Atlético-MG leva 3 do Unión Santa Fé e se complica na Copa Sul-Americana

O Atlético-MG perdeu de 3 a 0 para o Unión Santa Fé, da Argentina, na noite desta quinta-feira, no estádio Estádio 15 de Abril, pela primeira fase da Copa Sul-Americana e se complicou na competição continental.

Na partida de volta, marcada para o próximo dia 20, no Mineirão, o Galo vai precisar fazer o mesmo placar para levar a disputa para as penalidades ou vencer por quatro gols de diferença.

Agora, o time de Rafael Dudamel vira a chave e volta a focar no Campeonato Mineiro. No próximo domingo, o Atlético enfrenta a URT, fora de casa, pela 5ª rodada do estadual.

O jogo- A partida começou desastrosa para o Galo. O Atlético entrou desligado e levou um gol aos três minutos. Walter Bou foi lançado, teve tempo de dominar, girar em cima do zagueiro Gabriel e finalizar sem chances de defesa.  Depois de sofrer por mais 35 minutos, os mineiros conseguiram dar a primeira finalização apenas aos 40. Hyoran levou bola na área e, na sobra, Jair pegou bonito, forçando boa defesa de Moyano.

Quem não faz, toma. A situação atleticana piorou aos 43, quando Cabrera fez 2 a 0. Em mais uma falha de marcação, Bou lançou o meio-campista. Com muita liberdade, o camisa sete avançou, entrou na área e mandou uma bomba, mais uma vez sem que Michael pudesse fazer algo. Apesar dos dois gols, o arqueiro brasileiro fazia boa partida e era o principal responsável pela vantagem não ser ainda mais elástica.

O início da segunda etapa foi bastante parecido com o da inicial. Aos seis, em mais um lançamento de longe, o Unión Santa Fé fez o terceiro. Carabajal recebeu bola enfiada dentro da área, conseguiu o domínio, ajeitou o corpo e tocou na saída de Michael.

Muito desesperado e cometendo uma série de erros defensivos, o Atlético Mineiro não conseguiu levar perigo ao gol de Moyano. A melhor chance foi aos 46, na batida de pênalti de Allan. O meio-campista desperdiçou a cobrança, batendo em cima do arqueiro argentino. O mesmo, acabou sendo expulso no último lance do jogo, pelo segundo cartão amarelo.

Apenas uma goleada de pelo menos quatro gols classifica a equipe brasileira.

Fonte: Gazeta Esportiva (foto: Bruno Cantini/assessoria/arquivo)
06/02/2020 22:47
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/atencao-estudante-confira-o-cronograma-do-prouni-2020/

 




Inter vira, vence Atlético-MG e passa Corinthians na despedida do Brasileiro

Na despedida do Campeonato Brasileiro, o Internacional recebeu o Atlético-MG no Beira-Rio e venceu, de virada, por 2 a 1. O resultado, que veio apenas nos acréscimos, serviu para o Colorado ultrapassar o Corinthians e assumir a 7ª colocação da tabela.

Com o resultado, o Colorado atingiu 57 pontos, contra 56 dos paulistas. Além da classificação para a Pré-Libertadores, já garantida, a vitória rendeu R$ 1,7 milhão a mais em premiação. Já o time mineiro, ficou com 48 pontos e terminou o Brasileirão no 13º lugar, ficando com uma das vagas para a Copa Sul-Americana.

Após levar gol de Otero, aos cinco minutos de jogo, os mandantes viraram na segunda etapa, com tentos de Guerrero e Cuesta, o último já nos 52 minutos.

O jogo
O Atlético-MG abriu o placar na primeira boa oportunidade do jogo. Logo aos cinco minutos, Maicon recuperou a bola e deixou com Di Santo, o argentino protegeu e encontrou Otero dentro da área. O meia dominou, fintou o marcador e bateu com frieza para tirar de Marcelo Lomba. 1 a 0 Galo.

O Inter seguiu no campo de ataque na segunda etapa e teve boa chance de empatar com Guerrero. Aos 13 minutos, Cuesta pegou rebote de cobrança de escanteio e cruzou mais uma vez para a área, o zagueiro encontrou o camisa 9 que cabeceou para boa defesa de Victor no contra-pé.

O empate veio aos 36 minutos, nos pés do peruano. Nonato bateu da entrada da área, a bola desviou na defesa e sobrou para Guerrero. O atacante bateu firme para furar as redes. Após o lance, o VAR demorou cerca de quatro minutos para validar o lance após suspeita de impedimento. 1 a 1.

Ainda em busca da 7ª colocação, o Colorado buscou a virada no estouro dos acréscimos, aos 52 minutos. Em falta lateral, D’Alessandro foi para a cobrança e encontrou Cuesta livre no meio da área, o zagueiro só precisou dar um leve desvio para bater Victor e alterar o placar. 2 a 1 e virada gaúcha.

Gazeta Esportiva (fotRicardo Duarte/assessoria)08/12/2019 18:04

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mensalidades-escolares-mais-que-dobraram-em-10-anos-segundo-procon/

 




Em jogo movimentado, Corinthians perde para o Atlético-MG no Independência

Na noite deste domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians visitou o Atlético-MG no Independência e acabou derrotado por 2 a 1. Em jogo com boas chances para os dois lados, a “lei do ex” castigou o Timão com o gol de pênalti de Fábio Santos, que decretou o resultado.

Com a derrota, o Corinthians perdeu a chance de garantir a classificação para a Libertadores. A equipe está na oitava colocação com 53 pontos, a quatro de vantagem sobre o Fortaleza, nono colocado. Já o Atlético vai para 45 pontos, na 14ª colocação, e se salva matematicamente do rebaixamento.

O Corinthians tem mais um confronto fora de casa na próxima rodada. Os comandados de Dyego Coelho voltam a campo nesta quarta-feira, às 19h30, em visita ao Ceará no Castelão. No mesmo horário, o Galo joga novamente no Independência, em duelo contra o Botafogo.

A primeira grande chance do jogo foi do Galo, aos 11 minutos. Em contra-ataque rápido, Marquinhos entrou na área pela esquerda e finalizou para a defesa de Cássio, que mandou para escanteio. Na cobrança, Réver chegou a balançar a rede, mas a arbitragem marcou impedimento de Di Santo, que participou da jogada em posição irregular.

O Atlético aproveitava as falhas na saída de bola do Corinthians e conseguiu abrir o placar aos 18 minutos. Jair achou Marquinhos pela esquerda, que tocou para trás. Cazares apareceu pelo meio e mandou uma bomba no ângulo de Cássio.

O Timão não desanimou com o gol sofrido e tratou de empatar o jogo no minuto seguinte. Depois do rebote no chute de Gustavo, Janderson bateu de canhota para balançar a rede adversária. A bola ainda raspou na cabeça de Fábio Santos, ex-Corinthians, antes de entrar.

O Galo ainda acertou a trave com Jair, aos 38 e o Timão balançou as redes com Janderson novamente, mas a arbitragem assinalou impedimento. As duas equipes desceram para o intervalo depois de um primeiro tempo muito agitado no Independência.

Na segunda etapa, o ritmo diminuiu um pouco, e o Galo teve as melhores chances de gol. Quando imprimiu uma pressão maior, Cazares foi derrubado por Janderson dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, aos 28 minutos, Fábio Santos deslocou Cássio e colocou o Atlético na frente.

Depois do gol sofrido, Dyego Coelho até tentou colocar sua equipe mais à frente, com Boselli entrando na vaga de Júnior Urso. Ainda assim, as alterações não tiveram resultado, e o Corinthians saiu de campo derrotado.
Por:Gazeta Esportiva (foto: assessoria)
01/12/2019 19:12
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/black-friday-e-possivel-encontrar-descontos-para-universidades-e-faculdades/

 




Atlético-MG sai na frente, mas cede empate ao Bahia na Fonte Nova

Nesta quarta-feira, Bahia e Atlético-MG ficaram em um empate por 1 a 1, na Fonte Nova, em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Galo abriu o placar com Cazares e o Esquadrão de Aço deixou tudo igual com Élber no confronto direto por vaga na Sul-Americana.

Com o empate, o Bahia foi a 45 pontos, na décima colocação da Série A. Na próxima rodada, a equipe terá pela frente o CSA, fora de casa, no domingo, às 18h. Enquanto isso, o Atlético-MG chegou aos 42 pontos, na 14ª posição. O próximo compromisso do time será contra o Corinthians, em casa, no domingo, às 18h.

O jogo – O primeiro tempo teve como quadro geral o Atlético-MG com a posse de bola e o Bahia buscando sair em contra-ataques. A melhor chance dos 45 minutos inicias foi do Esquadrão de Aço. Moisés de longe pela esquerda e encontrou Gilberto, que antecipou o zagueiro e cabeceou para o chão. A bola pingou no gramado e bateu no travessão.

No entanto, quem abriu o placar foi o Atlético-MG, aos oito minutos da segunda etapa. Juninho se atrapalhou na saída de bola e a posse ficou com Cazares. O equatoriano avançou em direção ao gol, fintou o zagueiro do Bahia e finalizou no canto para marcar.

No entanto, o Bahia não sentiu o baque e foi para cima em busca do empate. Dez minutos depois, Flávio chegou pela direita e cruzou na área para Gregore, que desviou na primeira trave. A bola sobrou para Élber, que apenas teve o trabalho de empurrar para as redes.
Gazeta Esportiva (foto: Foto: Felipe Oliveira/Bahia)27/11/2019 22:05

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-como-funciona-a-renovacao-semestral/




Reserva faz dois, Robinho perde pênalti no fim e América-MG vence Atlético-MG

O América saiu na frente do Atlético na decisão do Campeonato Mineiro. Neste domingo, os comandados de Givanildo Oliveira venceram o rival por 2 a 1 no estádio Independência. Danilo fez os dois gols dos mandantes. Pratto descontou no fim. Robinho ainda perdeu um pênalti.

O herói do jogo começou a partida no banco de reservas e entrou ainda no começo da partida, no lugar de Tiago Luís, que estava passando mal.

O jogo de volta será realizado no próximo domingo, dia 8 de maio, às 16h (horário de Brasília), no Mineirão. O América-MG pode empatar para ser campeão estadual pela primeira vez desde 2001. Já o Atlético precisa vencer o rival por um gol de diferença para levantar a taça – benefício por ter terminado a primeira fase do estadual mais bem posicionado na tabela que o rival.

preocupação e euforia

A primeira cena do jogo foi preocupante. Com apenas 16 minutos, o atacante Tiago Luís começou a passar mal em campo e foi retirado de maca. O jogador foi imediatamente levado para uma ambulância. Ele iria para o hospital passar por exames.

Na última quinta-feira, o atleta sofreu uma concussão durante a vitória do América sobre o Red Bull pela Copa do Brasil. Seu substituto no jogo foi Danilo, lateral-esquerdo de origem, mas que entrou para jogar mais avançado.

E deu certo.

Aos 33 minutos, Rafael Bastos desviou a bola após cruzamento e a bola sobrou para Danilo. Ele puxou para o meio e chutou forte para superar Victor e fazer 1 a 0.

de novo Danilo!

E a tarde do lateral improvisado como meia ficou ainda melhor no segundo tempo. Com cinco minutos de bola rolando, ele recebeu na esquerda, dominou e chutou cruzado. A bola desviou de leve em Marcos Rocha e Victor não conseguiu defender: 2 a 0 para o América.

Danilo passou as temporadas 2014 e 2015 emprestado ao Sport, onde foi reserva do lateral Renê. Ele, no entanto, chegou a ser utilizado várias vezes com meia/ponta no clube pernambucano. Na atual temporada, contado a partida deste domingo, ele atuou oito vezes no estadual, sendo quatro como titular.

atlético desconta no fim

A melhor chance na segunda etapa veio aos 27 minuytos, quando Robinho e cruzou e Hyuri cabeceou. O goleiro João Ricardo se esticou todo e fez uma belíssima defesa para evitar o gol do Galo. O mesmo Hyuri ainda chegou atrasado para definir uma bola escorada por Pratto depois, aos 36 minutos.

No fim, o Atlético-MG não conseguiu converter um pênalti. Robinho cobrou e o goleiro João Ricardo pegou.  No entanto, ainda teve tempo para Lucas Pratto descontar no último lance.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 1º de maio de 2016 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (FIFA-PA)
Assistentes: Eduardo Gonçalves (FIFA-MS) e Rodrigo Correa (FIFA-RJ)
Cartão amarelo: Alison (América-MG)
GOLS: Danilo aos 33 minutos do primeiro tempo e aos 5 minutos do segundo tempo (América-MG); Lucas Pratto aos 48 minutos do segundo tempo (Atlético-MG)

América-MG: João Ricardo; Pablo (Artur), Alison, Sueliton e Bryan; Leandro Guerreiro, Claudinei, Ernandes e Tiago Luís (Danilo); Borges e Rafael Bastos (Hernandes)
Técnico: Givanildo Oliveira

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos (Carlos César); Rafael Carioca, Leandro Donizete, Hyuri e Patric (Lucas Pratto); Robinho e Clayton (Cazares)
Técnico: Diego Aguirre

Por ESPN

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981151332 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)  (093) 35281839  E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br