Polícia Federal prende associação criminosa responsável por realizar fraudes no INSS no interior do PA

image_pdfimage_print

PF cumpre mandados de busca e apreensão e de prisão temporária durante operação — Foto: Reprodução/Polícia Federal

As investigações concluem que o prejuízo gerado aos cofres públicos federais é superior a R$ 100.000,00.

A Polícia Federal realiza na manhã desta sexta-feira (9) a operação “Improbitis”, que tem como objetivo de desarticular associação criminosa responsável pelo cometimento de fraudes em desfavor do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) no interior do Pará. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária expedidos pela Vara Federal de Marabá e Parauapebas, no sudeste do estado. As investigações concluem que o prejuízo gerado aos cofres públicos federais é superior a R$ 100.000,00.

De acordo com a PF, a associação criminosa atuava por meio de servidor público que no uso de seus acessos funcionais, reativava benefícios suspensos e transferia os valores para outras Agências da Previdência Social.

Os investigados irão responder pelos crimes de peculato eletrônico, com pena de até 12 anos de reclusão, associação criminosa, com pena de até três anos de reclusão e estelionato majorado, com pena de até cinco anos de reclusão aumentada de um terço. Além dos detidos, outras pessoas estão sob investigação por integrar a associação criminosa.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: