Santos sofre novamente com o VAR e empata com o Vasco na Vila

image_pdfimage_print

O Santos empatou em 2 a 2 com o Vasco na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Peixe foram de Lucas Veríssimo e Marinho. O Cruzmaltino empatou com Fellipe Bastos e Cano.

O Alvinegro sofreu novamente com o VAR – contra o Flamengo, dois gols foram anulados. O gol de Fellipe Bastos foi invalidado corretamente por impedimento. A consulta ao vídeo fez o lance ser validado após cinco minutos.

No segundo tempo, os visitantes empataram com pênalti convertido por Cano. O juiz não havia marcado a penalidade. Ao olhar a tela, apontou toque no braço de Alison – a bola bateu antes na cabeça do volante.

Com mais um tropeço em casa, o Santos vai para a 11ª colocação, com oito pontos. O Vasco é o terceiro, com 11 somados na tabela.

O Peixe voltará a campo para enfrentar o Ceará, sábado, no Castelão. O Vasco receberá Athletico no domingo, em São Januário.

O Vasco criou a primeira chance do jogo. E com menos de um minuto! Felipe Jonatan errou na saída de bola, Cano invadiu a área e acertou o travessão.

O Santos só teve uma oportunidade de gol quando abriu o placar. Soteldo recebeu uma sobra de escanteio, entortou a marcação e cruzou na cabeça de Lucas Veríssimo aos 20 minutos. 1 a 0.

O jogo estava truncado e com pouco espaço nas defesas. Até que o Cruzmaltino aproveitou bem a bola parada. Fellipe Bastos recebeu no segundo pau e marcou. A princípio, a arbitragem marcou impedimento. Cinco minutos depois, o VAR confirmou o empate dos visitantes.

Soteldo domina bola na entrada da área, pelo lado esquerdo, e dança na frente do marcador. Vai para lá, vem para cá e cruza na área. Lucas Veríssimo cabeceia muito bem e abre o placar.

Defesa do Santos erra a saída e deixa Cano em boas condições. Centroavante do Vasco acerta o travessão do gol defendido por João Paulo.

O Santos voltou para a etapa final com Luan Peres na vaga de Jobson. Cuca “corrigiu” a escalação após entrar com Alison como zagueiro.

O Peixe teve um início melhor. Aos dois minutos, Pará bateu de fora da área com perigo. No minuto 4, Soteldo cobrou falta e Fernando Miguel fez boa defesa.

Aos 13 minutos, o Santos desempatou. Marinho cobrou falta com perfeição. O goleiro Fernando Miguel nem se mexeu. 2 a 1 na Vila.

Quando o placar marcava 22, Alison afastou cobrança de escanteio com toque na braço (antes ele tocou com a cabeça). Após nova consulta no VAR, a arbitragem marcou pênalti. Cano converteu aos 17. 2 a 2.

Pilhado com os gols sofridos e bem marcado, o Santos não criou nenhuma chance clara até o apito final. O Vasco administrou o empate e quase virou no fim, com Carlinhos.

Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Ivan Storti/assessoria)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: