Suspeito de assalto morre após ser baleado por comerciante em Ourilândia do Norte

image_pdfimage_print

Homem foi socorrido e levado para hospital de Redenção, onde morreu por causa do ferimento – (Foto:Reprodução)

Na tarde desta terça-feira (03), Dileno Mendes Brito, de 21 anos, foi baleado em um suposto assalto em Ourilândia do Norte, sudeste paraense. O jovem, na companhia de um comparsa, teria invadido um mercadinho no Setor Independência. O dono do estabelecimento reagiu ao assalto e acabou disparando contra a cabeça de Dileno. Socorrido e levado para um hospital em Redenção, o jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no começo da noite.

Segundo informações da Superintendência de Polícia Civil do Alto Xingu, o caso foi por volta das 16h. Dois homens, armados com uma faca e uma arma de fogo, invadiram o mercadinho e anunciaram o assalto. De acordo com as primeiras informações colhidas pela polícia, o dono do estabelecimento entrou em luta com um deles e conseguiu arrancar a arma de fogo das mãos do criminoso. Em seguida, ele atirou em Dileno, que caiu no chão, inconsciente, após correr alguns metros. O dono do mercadinho, bem como o comparsa do suposto assaltante, fugiram do local.

Após ser ferido, Dileno foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e levado ao Hospital Municipal de Ourilândia. Contudo, devido à gravidade dos ferimentos, ele teve que ser transferido para o Hospital Regional Público do Araguaia, em Redenção, onde veio à óbito. Natural de Araguaína, no Tocantins, Dileno foi ferido na região da cabeça.

As polícias Militar e Civil agora se concentram em encontrar o comerciante que baleou Dileno. Segundo o delegado José Carlos Rodrigues, superintendente regional, o autor dos tiros foi identificado apenas como Rildo ou “Maranhão”, e seu advogado entrou em contato com a polícia para dizer que ele iria se apresentar espontaneamente. O homem já teria sido assaltado outras três vezes e ontem, resolveu reagir. Até a tarde desta quarta-feira (4), contudo, ele ainda não tinha comparecido à Delegacia de Ourilândia do Norte.

Por:Redação Integrada

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: