Professora é morta e tem suicídio forjado; noivo está preso

image_pdfimage_print

Familiares relatam que Larissa era constantemente agredida (Foto:Reprodução / Redes sociais)

Laudo aponta perfuração no corpo da vítima que não poderia ter sido autoprovocada

A professora Larissa Quintino, de 30 anos, foi encontrada morta dentro da casa em que morava, em Formosa (GO). O noivo dela, que não teve o nome divulgado, foi preso e é apontado como principal suspeito do feminicídio.

Segundo a Polícia Civil (PC), o assassino de Larissa tentou forjar o suicídio da vítima, para confundir a polícia. Mas familiares da vítima relataram que a mulher era constantemente agredida pelo companheiro.

O próprio noivo, para dar verossimilhança à sua narrativa, segundo a polícia, acionou uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), dizendo que a noiva havia cometido suicídio.

Já ao chegar no local, as equipes perceberam que a cena havia sido alterada, indicando assassinato.

De acordo com a PC, o suspeito tentou fugir logo após a chegada do socorro. A Polícia Militar (PM) o encontrou momentos depois.

O noivo estava com as roupas e mãos sujas de sangue. Questionado, o suspeito se disse inocente, que apenas havia discutido com Larissa e que, por isso, ele se suicidou.

A necropsia revelou que a vítima recebeu um disparo a curta distância, segundo a polícia. A perfuração, apontou o exame, não sustenta a tese de suicídio, mas sim de homicídio.

A vítima deixa uma filha.

Os familiares da professora Larissa relataram à polícia que o suspeito é violento e que agredia a companheira constantemente. Segundo esses relatos, a arma utilizada no crime pertence ao suspeito.

Por:Redação Integrada com informações do Mais Goiás

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: