Suspeito de matar casal e esquartejar outro homem no intervalo de 3 dias é preso em MT

image_pdfimage_print

Corpo de Edvaldo Nascimento Ribeiro foi encontrado às margens do rio, em Cáceres (MT) — Foto: Polícia Civil – MT

Adjair Luiz Ferreira, de 47 anos, conhecido como ‘Deja’, é autor confesso dos homicídios, segundo a Polícia Civil. Ele disse que conhecia todas as vítimas e que usavam drogas juntos.

Um homem suspeito de esquartejar Edvaldo Nascimento Ribeiro, de 43 anos, e matar o casal Flávio Oliveira da Silva, 29 anos, e Sueli de Almeida Costa, de 24 anos, em um intervalo de três dias, em novembro de 2019, foi preso na quarta-feira (4), em Cáceres, a 220 km de Cuiabá.

Adjair Luiz Ferreira, de 47 anos, conhecido como ‘Deja’, é autor confesso dos homicídios, segundo a Polícia Civil. Ele foi preso em casa, na Avenida São Luis, próximo ao antigo ‘Ferro Velho do Ferreira’.

O delegado Wilson Souza Santos disse que, apesar de quase um ano após os crimes, as investigações nunca pararam e durante inúmeras diligências e ouvindo várias pessoas, chegaram até o autor dos crimes.

“Durante o interrogatório, o suspeito disse que é usuário de drogas e que conhecia as três vítimas e que usavam drogas juntos. Ele também disse que mantinha relações sexuais com Sueli mediante pagamento, com o conhecimento de Flávio”, contou.

 

mortes2Casal foi achado morto pela polícia com marcas de tiros em casa abandonada durante outra investigação em Cáceres — Foto: Polícia Civil de Cáceres

Segundo o delegado, o suspeito também revelou que no dia 9 de novembro do ano passado, as três vítimas teriam feito uma ‘armadilha’ contra ele.

“Ele disse que enquanto matinha relação sexual, Edvaldo e Flávio teriam entrado na residência dele e furtado vários objetos. Ao descobrir a armação, foi até onde Edvaldo dormia e localizou um dos objetos furtados e, logo depois, ele tramou contra Edvaldo”, explicou.

Edvaldo foi morto na casa de Adjair com um golpe de machadinho na cabeça.

Ainda durante o depoimento, o suspeito contou ao delegado que, além da armadilha em que o casal teria participado contra ele, Flávio também teria o ameaçado.

“Ele foi até a casa do casal, aproveitou que eles estavam dormindo e deferiu golpes de machadinho no rosto dos dois”, disse.

Crimes

O casal Flávio e Sueli foi encontrado morto dentro de uma casa abandonada em Cáceres, no dia 11 de novembro de 2019. O local, de acordo com os policiais, é usado por usuários de droga.

Os investigadores suspeitam que as vítimas foram assassinadas na madrugada. A polícia tentava localizar a irmã de Flávio, que é testemunha em uma investigação na delegacia, quando encontrou os corpos.

Já o corpo de Edvaldo foi localizado no dia 14 de novembro de 2019 às margens de um rio em Cáceres. Segundo a polícia, a vítima estava com as pernas amputadas e largadas ao lado corpo, a cabeça estava enrolada em um saco plástico e no pescoço havia um pedaço de barbante.

Por Alexia Schumacker, Centro América FM

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: