Com portões fechados, Inter goleia o São José pelo Campeonato Gaúcho

15/03/2020 22:02

Neste domingo, o Internacional visitou o São José no Passo Da Areia e goleou por 4 a 1. Em jogo válido pela terceira rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho, o Colorado construiu o belo placar com um belo gol de falta de Edenílson, dois de Nonato, e com Thiago Galhardo, de pênalti.

Com a vitória, os comandados de Eduardo Coudet chegam a sete pontos, e lideram de maneira isolada o Grupo A. Já o São José estaciona nos 6 pontos, na quarta colocação do Grupo B.

Com a terceira rodada da Libertadores paralisada, por conta da pandemia de coronavírus, o Inter só volta a campo no próximo sábado, no clássico contra o Grêmio, no Beira-Rio.

O jogo – A primeira etapa começou agitada, com boas chances para os dois lados. Apesar de uma boa atuação do São José no começo da partida, foi o Inter quem abriu o placar. Aos 35 minutos, Edenílson cobrou falta com extrema categoria, no ângulo do goleiro Fábio.

Embalados, os colorados ampliaram apenas quatro minutos depois. Moisés recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro para Nonato, que finalizou de primeira para marcar o segundo dos visitantes.

Na segunda etapa, o ritmo continuou forte. Em desvantagem no placar, o São José foi para cima e criou boas oportunidades, mas não conseguiu balançar as redes.

Com a vitória já construída, o Inter teve tranquilidade até consolidar o resultado. Aos 30 minutos, foi a vez de Thiago Galhardo servir Nonato, que pegou de primeira para marcar mais um. Na reta final, o meia foi derrubado dentro da área e a arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, Thiago Galhardo bateu firme no meio do gol e anotou o quarto do Colorado.

Com o placar já elástico, o São José até chegou ao gol de honra. Aos 45, Goiano pegou rebote após cobrança de falta de Tavares e completou para as redes.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo)
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/coronavirus-por-seguranca-inep-suspende-acesso-a-biblioteca-da-instituicao/




Em jogo com oito expulsões, Grêmio e Inter empatam pela Libertadores

Oito expulsões e nenhum gol marcaram o primeiro Gre-Nal da história da Copa Libertadores. O Grêmio recebeu o Internacional nesta quinta-feira, pela 2ª rodada da fase de grupos do torneio sul-americano, e as equipes ficaram no 0 a 0. Em jogo mais brigado que jogado, uma confusão generalizada no segundo tempo rendeu quatro expulsões de cada lado.

Com o empate, o Internacional segue na liderança por conta do saldo de gols. As duas equipes somam quatro pontos após uma vitória e um empate. O Colorado soma três de saldo, enquanto o Tricolor tem dois. Na terça-feira, o América de Cali-COL derrotou a Universidad Católica-CHI fora de casa e chegou a três pontos no 3º lugar; os chilenos estão zerados após duas derrotas.

O Gre-Nal 424 foi o primeiro das equipes na história da Libertadores. Os gaúchos já haviam feito quatro clássicos pela Sul-Americana, nas edições de 2004 e 2008, com uma vitória para cada lado, dois empates e duas classificações para o Colorado. Nesta quinta-feira, poucas chances e falta de pontaria nas oportunidades criadas.

Após primeiro tempo com mais investidas dos visitantes, o jogo ficou mais aberto na metade final e contou com oportunidades claras para os dois lados. Ninguém, porém, conseguiu tirar o 0 do marcador.

Apesar de visitar o Grêmio, foi o Internacional quem criou as melhores chances da primeira etapa. Aos 12 minutos, a defesa gremista afastou escanteio cobrado por Boschilia, mas a boal sobrou para Edenílson na entrada da área. O volante experimentou chute de média distância, forçando boa defesa de Vanderlei no canto direito.

Aos 32, o Colorado teve a melhor chance do primeiro tempo com Boschilia. O meia tabelou com Guerrero e invadiu a área. Na hora de finalizar cara a cara com Vanderlei, tentou um toque por cavadinha, que saiu baixo e à esquerda da meta gremista. Apesar de muita vontade das duas equipes, os lances foram os únicos dignos de nota nos primeiros 45 minutos.

Após passar despercebido ofensivamente no primeiro tempo, o Grêmio voltou mais ligado na segunda etapa. Aos 18 minutos, Jean Pyerre experimentou de média distância, a bola foi no canto esquerdo e forçou a primeira intervenção importante de Lomba no clássico.

O jogo ficou mais aberto e a resposta colorada veio aos 23 minutos. Edenílson pegou rebote da defesa do Grêmio e arriscou mais uma vez de fora da área. A bola quicou dentro da área, passou por Vanderlei e explodiu na trave. Dois minutos depois, Pepê fez fila na defesa do Inter, cortou três defensores em direção ao lado esquerdo e bateu cruzado, para nova defesa de Lomba.

As melhores chances do Gre-Nal surgiram nos momentos finais. Aos 34 minutos, Guerrero deixou para Boschilia, que invadiu a área pelo lado esquerdo e acertou a trave.

Três minutos depois, Cebolinha colocou para Luciano, que saiu livre na frente do goleiro. O atacante, que entrou no segundo tempo no lugar de Diego Souza, tentou marcar com cavadinha, mas colocou muita força e a bola passou por cima do gol.

Aos 40, cenas lamentáveis na Arena do Grêmio. Pepê e Moisés começaram confusão generalizada, que durou mais de 15 minutos e acabou com a expulsão dos dois, Edenílson, Cuesta, Praxedes (no banco), Luciano, Caio Henrique e Paulo Miranda (no banco).

Após a confusão, os times voltaram a campo com oito jogadores de cada lado. No minuto final, Victor Ferraz fez boa jogada pelo corredor direito e rolou para Lucas Silva. O volante pegou de primeira da meia-lua e a bola explodiu no travessão após leve desvio de Lomba. A bola acabou não entrando e o clássico gaúcho terminou sem gols.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Lucas Uebel/assessoria)
12/03/2020 22:31
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/professores-de-ed-fisica-usam-recursos-proprios-para-suprir-carencia-de-equipamentos-para-aulas/

 




Debaixo de chuva, Inter vence com reservas e confirma liderança do Gaúcho

Neste sábado, pela 5ª rodada do Campeonato Gaúcho, o Internacional venceu o Novo Hamburgo por 2 a 0 no Beira-Rio. Em jogo de muita chuva em Porto Alegre, o Colorado foi com os reservas e saiu com o resultado positivo com gols de Heitor e Marcos Guilherme.

Com a vitória, o time de Eduardo Coudet termina a primeira fase do estadual de forma invicta e na liderança do Grupo A com 13 pontos. Já o Novo Hamburgo terminou na quinta colocação, com apenas três.

O primeiro tempo começou morno no Beira-Rio e o Inter só criou a primeira grande chance aos 27 minutos, quando Sarrafiore acertou a trave. Aos 31, o argentino apareceu novamente com um chute de fora da área para boa defesa do goleiro adversário.

Depois que a chuva caiu, o jogo ficou truncado, mas o Colorado conseguiu achar o gol antes do intervalo, aos 43 minutos. Heitor recebeu de Boschilia na entrada da área e finalizou de canhota para colocar a equipe em vantagem.

A chuva diminuiu no intervalo, mas voltou a apertar durante a segunda etapa. Com a água acumulada, as equipes tinham dificuldade de criar jogadas de ataque. Ainda assim, Marcos Guilherme ampliou o marcador aos 35 minutos, depois de aproveitar a sobra dentro da área, e fechou a vitória.

O Inter volta a campo nesta terça-feira, às 19h15, no duelo de volta contra a Universidad de Chile, válido pela segunda fase da Copa Libertadores. Já o Novo Hamburgo terá a Ponte Preta pela frente, na quinta-feira, pela Copa do Brasil.
Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)
08/02/2020 18:17
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/cresce-numero-de-estudantes-interessados-em-curso-de-gastronomia-ead-em-2020/

 




Com direito a valsa, Inter bate Juventude no Beira-Rio e é hexa do Gauchão

Nem uma, nem duas, nem três, nem quatro, nem cinco. Seis títulos seguidos. O Inter venceu o Juventude por 3 a 0, no Beira-Rio, sacramentou a conquista do Campeonato Gaúcho e chegou ao hexa no estadual. A equipe já havia se sagrado campeã em 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015.

3x hexa

Este foi o terceiro hexa na história do clube colorado. A última vez que isso aconteceu faz tempo. Foi em 1974. Há 42 anos, o Inter venceu as 18 partidas que disputou e acabou invicto para levantar a taça.

Já na partida deste domingo, o time comandado por Argel Fucks só precisava de um empate depois de vencer o duelo de ida por 1 a 0. Na volta, o resultado foi melhor ainda, mas com uma diferença: a presença da torcida no Beira-Rio.

Os gols do título

O primeiro gol foi marcado por Eduardo Sasha. Aos 14 minutos do primeiro tempo, o atacante aproveitou cruzamento de Willian e cabeceou firme para o fundo do gol. Na comemoração, teve dança. O camisa 9 pegou a bandeirinha de escanteio e dançou uma “valsa de 15 anos” para provocar o rival Grêmio, que não vence um título de expressão desde 2001.

Já aos 24 do segundo tempo, Willian deu nova assistência, desta vez para Paulão, que apareceu no segundo pau e completou de cabeça para aumentar a vantagem.

Mais tarde, Gustavo Ferrareis sacramentou a vitória. Aos 36, o garoto aproveitou cruzamento de Artur e fez o terceiro dos donos da casa.

Pós-festa

Hexacampeão, o Inter terá alguns dias para comemorar o título antes da estreia no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, a equipe colorada encara a Chapecoense no Beira-Rio pela 1ª rodada da competição.

Enquanto o Juventude só volta a campo daqui duas semanas. No domingo, dia 22 de maio, o time de Caxias do Sul recebe o Ypiranga-RS na estreia da Série C do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 0 JUVENTUDE

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 08 de maio de 2016, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael Alves e Júlio César Santos (ambos do RS)
Cartões amarelos: William e Paulão (Inter); Lucas, Pará, Heverton, Hugo e Bruno Ribeiro (Juventude)

GOLS:
INTERNARCIONAL: Eduardo Sasha, aos 14 minutos do primeiro tempo, Paulão, aos 24 do segundo tempo, e Gustavo Ferrareis, aos 37 do segundo tempo

INTERNACIONAL: Alisson; William (Paulo Cezar), Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob (Jair), Fabinho, Anderson (Gustavo Ferrareis) e Andrigo; Aylon e Eduardo Sasha

Técnico: Argel Fucks

JUVENTUDE: Elias; Hélder (Wallacer), Klaus, Heverton (Sassá) e Pará; Wanderson, Lucas, Bruno Ribeiro (Felipe Lima) e Hugo; Dieguinho e Roberson
Técnico: Antônio Carlos Zago

Por ESPN
Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-981151332 / (093) WhatsApp (93) 984046835 (Claro) Fixo: 9335281839 *e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br




Inter vence Juventude fora de casa e fica a um empate do hexa

O Internacional está mais perto de ficar com o título do Campeonato Gaúcho. Neste domingo, o time colorado venceu o Juventude por 1 a 0 (gol de Andrigo), fora de casa, no estádio Alfredo Jaconi e só precisa de um empate para levantar a taça do estadual.

Se realmente se sagrar campeão, este será o sexto título consecutivo da equipe no Gauchão. Desde 2011, só o Inter ergueu a taça no Rio Grande do Sul.

Gol solitário

Os visitantes abriram o placar aos 22 minutos do primeiro tempo. Vitinho fez belo lançamento para Andrigo, que dominou e bateu no ângulo do goleiro Elias. Belo gol.

Vermelho e pressão

Mesmo dentro de casa, o Juventude não conseguiu repetir os bons desempenhos que apresentou ao longo da competição. Na semifinal, inclusive, a equipe fez 2 a 0 no Grêmio, resultado que foi decisivo para assegurar a vaga na final na partida de volta.

Já neste domingo, o time de Caxias do Sul se lançou mais ao ataque no segundo tempo, principalmente depois que Vitinho recebeu o segundo cartão amarelo, consequentemente o vermelho, e deixou o Inter com um a menos aos 23 minutos. Porém, mesmo pressionando os visitantes, o Juventude não conseguiu o gol de empate.

A melhor chance veio aos 47, quando Hugo bateu falta de frente para o gol, mas a bola desviou na barreira e saiu.

Vale a taça

Com a vitória, o Inter joga por um empate para ser hexacampeão estadual. Se o Juventude vencer por 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. O duelo no Beira-Rio acontece no próximo domingo.
Por ESPN

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981151332 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)  (093) 35281839  E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br