Procon registra alta de atendimentos em 2016

image_pdfimage_print

Levantamento mostra que foram registradas 35 mil ocorrências

A Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PA) da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), divulgou um levantamento que contabilizou os números dos atendimentos realizados aos consumidores paraenses durante todo o ano de 2016. Segundo o balanço, foi constatado que a população procurou mais os serviços do Procon-PA em comparação a 2015.

A análise mostrou que foram realizados aproximadamente 20 mil atendimentos diretos na sede da instituição. Levando em conta as ações da equipe de fiscalização do órgão nos 101 municípios paraenses visitados em 2016 e os atendimentos de retorno, esse número sobe para cerca de 35 mil, superando o de 2015, quando foram registrados cerca de 30 mil atendimentos.

A Diretoria também divulgou os três assuntos mais frequentes trazidos pela população. Com 43%, a questão da “energia elétrica” foi o assunto mais procurado pelos consumidores. Em seguida, estão telefonia, com 21% dos atendimentos, e serviços financeiros, com 11%.

Sobre esses três assuntos, o Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), sistema informacional que atende o Procon-PA, mostrou que os problemas mais demandados foram cobrança indevida/abusiva, dúvidas sobre cobrança, descumprimento de prazo e contrato.

Para o diretor do Procon-PA, Moysés Bendahan, o aumento nos atendimentos em relação ao ano de 2015 representa um crescimento do órgão. “O crescimento da procura dos consumidores pelo Procon-PA mostra que a população está mais consciente sobre seus direitos como consumidor e que a confiança e credibilidade da instituição continua crescendo”, disse.

Moysés ainda destaca a rapidez com que o Procon-PA buscou resolver os problemas dos consumidores. “Esse aumento na busca de atendimento no Procon, em 2016, comprova que os consumidores estão satisfeitos com o tempo de resposta que nós oferecemos para a resolução dos seus problemas. E isso só tem a melhorar com o novo prédio do órgão, que contará com uma melhor estrutura física e de maquinário, com novos computares, fazendo com que o tempo de espera no atendimento diminua ainda mais”, informa o diretor da instituição.

Para realizar um atendimento no Procon/PA, é necessária a apresentação dos seguintes documentos: CPF (original), RG (original), comprovante de residência (original) e a documentação pertinente a reclamação, como número de protocolo, contrato ou cupom fiscal. O atendimento no Prédio-sede do órgão, localizado na travessa Lomas Valentinas, 1150, ocorre de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 14h. Já nos demais municípios do Pará, o horário de atendimento pode variar.

Fonte: O Liberal.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: