Condenado por matar mãe de cantor sertanejo em GO é preso em Belém, no PA

Eva Bernardes de Souza, 66 anos, mãe do cantor Adriano, da dupla André e Adriano, foi assassinada em fevereiro de 2013. Antônio Mario Bastos foi condenado em dezembro daquele ano a 18 anos de prisão, mas estava foragido.
Condenado por assassinato de mãe de cantor sertanejo é preso em Belém, no Pará. — Foto: Reprodução / Polícia Civil do Pará

Foi preso em Belém o réu Antônio Mario Bastos, condenado pelo assassinato da mãe do cantor Adriano, da dupla sertaneja André e Adriano.

A vítima foi identificada como Eva Bernardes de Souza, 66 anos. A prisão ocorreu no último sábado (4) e o homem foi levado para a Seccional de São Brás, segundo a Polícia Civil.

Eva foi morta no dia 16 de fevereiro de 2013, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia. Segundo a investigação, ela foi espancada até a morte por Bastos, com quem namorada há cerca de três meses. Um documento dele foi localizado pela polícia ao lado do corpo da vítima.

A Polícia informou que a vítima manteve relacionamento afetivo com o condenado, mas por causa de agressões resolveu mudar-se de Uberaba, em Minas Gerais, para Goiânia, no Goiás. O criminoso então obteve o endereço da vítima, onde cometeu o homicídio, segundo a Polícia. Em dezembro de 2013, ele confessou o crime.

O homem foi condenado a 18 de prisão pelo Tribunal do Júri da Comarca de Goiânia e encaminhado para presídio local, mas estava foragido. A prisão dele em Belém foi cumprida por policiais do Serviço de Polícia Interestadual de Buscas e Capturas (Polinter).

André e Adriano tornaram-se conhecidos em 1999, quando lançaram a canção “A Jiripoca Vai Piá”, composta pelo filho da vítima. A música foi regravada por diversos artistas nacionais, entre eles o cantor Daniel.

Dupla André e Adriano ficou conhec ida pelo sucesso 'Hoje a Jiripoca Vai Piá', em Goiás — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Dupla André e Adriano ficou conhec ida pelo sucesso ‘Hoje a Jiripoca Vai Piá’, em Goiás — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Por G1 PA — Belém
05/04/2020 17h25

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/para-melhorar-o-processo-seletivo-instituicoes-de-ensino-adotam-ferramentas-on-line/

 




Sespa confirma mais nove casos de coronavírus; Pará tem 75 no total

O balanço registra os primeiros casos nos municípios de Benevides, Oeiras do Pará, Novo Progresso, Altamira, São Geraldo do Araguaia e Goianésia do Pará; além de novos casos em Belém, Castanhal, Itaituba e Marabá, Parauapebas e Santarém.

A Secretaria de Saúde do Estado do Pará (Sespa) confirmou, às 19h29 desta sexta-feira (03), mais nove casos de coronavírus no Estado: 6 em Belém; 1 em Santarém; 1 em Castanhal; e 1 em Parauapebas. Poucos antes, às 18h53, foram confirmados mais 15 casos, com as primeiras ocorrências nos municípios de Benevides (1), Oeiras do Pará (1), Novo Progresso (1), Altamira (1), São Geraldo do Araguaia (1) e Goianésia do Pará (1); além de novos casos em Belém (6), Itaituba (2) e Marabá (1). Ao todo, o Pará tem 75 casos confirmados.

Primeira atualização da noite

Na atualização das 18h53, entre os casos de Belém, quatro mulheres com as seguintes idades: 35; 39; 27; e 38 anos. Além de dois homens, um com 32 e outro com 29 anos.

Leia mais:Coronavírus: primeiro caso é confirmado em Novo Progresso. O que fazer agora?

Os casos positivos de Itaituba são de uma mulher, de 24 anos, e de um homem, de 32. Os outros são: homem, de 53 anos (Benevides); mulher, de 41 anos (Marabá); homem, de 23 anos (Oueiras do Pará); homem, de 36 anos (Novo Progresso); homem, de 37 anos (Altamira); mulher, de 22 anos (São Geraldo do Araguaia); e homem, de 48 anos (Goianésia do Pará).

Segunda atualização da noite

Na atualização das 19h29, entre os casos de Belém, seis mulheres, com as respectivas idades: 42; 34; 80; 28; 38; e 65. Nos outros municípios: um homem, de 44 anos (Santarém); um homem, de 60 anos (Castanhal); e um homem, de 51 anos (Parauapebas).

Este foi o maior número de novos casos de covid-19 em um balanço da Sespa. No twitter, um internauta questionou a Secretaria sobre os testes rápidos para detectar a doença. “Já chegaram os testes rápidos? Qual a previsão? Com certeza o número de contaminados é bem maior”, comentou Alisson Damasceno.

“Os referidos testes devem ser usados com cautela. Sua utilização se torna mais precisa a partir do 7º dia do aparecimento dos primeiros sintomas, já que detecta somente os anticorpos produzidos por uma pessoa com covid-19”, respondeu a Sespa.

https://twitter.com/SespaPara/status/1246194091551010817

https://twitter.com/SespaPara/status/1246203212094484485

 

Por:João Thiago Dias
03.04.20 18h57

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/para-melhorar-o-processo-seletivo-instituicoes-de-ensino-adotam-ferramentas-on-line/

 




Adepará estende prazo de cadastro da safra e safrinha de soja

Produtores da safra têm até o dia 30 de maio. Para a safrinha, o prazo dura 30 dias após o plantio.
Cultura da soja é hoje a base da economia do agronegócio brasileiro — Foto: Ouro Safra/Divulgação

A Agência de Defesa agropecuária do Estado do Pará (Adepará) estendeu o prazo para cadastro da safra 2019/2020 de soja até o dia 30 de maio deste ano. Para a safrinha, o prazo dura 30 dias após o plantio. A ação foi tomada para colaborar com a medidas de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19).

Para realizar o cadastro, o sojicultor pode ir à sede da Adepará no município onde se localiza o plantio, mas respeitando as mediadas protetivas de redução do contágio do Covid-19 como mantendo a distância de 1,5 metro das pessoas.

Há também a possibilidade de realizar o cadastro pela internet. O produtor precisa acessar o site da Adepara para baixar o formulário, preenche-lo e encaminha-lo pelo e-mail gppie@adepara.pa.gov.

O órgão alerta que todas as propriedades ou áreas produtoras de soja existentes no estado do Pará devem fazer o cadastramento, inclusive os plantios destinados à pesquisa. O objetivo é conhecer e mapear todas as áreas com soja no estado, de maneira mais rápida e eficaz, para o planejamento das ações de defesa vegetal.

As medidas são válidas para as áreas produtoras das microrregiões: Paragominas, Tucuruí, Santarém, Almeirim, Óbidos, Castanhal, Arari, Salgado, Belém, Cametá, Bragantina, Furos de Breves, Portel, Guamá, Tomé-Açu, Itaituba (municípios de Rurópolis e Trairão) e de Altamira com exceção dos distritos de Castelo de Sonhos e Cachoeira da Serra.

Serviço

Para mais informações acessar o site da Adepará ou pelo telefone: (91) 3210-1100.

Por G1 PA — Belém
02/04/2020 12h00

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/estudante-nota-1000-do-enem-2018-lanca-nova-cartilha-de-redacao/

 




Pará tem mais quatro casos de covid-19: passam a 45 os paraenses com a doença

Três novos casos são de Santarém e um é de Ananindeua, confirmou a Sespa esta manhã(Foto:Reprodução)

O Pará tem mais quatro pessoas com quadros confirmados para a covid-19, como informou, na manhã desta quinta-feira (2) a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), em suas redes sociais. Agora o Estado soma 45 pessoas com a confirmação da doença. Do total de casos confirmados, apenas dois estão acima dos 60 anos. A outra pessoa nessa faixa etária, considerada uma das de maior risco, foi a única vítima morta até agora, que tinha 87 anos.

As recomendações do Ministério da Saúde são: lavar bem as mãos e pulsos ou usar álcool gel para higienização; evitar contatos físicos desnecessários, cobrir boca e/ou nariz ao tossir e/ou espirrar; não compartilhar alimentos e/ou talheres; higienizar estações de estudo ou trabalho; ao retornar de viagens onde há casos confirmados, com ou sem contato com casos suspeitos, é importante acionar os órgãos municipais de saúde e se afastar de atividades de estudo ou trabalho por, pelo menos, 14 dias. Os principais sintomas são febre, falta de ar e tosse seca. Para manter a população informada a respeito do novo coronavírus, o Ministério da Saúde atualiza, diariamente, os dados na Plataforma IVIS, com números de casos descartados e suspeitos, além das definições desses casos e eventuais mudanças que ocorrerem em relação a situação epidemiológica. Os dados locais do Pará são atualizados, pela Sespa, em boletins especiais, que saem pelo Twitter.

https://twitter.com/SespaPara/status/1245705861953175554

Durante 24 horas por dia, a Prefeitura de Belém mantém o telefone (91) 98417-3985 para informações gerais e casos de suspeitas de covid-19. Há outros canais, para situações menos urgentes, que funcionam de 8h às 22h: (91) 3184-6110, (91) 98568-3067 e (91) 98568-6203. Nas redes sociais da Prefeitura há também informações oficiais sobre a doença e formas de prevenção

Os novos diagnósticos com resultado positivo para a covid-19 são de uma mulher de 48 anos, de um homem de 51 anos e outro home de 54 anos, todos de Santarém – que ontem confirmou a primeira morte causada pela doença em solo paraense. O quarto diagnóstico positivo para a covi-19 é para um homem de 64 anos de Ananindeua.

No atualização da situação paraense da covid-19, feita pela Sespa às 11h, o estado tem 45 casos confirmados, um óbito, 43 casos em análise e 901 casos já descartados.

Leia Também:1º morte covid-19 no Pará- Sespa confirma com documentos morte de idosa pela covid-19 em Alter do Chão
 
Casos

Até a noite desta quarta-feira (1) estavam confirmados 41 casos em todo o Pará, contando o óbito em Santarém. A morte ocorreu em Alter do Chão, e foi divulgada apenas nesta quarta após checagem de informações. A vítima foi uma idosa de 87 anos, que morreu no dia 19 de março, mas cujo caso não foi inicialmente informado ao sistema de saúde do Pará.

Até ontem, às 18h, os casos de covid-19 no Pará estavam divididos em onze municípios: Belém (25), Ananindeua (7), Marituba (1), Castanhal (1), Barcarena (1), Abaetetuba (1), Itaituba (1), Marabá (1), Parauapebas (1), Tucuruí (1) e Santarém (1). Também estavam registrados até esta quarta-feira 83 casos em análise e 857 casos descartados.

Apenas nesta quarta-feira, a Sespa havia confirmado sete novos casos, contando com o óbito em Santarém. Às 11h09, foram divulgados os seguintes casos: mulher, 19 anos, de Belém, que veio de São Paulo; homem, 31 anos, de Belém, profissional de saúde; mulher, 25 anos, de Ananindeua, que esteve na Europa. Às 11h11, os outros três: mulher, de 33 anos, de Belém, caso em investigação; mulher, de 41 anos, de Barcarena, profissional de saúde; mulher, de 47 anos, de Belém, que relata contato do paciente positivo.

O QUE FAZER EM CASO DE SUSPEITA DO NOVO CORONAVÍRUS

As recomendações do Ministério da Saúde são: lavar bem as mãos e pulsos ou usar álcool gel para higienização; evitar contatos físicos desnecessários, cobrir boca e/ou nariz ao tossir e/ou espirrar; não compartilhar alimentos e/ou talheres; higienizar estações de estudo ou trabalho; ao retornar de viagens onde há casos confirmados, com ou sem contato com casos suspeitos, é importante acionar os órgãos municipais de saúde e se afastar de atividades de estudo ou trabalho por, pelo menos, 14 dias. Os principais sintomas são febre, falta de ar e tosse seca.

Para manter a população informada a respeito do novo coronavírus, o Ministério da Saúde atualiza, diariamente, os dados na Plataforma IVIS, com números de casos descartados e suspeitos, além das definições desses casos e eventuais mudanças que ocorrerem em relação a situação epidemiológica. Os dados locais do Pará são atualizados, pela Sespa, em boletins especiais, que saem pelo Twitter.

Durante 24 horas por dia, a Prefeitura de Belém mantém o telefone (91) 98417-3985 para informações gerais e casos de suspeitas de covid-19. Há outros canais, para situações menos urgentes, que funcionam de 8h às 22h: (91) 3184-6110, (91) 98568-3067 e (91) 98568-6203. Nas redes sociais da Prefeitura há também informações oficiais sobre a doença e formas de prevenção.

Fonte:Redação Integrada de O Liberal
02.04.20 10h39
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/estudante-nota-1000-do-enem-2018-lanca-nova-cartilha-de-redacao/

 




Coronavírus: Governo do Pará implantará quatro hospitais de campanha

As estruturas hospitalares temporárias serão instaladas em Belém, Marabá, Santarém e Breves (Foto:Luis Echeverria / Reuters)

Nesta terça-feira (24), o governador do Estado Helder Barbalho assinou contrato com uma empresa paulista, que atua no setor de infraestrutura e engenharia, para implantar hospitais de campanha que atenderão pacientes com covid-19.

Serão instaladas quatro estruturas hospitalares temporárias: uma em Belém (RMB), uma Marabá (região de Carajás), outra em Santarém (região do Tapajós) e uma em Breves (Marajó). Ao todo são 720 leitos a mais sendo ofertados na rede pública de saúde. Cada leito custará, em média, R$5 mil para o Estado.

Em contrato, a empresa apresentou um projeto arquitetônico com base nas normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e demais regulações do Ministério do Trabalho.

Nele, a empresa sugere instalar os hospitais de campanha em Centros de Convenções ou estruturas semelhantes. Mas também deixa claro que o projeto pode ser alterado se um outro tipo de espaço for disponibilizado. Os hospitais de campanha devem operar no Pará por 120 dias no mínimo.

“A previsão é de que os hospitais estejam todos prontos e funcionando para atender a nossa população e fazer frente a emergência do combate ao coronavírus em 20 dias”, disse Helder Barbalho

Hospital de campanha é o termo militar, comumente usado em situações de desastres ou calamidade pública, referindo-se a uma pequena unidade médica móvel, ou mini-hospital, que cuida temporariamente de pacientes antes que possam ser transportados com segurança para instalações permanentes.

Por meio do twitter pessoal dele, o governor do Pará, Helder Barbalho, divulgou a novidade. Confira:

https://twitter.com/helderbarbalho/status/1242540340646731779

Por:João Thiago Dias / com informações da Agência Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/formacao-em-youtuber-conheca-a-graduacao-para-impulsionar-na-carreira/

 

 

 

 




Trem de passageiros da mineradora Vale é proibido de entrar no Pará

O veto faz parte das medidas de prevenção do novo coronavírus na região. Passageiros ficarão retidos na cidade de Açailândia, no Maranhão.
O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou nesta segunda-feira (23) que proibiu a entrada de um trem de passageiros da mineradora Vale no estado. A medida, publicada em uma rede social, faz parte das medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) na região.

De acordo com Helder, o trem com passageiros ficará retido na cidade de Açailândia, no Maranhão. Ainda não há previsão para quando a entrada dos trabalhadores no estado seja liberada.

Leia mais:Sespa confirma quinto caso de coronavírus no Pará

Em nota, a Vale informou que os passageiros que tinham como destino as cidades paraenses atendidas pelo trem serão ressarcidos do valor pago e poderão retornar aos pontos de embarque de origem utilizando o próprio trem de passageiros, que voltará para São Luís ainda nesta noite. Os passageiros terão ainda a possibilidade de remarcar as passagens para outra data. Mais informações podem ser obtidas por meio do canal de atendimento Alô Ferrovias (0800 285 7000).

Fechamento de fronteiras

Na última sexta-feira (20) Helder anunciou a suspensão das viagens de ônibus interestaduais por 15 dias. A medida que entrou em vigor no domingo (22) também diz respeito as viagens hidroviárias.

Em relação às viagens aéreas, Belém ainda recebe voos de outros estados. Entretanto, as viagens internacionais que tinham como ponto de embarque ou desembarque a capital paraense foram cancelados. Segundo o governador, o funcionamento dos aeroportos é de responsabilidade do Governo Federal.

Casos no Pará

Até o momento, o Pará possui 5 casos confirmados da doença. Todos os pacientes contraíram o vírus em outros estados do Brasil. Os casos foram registrados nas cidades de Belém e Marabá.

Por G1 PA — Belém
23/03/2020 19h41
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/alunos-da-area-de-saude-sao-liberados-pelo-mec-para-atuar-no-combate-ao-coronavirus/

 




Sespa confirma que segundo caso de Covid-19 esteve em São Paulo e Rio de Janeiro antes de vir ao PA

Governador Helder Barbalho ao lado do vice-governador, Lúcio Vale — Foto: Carolina Limão/G1

Órgão de saúde divulgou que paciente contaminado possui 36 anos. Na quarta-feira, 18, homem de 37 anos foi diagnosticado com a doença.

Leia mais:Pará confirma 2º caso de Covid-19 e Alepa aprova estado de calamidade pública

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirmou, nesta sexta-feira (20), o segundo caso de paciente contaminado pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado. De acordo com o órgão, paciente é mulher, possui 36 anos, chegou em Belém dia 14 e esteve no Rio de Janeiro e São Paulo. Agora o Pará registra 81 casos em análises e 32 casos descartados.

Em seu perfil oficial em uma rede social, o governador Helder Barbalho contou que o Estado entrou em contato com a paciente positivada para Covid-19 e que ela relatou que apresentou tosse, febre e dores no corpo assim que desembarcou na capital paraense. Ainda de acordo com o governador, a paciente fez tratamento inicial em hospital privado e apresenta quadro estável e está em isolamento domiciliar.

Na quarta-feira (18), Sespa confirmou o primeiro caso em Belém. O paciente é homem de 37 anos e contraiu a doença durante o carnaval, no Rio de Janeiro.

Em coletiva de imprensa realizada na quarta-feira, o governador Helder Barbalho informou que o paciente contaminado voltou para Belém no último dia 2, e começou a apresentar os sintomas no último dia 6. O paciente procurou a emergência da Unimed com síndrome aguda do sistema respiratório e foi internado no Hospital Geral da Unimed. Ele recebeu alta na quarta-feira e está em casa, em isolamento domiciliar. O quadro atual do paciente foi classificado como “leve ou moderado”.

Restrição de compra de álcool em gel

Na terça-feira (17), o governador Helder Barbalho anunciou ainda o reforço na fiscalização, por parte do Procon e Secretaria de Justiça, com apoio da Polícia Militar, em relação à oferta e preço do álcool em gel em farmácias e supermercados.

“Recomendamos [a compra restrita de três frascos por clientes. E não se pode cobrar um preço muito alto pelo produto, diante da imensa procura”, disse Helder, que informou ainda que vai solicitar a isenção de INSS sobre o álcool em gel e máscaras.

Haverá ainda a exigência de que o transporte coletivo urbano e intermunicipal, tanto em ônibus quanto em embarcações, disponibilize álcool em gel e seja desinfetado a cada trajeto.
Coronavírus: infográfico mostra principais sintomas da doença —

Foto: Foto: Infografia/G1
Foto: Foto: Infografia/G1

G1

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/hospitais-universitarios-notificam-casos-de-coronavirus-atraves-de-ferramenta-on-line/

 




Acusado de tentar assassinar policial militar é condenado a 12 anos de prisão

(Foto:Divulgação) – Crime ocorreu no bairro do Tapanã

O réu Renato da Cruz Pinheiro, de 23 anos, que atualmente está foragido do sistema penitenciário, foi condenado a 12 anos de prisão por tentativa de assassinato contra o policial militar Ângelo Augusto da Luz Gomes. A decisão foi proferida durante julgamento no 2º Tribunal do Júri de Belém, sob a presidência do juiz Raimundo Moisés Alves Flexa. Jurados votaram, por maioria, pela condenação do réu.

O crime aconteceu no dia 23 de novembro de 2017, na passagem Augusto Lobato com travessa Bom Jesus, no bairro Tapanã, em Belém. O policial e mais um colega de trabalho seguiam três suspeitos quando foram alvos de tiros. O PM foi atingido por dois disparos de arma de fogo.

Inicialmente, a pena fixada ao réu foi de 30 anos de reclusão, reduzida em um ano por ser menor de 21 anos à época do crime e mais um por ter confessado o crime. Do total, houve a diminuição em um terço, por ser crime de homicídio tentado, não consumado, resultado em pena de 12 anos de reclusão, a ser cumprida em regime inicial fechado. Na sentença, foi decretada a prisão do condenado. A decisão acompanhou o entendimento do promotor de justiça do júri, Edson Augusto Cardoso, que sustentou que o réu foi autor de tentativa de homicídio qualificado.

O defensor público Alessandro Oliveira sustentou que o réu praticou tentativa de homicídio simples, requerendo a diminuição da pena por ser menor de 21 anos à época do crime e por ter confessado a autoria.

Conforme declarações prestadas na fase de instrução do processo e no júri, o sargento Ahirton Neves Peixoto, que testemunhou o crime, contou que estava em ronda policial com o cabo baleado quando avistaram três suspeitos. Na abordagem, o trio correu e um dos suspeitos atirou três vezes contra o policial, que foi atingido por dois tiros.

Por:Redação Integrada

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/instituicoes-poderao-ofertar-aulas-a-distancia-por-causa-do-coronavirus/

 

 

 




Hospitais de Belém, Altamira e Marabá abrem vagas de emprego de nível médio, técnico e superior

Hospital Público Estadual Galileu, em Belém — Foto: Pró Saúde
As vagas disponíveis são de enfermeiro, técnico de enfermagem, médico do trabalho, auxiliar de farmácia, escriturário hospitalar e analista de laboratório.
Hospitais de Belém, Marabá e Altamira estão contratando profissionais de diversas áreas de nível médio, técnico e superior. Os interessados devem cadastrar o currículo no site do Pró-Saúde, que administra os hospitais.

Em Belém, no Hospital Público Estadual Galileu (HPEG), as vagas são de enfermeiro, técnico de enfermagem e auxiliar de farmácia. Para o Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, sudoeste do Pará, a vaga disponível é destinada à médico do trabalho.

Em Marabá, para o Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), as vagas são destinadas à enfermeiro, técnico de enfermagem, escriturário hospitalar e analista de laboratório.

Para se candidatar ao cargo de enfermeiro, é necessário ter ensino superior completo, cadastro ativo no Conselho Regional de Enfermagem (Coren) e experiência na função. Para as vagas de técnico em enfermagem, o candidato precisa ter o ensino médio completo, curso técnico de enfermagem e registro no conselho de classe ativo.

Para a vaga de médico do trabalho é desejável pós-graduação, experiência na área e registro de classe ativo no Conselho Regional de Medicina (CRM). As vagas de auxiliar de farmácia, escriturário hospitalar e analista de laboratório podem ser preenchidas por candidatos que tem ensino médio completo, noções de informática e é desejável experiência na área.

Os interessados nas vagas devem acessar o menu ‘Trabalhe Conosco’, no site da Pró-Saúde e em seguida, acessar a opção ‘Conheça nossas oportunidades’, clicar na vaga desejada e realizar a inscrição. Para concluir o processo, é necessário realizar o cadastro no portal.

Por G1 PA — Belém
13/03/2020 18h56
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/coronavirus-por-seguranca-inep-suspende-acesso-a-biblioteca-da-instituicao/

 




Após acordo, servidores do Detran-PA decidem suspender greve que durou 53 dias

A deliberação ocorre com a aprovação de termo de acordo firmado com o Sindtran, Casa Civil do Estado e a Seplad.
Manifestação de servidores do Detran em Belém. — Foto: Divulgação

Servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Pará (Detran) aprovaram a suspensão da greve, que já dura 53 dias. A decisão ocorreu durante assembleia geral nesta quinta (12), no acampamento montado em frente ao prédio da sede do órgão, na av. Augusto Montenegro, em Belém.

Segundo a categoria, a deliberação ocorre com a aprovação de um termo de acordo firmado com o Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito (Sindtran), o chefe da Casa Civil do Estado Parsifal Pontes e a secretária adjunta de Planejamento e Administração (Seplad), Thainná Alencar.

O sindicato da categoria informou que o acordo garante a recuperação de parte das perdas inflacionárias da gratificação de trânsito e uma mesa permanente de negociações com a Casa Civil, Seplad, Secretaria de Estado de Fazenda (Sefa) e Detran, para tratar de pautas como o projeto revisional do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR); além da realização de concurso público regionalizado ainda este ano e o plano de investimentos no órgão.

Decisão

O sindicato da categoria informou, ainda, que se manifestou sobre a decisão do desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto, que determinou a suspensão da greve, afirmando que o magistrado foi induzido a erro por apresentação de documento possivelmente adulterado, a ser periciado.

A nota diz que o documento teria levado o desembargador a acreditar que a entidade sindical teria descumprido o prazo legal de 48 horas para a comunicação prévia do início da greve ao Detran. O órgão não se manifestou sobre o assunto.
Por G1 PA — Belém
12/03/2020 21h29

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/professores-de-ed-fisica-usam-recursos-proprios-para-suprir-carencia-de-equipamentos-para-aulas/