Santos é prejudicado pela arbitragem e sofre virada do Novorizontino

image_pdfimage_print

O Santos foi prejudicado pela arbitragem e empatou com o Novorizontino em 2 a 2 neste domingo, na Arena Corinthians, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

Depois de abrir 2 a 0 com boa atuação, o Peixe teve Fernando Uribe expulso no começo do segundo tempo. O colombiano chegou forte no lance, por cima da bola, mas mal encostou no adversário. Era a chance do centroavante se firmar no elenco.

O Novorizontino diminuiu com Cléo e logo depois teve pênalti mal marcado pela arbitragem – o árbitro Vinicius Furlan viu mão, mas a bola bateu na barriga de Diego Pituca. Guiherme Queiroz converteu.

O Santos sentiu demais a expulsão, não se encontrou em campo e ainda sofreu a virada. Batista cabeceou entre os zagueiros Lucas Veríssimo e Luan Peres, a bola bateu no travessão, nas costas de Vladimir e entrou. 3 a 2 para o Novorizontino.

O Peixe enfrentará a Ponte Preta nas quartas de final do Paulistão. O Novorizontino não tinha mais chance de classificação.

O Santos dominou o primeiro tempo desde o minuto inicial. Com Jobson, a equipe melhorou a saída de bola e adiantou as linhas de marcação.

O Novorizontino, recuado, não ofereceu perigo a Vladimir. O Peixe, em compensação, fez 1 a 0 e poderia ter feito pelo menos mais dois.

Marinho abriu o placar, aos 16 minutos, em bonito chute de fora da área. Jobson e Uribe ficaram perto de ampliar antes do apito do árbitro.

O Santos não demorou a ampliar. Em contra-ataque perfeito, Soteldo clareou o lance, Uribe acionou Jean Mota e o meia rolou para Marinho empurrar ao gol vazio e marcar o segundo do Peixe e segundo dele na partida, aos dois minutos.

No minuto 6, porém, veio a ducha de água fria. Uribe entrou por cima e recebeu o cartão vermelho direto. É a terceira partida consecutiva com expulsão no Alvinegro: Jobson, Sánchez e agora Uribe na Arena Corinthians.

A expulsão mudou a partida. Aos 12 minutos, Cléo Silva recebeu livre pela direita e diminuiu. No minuto 17, o árbitro Vinicius Furlan marcou pênalti inexistente de Diego Pituca – a bola bateu na barriga. Guilherme Queiroz converteu e empatou.

O Santos não conseguiu se organizar, as alterações do técnico Jesualdo Ferreira não surtiram efeito e a virada veio. Aos 36, Batista cabeceou entre os zagueiros Lucas Veríssimo e Luan Peres, a bola bateu no travessão, nas costas de Vladimir e entrou. 3 a 2 para o Novorizontino.

Por:Gazeta Esportiva (foto:assessoria)
26/07/2020 17:08

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com e/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: