Obama Foundation Scholars oferece bolsas para cursos em Nova York com tudo pago

                          As inscrições vão até 13 de dezembro

Estão abertas as inscrições para o programa de bolsas de estudo para cursos em Nova York, pelo Obama Foundation Scholars, programa focado em jovens líderes que tem como CEO o ex-presidente americano Barack Obama, juntamente com a ex-primeira-dama Michelle Obama, que é formada em Direito. As inscrições vão até 13 de dezembro e os contemplados estudarão na Universidade Columbia.

O curso tem, aproximadamente, um ano de duração e é voltado para engajamento de liderança e aprendizado acadêmico. Durante as aulas, os estudantes contarão com workshops com subtemas como gestão, interpretação de dados, resolução para conflitos e como falar em público.

O programa visa capacitar profissionais que têm experiência no comprometimento de serviço e liderança dentro de uma comunidade e pensam em retornar a ela ao fim do programa. Os contemplados com as bolsas terão um apartamento mobiliado, próximo da instituição de ensino; passagens aéreas; seguro saúde e uma ajuda mensal para arcar com os custos de vida em Nova York.

Saiba como se inscrever

Para concorrer às bolsas da Obama Foundation Scholars, o candidato precisa preencher todas as informações pedidas no formulário no site. Além disso, o interessado deve:

– Disponibilizar o currículo atualizado;

– Enviar três cartas de recomendação, que podem ser de familiares ou de trabalho;

– Ter proficiência em inglês comprovada por meio de um vídeo, o personal statement, com duração de cinco minutos e que deve ser compartilhado no YouTube ou Vimeo, com o link disponível no formulário;

– Atender aos requisitos acima até o dia 13 de dezembro deste ano, data limite das inscrições.

Bolsas de estudo no Brasil

É possível também estudar aqui, sem sair do país, com bolsas de até 70% de desconto para cursos de graduação, especializações, MBA e pós-graduação. O Educa Mais Brasil, programa de inclusão educacional, já beneficiou mais de 1 milhão de estudantes. Acesse aqui e veja as opções disponíveis em sua cidade.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/cursos-profissionalizantes-senai-abre-vagas-em-todo-o-pais/

 

 

 




MEC reconhece mais sete cursos superiores no Pará.

Os cursos são de instituições públicas e privadas de várias regiões do Estado e totalizam 935 novas vagas anuais

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu mais sete cursos superiores no Estado do Pará, sendo cinco deles de licenciatura, um de bacharelado e outro tecnológico. Os cursos são de instituições públicas e privadas de várias regiões do Estado e totalizam 935 novas vagas anuais. Em todo o País, foram mais de 5,6 mil vagas em 31 cursos reconhecidos, segundo portaria (nº 181) publicada no dia 13 no Diário Oficial da União (DOU).

No Pará, o maior número de vagas, 580, é para o curso de Ciências Biológicas (Licenciatura) da Universidade da Amazônia (Unama), em Belém. Na capital do Estado ainda foi reconhecido o curso de Enfermagem (Bacharelado), com 100 vagas, da Faculdade Paraense de Ensino, na Cidade Velha. Em Castanhal, a Universidade Federal do Pará (UFPA), teve reconhecido o curso de Letras – Espanhol (Licenciatura), com 40 vagas.

No município de Santarém, foi reconhecido o curso de Licenciatura Integrada em Matemática e Física, da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), com 40 vagas. Ainda aparecem na lista do MEC, o reconhecimentos dos cursos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) de Gestão Ambiental (Tecnológico), no campus de Conceição do Araguaia, com 35 vagas; de Ciências Biológicas (Licenciatura), de Tucuruí, com 40 vagas; e de Física (Licenciatura), de Abaetetuba, com 40 vagas.

A responsabilidade pela publicação é da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC. Segundo a portaria onde está disponibilizada a lista completa dos cursos e das instituições de ensino superior, o reconhecimento dos cursos vale até o próximo ciclo avaliativo, e já está em vigor deste ontem.

Para  a oferta de cursos superiores, as instituições precisam que eles sejam autorizados pelo MEC, que avalia as condições para que isso seja feito. O reconhecimento é uma segunda etapa, ele deve ser solicitado pela instituição quando o curso de graduação tiver completado 50% de sua carga horária. Ou seja, isto deve acontecer no segundo ano de funcionamento para cursos com duração de quatro anos e a partir do terceiro ano para aqueles cuja duração for superior a quatro anos. O reconhecimento de curso é condição necessária para a validade nacional dos diplomas.

Por: O Liberal
Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-981151332 / (093) WhatsApp (93) 984046835 (Claro) Fixo: 9335281839 *e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br