PRF apreende cinco toneladas de camarão sem documentação em Ipixuna do Pará

image_pdfimage_print

Material estava mal armazenado em um semi-reboque. Segundo a Adepará, a mercadoria estava imprópria para o consumo humano. – (Foto:Reprodução)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu no último final de semana mais de cinco toneladas de camarão em Ipixuna do Pará, no nordeste do estado. Segundo a PRF, o material estava mal armazenado e não possuía nota fiscal. O material apreendido será inutilizado.

De acordo com a PRF, o produto estava embalado em caixas dentro de um semi-reboque, atrelado a um carro. Segundo os policiais, o material foi descoberto devido ao forte cheiro de camarão no veículo.

No carro, os policiais encontraram mais de 260 caixas com o produto. Todas estavam cobertas apenas por uma lona, em temperatura ambiente. Algumas embalagens estavam molhadas, indicando que o produto pode ter sido embalado ainda congelado.

Em depoimento, o motorista do veículo disse que vinha do estado do Piauí e entraria em contato com uma pessoa de Benevides para fazer a entrega. No entanto, não havia documento que comprovasse a procedência da carga e que autorizasse o transporte do camarão. O motorista foi encaminhado para a delegacia de Ipixuna e deve responder por transporte de mercadoria sem nota fiscal.

A carga foi levada para a Agência de Defesa Agropecuária (Adepará). A mercadoria estava imprópria para o consumo humano.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: