Governo REVELA que foram devolvidos R$ 72 milhões do auxílio emergencial

(Foto:Reprodução) –  A devolução dos recursos pagos é feita por meio do site oficial do Ministério da Cidadania.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM), revelou em entrevista ao Brasil Urgente, que já foram devolvidos nada menos que R$ 72 milhões, por mais de 79 mil pessoas que estavam fora dos critérios para recebimento do auxílio emergencial de R$600. A devolução dos recursos pagos é feita por meio do site oficial do Ministério da Cidadania.

“Devolveram o auxílio emergencial, porque receberam das mais variadas formas indevidamente, 79.067 pessoas que usaram esse aplicativo do site da transparência. E em dinheiro, foram devolvidos 72 milhões, que já voltaram para os cofres públicos, para quem de fato precisa”, disse Onyx, em entrevista ao Brasil Urgente.

Ainda segundo Onyx, mais de 378 mil pessoas, do total de 1,5 milhão que fez a contestação por terem o auxílio recusado, agora estão aptas a receberem o benefício via aplicativo do Caixa Tem.

“Nós tivemos 1,5 milhão de pessoas que tinham feito a contestação através do aplicativo da Caixa, que, aliás, continua aberto para contestar. Não permite mais o cadastramento, que terminou no dia 2 de julho, mas permite esse volume de mais de 1 milhão de pessoas que nós rodamos e já enviamos à Caixa.”
Calendário de saques termina HOJE para estes trabalhadores

Hoje, terça-feira, 14 de julho, chega ao fim o calendário de saque e transferência para quem recebeu a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 nos dias 16 e 17 de junho.

Anteriormente, o calendário de saque seria finalizado apenas dia 18 de julho, pois a operação era liberada para um grupo por dia, dividido pelo mês de aniversário. Mas na última sexta-feira o governo publicou que alguns grupos teriam a data antecipada.

Na última segunda-feira, por exemplo, anteriormente apenas os nascidos em julho poderiam fazer saque e transferência. Após a mudança, puderam fazer as operações os nascidos em julho, agosto e setembro.

Hoje, 14 de julho, quando apenas os nascidos em agosto poderiam fazer saque e transferência do auxílio, agora podem o grupo restante. No último dia do calendário, nascidos em outubro, novembro e dezembro poderão fazer as operações.

Leia mais:Auxílio emergencial: lista dos progressenses está disponível para consulta, valor pago em Novo Progresso foi de R$ 7 milhões até Junho de 2020.

Por Saulo Moreira

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/sisu-81447-mil-inscritos-esperam-o-resultado-que-saira-nesta-terca-14/

 

 




Auxílio emergencial: lista dos progressenses está disponível para consulta, valor pago em Novo Progresso foi de R$ 7 milhões até Junho de 2020.

Os nomes dos beneficiados do Auxilio Emergencial de R$ 600 e R$ 1,200, dos beneficiados em Novo Progresso, constam no Portal da Transparência do Governo Federal, que disponibilizou ferramentas para consulta e denúncias. O montante já liberado para moradores de Novo Progresso, foi de 7 milhões de reais, segundo o Portal da Transparência.

O Jornal Folha do Progresso fez uma busca encontrou figuras conhecidas dos moradores da cidade de Novo Progresso, estão nas listas de recebimento do auxílio emergencial, divulgadas pelo Governo Federal. Os casos geram várias suspeitas da população e colocam os envolvidos em situações constrangedoras. Alguns desses nomes são parentes de políticos, com ou sem mandato. Empresários, funcionários públicos, pecuaristas, filhos de pecuaristas entre outros estão na lista como beneficiário do auxílio emergencial.  Os nomes estão disponível no Portal da Transparência para consulta, é possível consultar por CPF e pelo nome. Os valores de R$ 600  e R$ 1200 também tem opção de consulta. Acesse o link e consulte AQUI

Como consultar, denunciar e devolver?

A consulta pública da lista de beneficiários do auxílio emergencial pode ser feita pela internet, no Portal da Transparência do Governo Federal. A busca pode ser feita por tipo de benefício recebido, estado e município. Foram criadas formas de denunciar irregularidades e outros problemas.

Quem encontrar o próprio nome sem ter pedido do benefício pode registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil, se resguardando na situação, comunicando o problema também na plataforma Fala.BR. Neste mesmo local, também é possível fazer as denúncias sobre terceiros que estão de forma irregular na lista.

Já quem recebeu os R$ 600, ou mesmo o R$ 1,2 mil do programa de ajuda financeira à população durante o período de pandemia da covid-19, sem saber que estava na lista, pode fazer a devolução do dinheiro a partir do site criado especialmente para isso, o https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolucao.

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/esta-aberta-consulta-publica-para-novo-catalogo-nacional-de-cursos-tecnicos-ate-sexta-feira/




Auxílio de R$600: Caixa libera saques e transferências para mais 1 milhão HOJE

(Foto:Reprodução) –  Os saques e transferências do auxílio emergencial são feitos conforme mês de nascimento do trabalhador.

Nesta segunda-feira, 13 de julho, a Caixa Econômica Federal libera os saques e transferências do auxílio emergencial de R$600 para os beneficiários inscritos no aplicativo e site dentro do terceiro lote, e que aniversariam entre julho e setembro, o que equivale a um total de 1,2 milhão de trabalhadores. São, ao todo, o lote 5,9 milhões de beneficiários.

Os saques e transferências do auxílio emergencial são feitos conforme mês de nascimento do trabalhador. As retiradas poderão ser feitas até 14 de julho. Esses trabalhadores já tiveram o dinheiro liberado na poupança social digital entre os dias 16 e 17 de junho.

Confira o calendário abaixo:
Calendário

    06/07 – nascidos em janeiro
    07/07 – nascidos em fevereiro
    08/07 – nascidos em março
    09/07 – nascidos em abril
    10/07 – nascidos em maio
    11/07 – nascidos em junho
    13/07 – nascidos em julho
    13/07 – nascidos em agosto
    13/07 – nascidos em setembro
    14/07 – nascidos em outubro
    14/07 – nascidos em novembro
    14/07 – nascidos em dezembro

No calendário inicial divulgado pela Caixa, apenas os 400 mil inscritos no programa que nasceram em julho teriam direito ao saque. Porém, um novo calendário garantiu o saque também para os nascidos em agosto e setembro, que só teriam acesso ao benefício a partir de terça e quarta-feira, respectivamente.

Além disso, os beneficiários que nasceram em outubro, novembro e dezembro teriam o benefício nos dias 16, 17 e 18 de julho, respectivamente. Após antecipação, os saques serão liberados já a partir de terça-feira (14). Em vez dos 400 mil nascidos em agosto que poderiam fazer o saque a partir de terça, serão liberados os saques e transferências para mais 1,2 milhão de beneficiários.

A segunda parcela para os aprovados do terceiro lote ainda terá calendário divulgado.
Balanço

De acordo com informações da Caixa, nada menos que 65,2 milhões de beneficiários já receberam o auxílio emergencial dentro das parcelas 1, 2 e 3, totalizando R$ 121,1 bilhões.

Do total de 109,1 milhões de cadastros no programa, 107,8 milhões foram processados. Cerca de 860 mil ainda esperam por reanálise, todos inscritos no aplicativo e site do auxílio, enquanto cerca de 1,3 milhão ainda estão em primeira análise.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.
Quem pode receber o auxílio emergencial?

O projeto altera uma lei de 1993, que trata da organização da assistência social no país. De acordo com o texto, durante o período de três meses será concedido auxílio emergencial de R$ 600 ao trabalhador que cumpra, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

seja maior de 18 anos;
não tenha emprego formal;
não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

O auxílio vai ser cortado caso aconteça o descumprimento dos requisitos acima. O texto também deixa claro que o trabalhador deve exercer atividade na condição de:

microempreendedor individual (MEI); ou
contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

Por Saulo Moreira

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/livro-de-receitas-para-criancas-e-lancado-por-universidade-federal/

 

 




Nascidos em maio podem sacar primeira parcela de auxílio emergencial

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19 (Foto:© Shutterstock)

Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar hoje (10) os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos em maio.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19. A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos estão sendo feitas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas.

O calendário de saque segue o seguinte cronograma: segunda-feira (6) foi a vez dos nascidos em janeiro; terça-feira (7), nascidos em fevereiro, quarta-feira (8), nascidos em março; na quinta-feira (9), nascidos em abril; na sexta-feira (10), nascidos em maio; no sábado (11), nascidos em junho; na segunda (13), nascidos em julho; na terça-feira (14), nascidos em agosto; na quarta-feira (15), nascidos em setembro; na quinta-feira (16), nascidos em outubro; na sexta-feira (17), nascidos em novembro; e no sábado (18), nascidos em dezembro. No total, o saque será liberado para cerca de 4,8 milhões de pessoas.

Com informações da Agência Brasil

Por:Notícias ao Minuto Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/esta-aberta-consulta-publica-para-novo-catalogo-nacional-de-cursos-tecnicos-ate-sexta-feira/

 

 




Nascidos em março podem sacar auxílio emergencial do 3º lote

Auxílio paga parcelas de R$ 600, sendo R$ 1,2 mil para mães solteiras (Foto:Pilar Olivares / Reuters)

Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar nesta quarta (8) os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos em março.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19. A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos estão sendo feitas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas.

O calendário de saque segue o seguinte cronograma: segunda-feira (6) foi a vez dos nascidos em janeiro; terça-feira (7), nascidos em fevereiro, hoje (8) poderão sacar os nascidos em março; na quinta (9), nascidos em abril; na sexta-feira (10), nascidos em maio; no sábado (11), nascidos em junho; na segunda (13), nascidos em julho; na terça-feira (14), nascidos em agosto; na quarta-feira (15), nascidos em setembro; na quinta-feira (16), nascidos em outubro; na sexta-feira (17), nascidos em novembro; e no sábado (18), nascidos em dezembro. No total, o saque será liberado para cerca de 4,8 milhões de pessoas.

Por:Agência Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/camara-debate-nesta-terca-feira-retorno-das-aulas-no-pais/

 

 




Ex-vereador preso é aprovado para auxílio de R$ 600 e afirma: ‘99% não precisam’

(Foto:Reprodução) –  Político foi repreendido pela esposa e afirmou que quase todos que recebem auxílio não precisam do dinheiro

Valdir Gonçalves Mendes, ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Itanhaém, no litoral de São Paulo, foi preso na Operação Coche, da Polícia Civil. Mais conhecido como “Valdir do Açougue”, ele teve um áudio divulgado em que fala sobre o auxílio emergencial.

Ao ter o telefone interceptado, o político teve divulgada uma ligação em que desdenha do auxílio emergencial de R$ 600. Na ligação, ele conta para sua esposa que foi aprovado para receber o benefício. Sua esposa afirma que ele não precisa do dinheiro. O auxílio emergencial foi criado para ajudar trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais (MEIs) por causa da crise gerada durante a pandemia do novo coronavírus.

Os áudios foram conseguidos pelos investigadores, por interceptações. Eles não foram a razão da prisão, mas colaboraram com a investigação de que ele colabora com crime organizado e que recebe crédito por isso. Os áudios mostram também fraude do político para receber o auxílio emergencial.

“Só divulgamos esses áudios para mostrar exatamente quem é esse político. Não sabemos se ele já recebia ou ainda iria receber a quantia. Mas, na verdade, ele não está sendo preso especificamente por causa disso. Descobrir isso foi uma consequência das interceptações”, disse o delegado responsável pelo caso.

No áudio, o político conta para a esposa: “Você viu lá? Ganhei 600. Foi aprovado o meu crédito”. A esposa responde: “Tem vergonha, né. Você não precisa”. E o político rebate: “Você acha que 99% de quem tá recebendo precisa?”.

Por Natália Marinho

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/camara-debate-nesta-terca-feira-retorno-das-aulas-no-pais/

 

 




Caixa LIBERA mais uma parcela do auxílio de R$ 600 nesta terça

(Foto:Reprodução)  –  Nesta terça-feira, 07 de julho, o calendário de saque e transferência do auxílio emergencial de R$ 600 segue sendo pago a todo vapor.

Nesta terça-feira, 07 de julho, o calendário de saque e transferência do auxílio emergencial de R$ 600 segue sendo pago a todo vapor. Esse cronograma é válido para quem recebeu a primeira parcela nos dias 16 e 17 de junho.

No dia 16 de junho, o depósito foi feito em conta poupança social digital da Caixa para nascidos entre janeiro e junho. No dia 17 de junho, o depósito foi feito para os nascidos entre julho e dezembro.

O dinheiro depositado em conta poupança social da Caixa pode ser utilizado pelo aplicativo Caixa Tem, que vem apresentando instabilidade nos últimos dias, para compras pelo cartão de débito virtual e pagamento de boletos.

O saque em espécie e transferência será liberado nesta terça-feira para os beneficiários nascidos em fevereiro. O calendário é dividido por mês de aniversário dos beneficiários para evitar filas e aglomeração nas agências da Caixa.

Veja abaixo o cronograma completo de saque e transferência.
Calendário de saque e transferência

06/07 – nascidos em janeiro
07/07 – nascidos em fevereiro
08/07 – nascidos em março
09/07 – nascidos em abril
10/07 – nascidos em maio
11/07 – nascidos em junho
13/07 – nascidos em julho
14/07 – nascidos em agosto
15/07 – nascidos em setembro
16/07 – nascidos em outubro
17/07 – nascidos em novembro
18/07 – nascidos em dezembro

Quem pode receber o auxílio emergencial?

O projeto altera uma lei de 1993, que trata da organização da assistência social no país. De acordo com o texto, durante o período de três meses será concedido auxílio emergencial de R$ 600 ao trabalhador que cumpra, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

seja maior de 18 anos;
não tenha emprego formal;
não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

O auxílio vai ser cortado caso aconteça o descumprimento dos requisitos acima. O texto também deixa claro que o trabalhador deve exercer atividade na condição de:

microempreendedor individual (MEI); ou
    contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
    trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

Por Saulo Moreira

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/candidatos-ja-podem-consultar-as-vagas-disponiveis-do-sisu/

 

 




Caixa paga 3 tipos de auxílio nesta sexta; veja se você já pode receber!

(Foto: Reprodução)  – A Caixa realiza nesta sexta-feira (3) três pagamentos diferentes do auxílio emergencial de R$ 600. Aniversariantes de setembro e outubro recebem via poupança digital a 3ª, a 2ª ou a 1ª parcela, conforme a data em que tiveram o cadastro aprovado.

Por enquanto, só é possível movimentar a poupança pelo aplicativo Caixa Tem (você pode baixá-lo no sistema Android e no iOS), que permite pagamento de contas e boletos e compras por meio de cartão virtual. Saques e transferências podem demorar quase três meses.

Novos pagamentos da 3ª, 2ª e 1ª parcela

Estes pagamentos são para quem se inscreveu pelo aplicativo ou site, ou para quem já estava no Cadastro Único mas não é beneficiário do Bolsa Família. A parcela depende de quando o cadastro foi aprovado pelo governo.

Hoje, o banco deposita em poupança digital para nascidos em setembro e outubro, de acordo com o seguinte critério:

1ª parcela: quem se cadastrou entre 27 de maio e 16 de junho para pedir o auxílio

2ª parcela: quem recebeu a primeira parcela do auxílio entre 16 e 29 de maio

3ª parcela: quem recebeu a segunda parcela entre 20 e 26 de maio

Segundo a Caixa, 6,8 milhões de pessoas vão receber o depósito de alguma das três parcelas hoje.

Novos pagamentos em duas etapas

Serão dois calendários, ambos levando em conta a data de nascimento do trabalhador.

No primeiro calendário, o dinheiro será depositado em uma poupança digital da Caixa e, nesse caso, os valores podem ser usados apenas para pagamento de contas e boletos e para compras por meio de cartão virtual. É necessário usar o aplicativo Caixa Tem (Android e iOS).

O segundo calendário, que começa em 18 de julho, é para o saque do auxílio ou para transferir o dinheiro a outra conta. Confira:

Beneficiários do Bolsa Família já podem sacar a 3ª parcela

O calendário de pagamento do auxílio emergencial para quem está no Bolsa Família é diferente dos demais. O saque da 3ª parcela foi liberado aos poucos conforme o dígito final do NIS (Número de Identificação Social). Todos os beneficiários estão autorizados a sacar desde 30 de junho.

O saque pode ser feito com o cartão do Programa Bolsa Família, com o Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

Quem está no Bolsa Família e preenche os requisitos para receber o auxílio emergencial não acumula os dois pagamentos. Recebe apenas o que for de maior valor.

Por: UOL

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/saiba-quais-os-cinco-programas-que-detectam-plagio-em-trabalhos-academicos/

 

 

 




Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Prazo para novos cadastros termina nesta quinta às 23h59 (Foto:Marcello Casal / Agência Brasil)

Para quem ainda não se cadastrou a fim de receber o auxílio emergencial de R$ 600, o prazo termina nesta quinta-feira (2), às 23h59, informou a Caixa Econômica Federal. O auxílio emergencial é um benefício financeiro destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Inicialmente proposto para vigorar por três meses, com o pagamento de três parcelas de R$ 600, o benefício foi prorrogado por mais dois meses, com o pagamento de mais duas parcelas. Pelas regras, até duas pessoas da mesma família podem receber o auxílio. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente é de R$ 1.200.

Quem pode se cadastrar?

A Lei 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e definiu os critérios para ser incluído no programa. Para ter acesso ao benefício, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

– Ser maior de 18 anos de idade ou ser mãe adolescente

– Não ter emprego formal

– Não ser agente público, inclusive temporário, nem exercer mandato eletivo

– Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família

– Ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00)

– Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70

– Estar desempregado ou exercer atividades na condição de microempreendedor individual (MEI), ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Como se cadastrar

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20 de março e que atende às regras do programa, recebe os pagamentos sem precisar se cadastrar no site da Caixa. Quem tem o Bolsa Família pode receber o auxílio emergencial, desde que ele seja mais vantajoso. Nesse período, o Bolsa Família de quem recebe o auxílio fica suspenso.

As pessoas que não estão inscritas no Bolsa Família nem no CadÚnico e preenchem os requisitos do programa podem se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA | Auxílio Emergencial, disponível nas lojas de aplicativos. Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou aplicativo.

O Ministério da Cidadania informou, na semana passada, que já recebeu mais de 124 milhões de solicitações do auxílio emergencial, sendo que cerca de 65 milhões foram considerados elegíveis e 41,59 milhões foram apontados como inelegíveis, por não atenderem aos critérios do programa. Existem ainda quase 17 milhões de inscrições classificadas de inconclusivas – quando faltam informações para o processamento integral do pedido. Quem estiver nessa situação deve refazer o cadastro por meio do site ou aplicativo do programa.

Mais informações sobre o auxílio emergencial também podem ser obtidas na página do Ministério da Cidadania na internet.

Por:O Liberal

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/prazo-para-formalizacao-e-aditamento-do-fies-2020-e-prorrogado/

 

 

 




Bolsonaro prorroga Auxílio Emergencial por dois meses

(Foto:Reprodução) – Decreto foi publicado no Diário Oficial da União na madrugada desta quarta-feira (1º)

O presidente Jair Bolsonaro prorrogou por mais dois meses o Auxílio Emergencial, destinado a trabalhadores informais e beneficiários do Bolsa Família. O decreto 10.412 foi publicado na edição desta quarta-feira (1º) do Diário Oficial da União (DOU).

Na terça (30), o ministro da Economia, Paulo Guedes, antecipou a prorrogação da ajuda do governo. Segundo Guedes, a proposta é que sejam pagas mais quatro parcelas em dois meses, que somarão R$ 600 por mês, totalizando R$ 1,2 mil.

O pagamento deverá ser feito da seguinte maneira, segundo o ministro:

R$ 500 no início do mês;
    R$ 100 no fim do mês;
    R$ 300 no início do mês;
    R$ 300 no fim do mês.

O decreto, no entanto, não especifica se será essa a fórmula antecipada pelo ministro ou simplesmente se o governo irá pagar duas parcelas de R$ 600.

O anúncio foi feito em uma cerimônia no Palácio do Planalto, da qual participaram o presidente Jair Bolsonaro, ministros do governo, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), além de parlamentares e convidados (saiba mais abaixo como foram os discursos).

Na cerimônia, Bolsonaro assinou um decreto sobre a prorrogação do pagamento.

Após o evento, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse que o cronograma de pagamento das novas parcelas ainda será divulgado. Segundo ele, o calendário está pronto, mas falta autorização do ministro Paulo Guedes para anunciar.

Auxílio emergencial

O auxílio emergencial foi criado em abril, por meio de uma lei aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada por Bolsonaro. A previsão inicial era que o auxílio fosse pago por três meses, mas a lei deu a possibilidade de prorrogação do benefício.

O texto enviado pelo governo ao Congresso previa que o auxílio fosse de R$ 200, mas o texto aprovado pelo Congresso passou o valor da parcela para R$ 600.

Prorrogação

Na semana passada, Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo na qual disse que a “ideia” do governo era pagar mais três parcelas do auxílio (R$ 500, R$ 400 e R$ 300). No Congresso, porém, parlamentares vinham defendendo manter o valor de R$ 600 e pagar mais duas parcelas.

Mais cedo, nesta terça, a colunista do G1 e da GloboNews Ana Flor informou que o governo havia decidido aceitar a proposta do Congresso e pagar mais duas parcelas, de R$ 600 cada (veja os detalhes no vídeo abaixo).

Segundo o Ministério da Economia, cada parcela do auxílio custa por mês cerca de R$ 50 bilhões.

De acordo com Paulo Guedes, o programa já beneficiou 60 milhões de pessoas.

Guedes afirmou ainda que os dados mostram que o “fundo do poço” da crise econômica provocada pela pandemia foi o mês de abril.

Por G1

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/enem-2020-projeto-agatha-disponibiliza-planos-de-estudos-gratuitos-para-cada-mes-do-ano/