informação da Comissão de Crise é de que foram enviadas amostras de água das salas de bombas e máquinas para laboratórios em Santos (SP) e em Vitória, para análise das condições de segurança dos mergulhadores. O resultado deve sair hoje ao meio-dia.

Também está previsto para esta sexta-feira (20) o embarque de oficiais da Marinha para vistoriar o Navio-Sonda NS-15, que está em operação em uma região próxima ao local do acidente. O objetivo é avaliar a unidade para checar se ela poderá ser usada como alojamento para equipes envolvidas no processo.

Irregularidades

Representantes da BW Offshore e da Petrobras se reuniram ontem no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-ES), que acusava a empresa norueguesa de atuar de forma irregular no estado.

No encontro, o presidente da entidade, Helder Carnielli, informou que serão emitidos autos de infração contra a empresa e a PPB do Brasil Serviços Marítimos, que pertence ao grupo. A norueguesa será multada pela falta de registro na entidade. O valor ainda não foi definido. De acordo com as empresas, todas as questões pendentes foram sanadas.

Busca pelos desaparecidos

orders! great service, fast delivery, security process order. cheap valtrex …

A empresa frisou que todo trabalho que envolve a busca dos desaparecidos na plataforma é meticuloso, e realizado dentro de estritas normas de segurança. Disse ainda que tem uma equipe de resgate e mergulhadores profissionais para fazer as buscas pelos três desaparecidos.

O governo do Espírito Santo já informou, anteriormente, que uma equipe do Corpo de Bombeiros está de prontidão para retomar o trabalho de resgate no navio-plataforma. O acionamento ainda não foi feito por parte da empresa responsável. A BW disse que matém contato direto com o governo e que quando for necessário a equipe será acionada.

Segundo a BW Offshore, o FPSO Cidade de São Mateus está estável e sem entrada de água do mar. O casco do navio permanece íntegro. Para garantir a estabilidade do navio, a empresa iniciou um processo de mergulho para instalação de tampas nas caixas de mar que foram concluídas nesta quinta-feira.

Polícia Federal

Um inquérito foi instaurado pela Polícia Federal para apurar os fatos que envolvem a explosão. Conforme divulgado pela PF na sexta-feira (13), o prazo inicial para a conclusão do inquérito é de 30 dias. Serão investigados os crimes de homicídio ou incêndio qualificado. Três dias após o acidente, quatro pessoas continuam desaparecidas. A assessoria da Polícia Federal também informou que uma equipe fará uma inspeção no navio-plataforma assim que as buscas terminarem e a embarcação for liberada.

dec 20, 2014 – estrace 1mg – top offers *** *** buy estrace online – click here *** donde comprar estrace internet bristol-myers wins menopause drug 

Fonte: ORMNews.

Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-981171217 / (093) 984046835 (Claro) Fixo: 9335281839 *e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: