BR-163- Trecho entre Novo Progresso e Moraes Almeida está proibido durante o dia

(Foto:Reprodução)- Segundo a instituição, apenas no período da noite será permitido aos caminhoneiros seguirem viagem.
Em busca de cumprir a meta do governo que é asfaltar toda essa rodovia ainda esse ano, o tráfego de caminhões no trecho entre Progresso e Moraes será bloqueado no período do dia para não atrasar ainda mais as obras, obras essas que já foram bastantes afetadas pelas chuvas dos últimos dias.
A medida é necessária à continuidade das obras de pavimentação do trecho

Trecho em obras com sistema PARE& SIGA (Foto Arte Dnit)
Trecho em obras com sistema PARE& SIGA (Foto Arte Dnit)

Veja Nota
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informa que o tráfego de veículos na BR-163/PA, entre Novo Progresso e Moraes Almeida, por meio do sistema Pare e Siga, será alterado a partir da próxima segunda-feira, 30 de setembro. A medida é necessária à continuidade das obras de pavimentação do trecho, em função do início das chuvas na região.
Diariamente, das 18h às 23h59, será liberado o fluxo na direção Norte, sentido Cuiabá/Miritituba. A liberação dos caminhões no sentido Sul, Miritituba/Cuiabá, acontecerá das 0h às 6h.

Obra Prioritária – A pavimentação da BR-163/PA é uma das principais entregas do Governo Federal para 2019, proporcionando o fluxo ininterrupto de caminhões que levam a safra de grãos do Centro-Oeste para os portos de Miritituba, no Rio Tapajós. Até o final do ano, 51 quilômetros de rodovia serão concluídos, dos quais 36 já foram finalizados durante a janela climática favorável iniciada em julho.

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO COM INFORMAÇÕES DNIT

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/carreira-conheca-um-pouco-das-diferentes-areas-da-enfermagem/

 




Exército realiza obra para liberar o tráfego na rodovia BR-163 no Pará

Exército  realiza obra para liberar provisoriamente o tráfego na BR-163 no município de Trairão.

Homens do Exercito Brasileiro acampado no Distrito de Caracol (Trairão)
Homens do Exército Brasileiro acampados no Distrito de Caracol (Trairão)

Leia Também:Caos em Rodovia – BR-163 Continua Intransitável no Trecho sem pavimentação

A solução provisória para liberação de um trecho da rodovia sem pavimentação entre as comunidades de  Aruri, Três Bueiras, Santa Luzia e Caracol no município de Trairão, contará com ajuda de 50 homens do Exército. O trecho que tem aproximadamente 52 km está totalmente bloqueado desde o inicio do mês de Fevereiro, por causa de atoleiros e trechos escorregadios na rodovia sem pavimentação.

Rodovia BR-163 foi trancada para maquinas trabalhar no trecho
Rodovia BR-163 foi trancada para máquinas trabalhar no trecho

Os motoristas têm enfrentado muita dificuldade naquele local, parados falta água para beber e tomar banho, sem alimentos, assistência médica e o receio de contrair malária e febre amarela.  Foram registrados vários atritos entre os motoristas. Soja foi despejado na rodovia para protestar, no distrito de Caracol moradores sensibilizados improvisaram uma cozinha e fizeram almoço para distribuir para os motoristas gratuito.

Motorista joga soja na BR-163 (Foto WhatsApp-Jornal Folha do Progresso) *Revolta – Motorista descarrega soja na rodovia BR-163
Motorista joga soja na BR-163 (Foto WhatsApp-Jornal Folha do Progresso)
*Revolta – Motorista descarrega soja na rodovia BR-163

Leia Também:Caos na BR-163 – Chuvas no PA deixam trechos de rodovia interrompido- Caminhões estão parados na rodovia

*Revolta – Motorista descarrega soja na rodovia BR-163

A decisão de realizar a força tarefa na BR-163 pelo governo federal,  se deu após gerar milhões de prejuízos com os caminhões parados   e colocar em risco o transporte de grãos do Norte do estado do Mato Grosso até o porto de Miritituba (Itaituba-PA).

Limpeza de atoleiros para preencher com cascalho (Foto WhatsApp-Jornal Folha o Progresso)
Limpeza de atoleiros para preencher com cascalho (Foto WhatsApp-Jornal Folha o Progresso)

O Exército já está no local realizando obra de recuperação, o objetivo é liberar os que estão parados a dias e dar trafegabilidade na rodovia.

Leia Também:Caos em Rodovia – BR-163 Continua Intransitável no Trecho sem pavimentação

Retro escavadeiras estão trabalhando para retirar o lamaçal, no lugar estão colocando pedra com cascalho. A expectativa que até nesta segunda-feira (27) os veículos que estão parados sejam liberados, uma equipe do exército está distribuindo água e alimento para os motoristas. O tempo que a força tarefa vai permanecer não foi divulgado!

Na semana passada, o tráfego ficou praticamente interrompido, com restrição para caminhonetes 4×4, a intensidade de chuva interditou a rodovia com caminhões que chegou a uma fila de mais de 50 quilômetros, a maioria caminhões vazios. Mais de cinco(5) mil caminhões esteve parado na rodovia. Alunos estão sem aulas e o município de Trairão decretou estado de emergência.

A  Polícia Rodoviária Federal (PRF) , Exército e às equipes do Dnit , estão mobilizadas no local desde sábado (25), o objetivo é  executar serviços de emergência e liberar ao caminhões.

Caminhões estão parados na rodovia.
Caminhões estão parados na rodovia.

Da Redação Jornal Folha do Progresso (Fotos WhatsApp -Jornal Folha do Progresso)

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br




Obras do DNIT caminham em marcha lenta em Novo Progresso

Placa sinaliza local da obra e total do valor em r$.
Placa sinaliza local da obra e total do valor em r$.

Fotos Jornal Folha do Progresso-Obras de execução de serviços de Manutenção, conservação e Recuperação, da Rodovia BR-163 com recurso do DNIT e Ministério dos Transportes deixa a desejar em Novo Progresso.

Escritório da empresa PAVIENGE em Novo Progresso.
Escritório da empresa PAVIENGE em Novo Progresso.

DNIT 5
Chegada para quem vem do MT, na cidade de novo Progresso, trecho danificado.

As promessas são muitas, mas as obras  pouco aparecem de fato, esbarram na burocracia ou na falta de recursos efetivamente. O fato é que a recuperação das laterais  Orival Prazeres , Dr, Isaias Antunes e a recuperação da BR-163 no perímetro urbano de Novo Progresso andam a passos lentos ou nem iniciaram ainda.

Uma Placa foi colocado na entrada da Cidade anunciando a obra com mais de R$ 6 milhões de reais, com recursos do DNIT e Ministério dos Transportes,  a empresa “PAVIENGE ENGENHARIA” , responsável pela execução  já se instalou na cidade, até simulou um inicio de serviços na avenida Orival Prazeres, mas desapareceu.

A reportagem do Jornal Folha do Progresso esteve até o escritório da empresa na Avenida Brasil no Bairro Rui Pires de Lima em busca de informações, segundo o atendente identificado apenas como Bruno,  as obras estão sendo executadas, o inicio da recuperação com a operação Tapa Buraco na rodovia Br- 163, teve inicio na Comunidade de Santa Júlia  sentido Novo Progresso, outro serviço foi iniciado na Vila Isol sentido Cuiabá. “O trecho de responsabilidade da empresa vai até o Distrito de Castelo de Sonhos”.  Bruno informou que já foi tapado buraco de 42 quilômetros no trecho da Vila Isol e 40 quilômetros no trecho entre Santa Julia/Itaituba e Santa Julia/Novo Progresso, que segue cronograma de serviços e que vai chegar a tempo para tapar e recuperar o perímetro urbano em Novo Progresso, informou.

Perguntado sobre as avenidas laterais ( AV. ORIVAL PRAZERES – AV.Dr. ISAIAS ANTUNES), Bruno respondeu: “Naquele local realizamos apenas um teste, sem custos ao município, não temos como mexer nas avenidas, nosso compromisso é contratual , por isto priorizamos a rodovia BR-163.

Um trecho danificado na entrada da cidade complica a vida dos motoristas.

Mas se de um lado está o governo, do outro está à população. As reclamações sobre a demora do inicio dos trabalhos do trecho no perímetro urbano de Novo Progresso  são constantes, principalmente onde o  trânsito é mais intenso e já é complicado, fica ainda mais difícil quando não há obras. Uma das reclamações é sobre a entrada da cidade em um trecho totalmente danificado põe em risco os veiculo que trafegam, muitos já usam a via na contra mão para escapar dos buracos.

Um trecho danificado na entrada da cidade complica a vida dos motoristas.
Um trecho danificado na entrada da cidade complica a vida dos motoristas.

A obra tem previsão de conclusão para 02 de Dezembro de 2017, com um investimento de R$ 6,147 milhões. A obra faz parte de um pacote de financiamento do governo federal (DNIT e CAIXA).

 Para avançar nos trabalhos, é preciso que a SEMMA libere a licença ambiental. A extensão da obra é de 160 km.

A Redação do Jornal Folha do Progresso tentou contato via telefone com o DNIT unidade de Itaituba, mas não obteve sucesso, ninguém atendeu o telefone.

Por Jornal Folha do Progresso com Fotos

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)  (093) 35281839  E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br