Guerrero brilha e Internacional vence Universidad Católica pela Libertadores

O Internacional começou a fase de grupos da Libertadores em grande estilo. O Colorado recebeu a Universidad Católica nesta terça-feira, e venceu por 3 a 0, em confronto válido pela 1ª rodada da competição sul-americana.

Pressionando do início ao fim, os brasileiros tiveram o controle da partida, mas só conseguiram marcar na segunda etapa. Guerrero brilhou e balançou as redes duas vezes. Marcos Guilherme fechou o marcador.

Com a vitória, a equipe comandada por Eduardo Coudet assumiu provisoriamente a liderança do grupo E, com três pontos somados. Grêmio e América de Cali fazem o outro confronto da chave, também nesta terça-feira, às 21h30 na Colômbia.

O jogo – Melhor na partida do início ao fim, o Internacional pressionou a Universidad Católica desde o apito final. Marcos Guilherme, aos três minutos, Thiago Galhardo, aos oito e aos nove, e Guerrero, aos 24, tiveram boas chances, mas não conseguiram abrir o placar.

Na segunda etapa, a pressão se transformou em bola na rede. Após três chances consecutivas claras para o Colorado aos sete minutos, os mandantes abriram o placar com a estrela de Paolo Guerrero, aos 16.

Em cobrança de falta de média distância, o peruano mirou no lado esquerdo, mas a bola desviou na cabeça de um dos jogadores que formava a barreira, mudou direção e matou o goleiro. 1 a 0 Inter.

O segundo tento do camisa 9 veio com ajuda da defesa. Em reposição aos 21 minutos, o goleiro Dituro errou e lançou no pé de Galhardo, que rapidamente acionou Guerrero. O peruano recebeu com liberdade, invadiu a área e bateu no contrapé. A bola ainda desviou por capricho na trave antes de entrar.

Dono do jogo, o Inter ainda ampliou o placar aos 26, agora em bela jogada coletiva. Da entrada da área, Uendel passou para Edenílson em profundidade; o volante cruzou rasteiro para trás e encontrou Guerrero. O camisa 9 passou ao invés de bater para o gol e acabou achando Marcos Guilherme na riscas da pequena área. O atacante só teve o trabalho de empurrar para as redes e fechar o marcador da vitória. 3 a 0 e show colorado.

Antes do fim, ainda deu tempo para os mandantes provocarem uma expulsão. Após outra boa trama, Edenílson lançou Galhardo, que ia saiu na cara do gol. Antes de invadir a área, o atacante foi derrubado pelo zagueiro Huerta, que levou vermelho direto.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)
03/03/2020 20:10

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/curso-ead-para-professores-e-ofertado-em-parceria-com-a-capes/

 




Internacional vence Tolima e avança na Libertadores

O Internacional está na fase de grupos da Copa Libertadores da América. Nesta quarta-feira, o Colorado recebeu o Tolima no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pelo jogo de volta da terceira fase, e venceu por 1 a 0. Com o 0 a 0 da partida de ida, os gaúchos garantiram a classificação. Guerrero desencantou e marcou o gol decisivo após um mês sem balançar as redes.

A noite também foi particularmente marcante para D’Alessandro. Expulso na segunda etapa, o camisa 10 chegou a 86 partidas disputadas pelo torneio continental, isolando-se como o argentino com mais jogos pela competição. Ele ultrapassou Agustín Orión, ex-goleiro de Estudiantes, San Lorenzo, Boca Juniors e Racing.

Agora, os comandados de Eduardo Coudet entram no Grupo E da Libertadores, junto com Grêmio, América de Cali-COL e Universidad Católica-CHI. A estreia do Inter na fase de grupos está marcada para a próxima terça-feira (3), às 19h15 (de Brasília), em duelo contra os chilenos. Antes disso, o Internacional entra em campo no sábado (29), às 19h, para encarar o Caxias, pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

Jogando com o apoio de sua torcida, o Internacional ameaçou o adversário logo no primeiro minuto da partida. Guerrero recebeu fora da área e arriscou a finalização, mas Montero se esticou todo para evitar o gol. O lance foi um dos poucos que levaram perigo na etapa inicial.

Assim como no jogo de ida, a equipe gaúcha dominava a posse de bola, mas com muitos toques de lado e dificuldade na criação de jogadas. Tentando dar mais agressividade ao time, Coudet colocou Marcos Guilherme no lugar de Lindoso. Pelo lado do Tolima, Rodríguez e Estupiñán chutaram bem, porém Lomba apareceu bem para salvar o Colorado.

Aos 48 minutos, quando parecia que o empate persistiria até o intervalo, os brasileiros tiraram o zero do marcador. Marcos Guilherme passou para D’Alessandro, que driblou Banguero e soltou para Paolo Guerrero, que empurrou para o fundo das redes, colocando os donos da casa em vantagem.

Na segunda etapa, D’Alessandro criou um problema para o Internacional. Aos 16 minutos, camisa 10 deu uma entrada em Robles e levou o segundo cartão amarelo, deixando a equipe brasileira em desvantagem numérica. Os gaúchos tiveram dificuldade, mas conseguiram se segurar e garantiram a classificação para a fase de grupos.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)26/02/2020 22:33

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/fies-e-p-fies-resultado-da-inscricao-e-divulgado-nesta-quarta-dia-26/

 




Inter vira, vence Atlético-MG e passa Corinthians na despedida do Brasileiro

Na despedida do Campeonato Brasileiro, o Internacional recebeu o Atlético-MG no Beira-Rio e venceu, de virada, por 2 a 1. O resultado, que veio apenas nos acréscimos, serviu para o Colorado ultrapassar o Corinthians e assumir a 7ª colocação da tabela.

Com o resultado, o Colorado atingiu 57 pontos, contra 56 dos paulistas. Além da classificação para a Pré-Libertadores, já garantida, a vitória rendeu R$ 1,7 milhão a mais em premiação. Já o time mineiro, ficou com 48 pontos e terminou o Brasileirão no 13º lugar, ficando com uma das vagas para a Copa Sul-Americana.

Após levar gol de Otero, aos cinco minutos de jogo, os mandantes viraram na segunda etapa, com tentos de Guerrero e Cuesta, o último já nos 52 minutos.

O jogo
O Atlético-MG abriu o placar na primeira boa oportunidade do jogo. Logo aos cinco minutos, Maicon recuperou a bola e deixou com Di Santo, o argentino protegeu e encontrou Otero dentro da área. O meia dominou, fintou o marcador e bateu com frieza para tirar de Marcelo Lomba. 1 a 0 Galo.

O Inter seguiu no campo de ataque na segunda etapa e teve boa chance de empatar com Guerrero. Aos 13 minutos, Cuesta pegou rebote de cobrança de escanteio e cruzou mais uma vez para a área, o zagueiro encontrou o camisa 9 que cabeceou para boa defesa de Victor no contra-pé.

O empate veio aos 36 minutos, nos pés do peruano. Nonato bateu da entrada da área, a bola desviou na defesa e sobrou para Guerrero. O atacante bateu firme para furar as redes. Após o lance, o VAR demorou cerca de quatro minutos para validar o lance após suspeita de impedimento. 1 a 1.

Ainda em busca da 7ª colocação, o Colorado buscou a virada no estouro dos acréscimos, aos 52 minutos. Em falta lateral, D’Alessandro foi para a cobrança e encontrou Cuesta livre no meio da área, o zagueiro só precisou dar um leve desvio para bater Victor e alterar o placar. 2 a 1 e virada gaúcha.

Gazeta Esportiva (fotRicardo Duarte/assessoria)08/12/2019 18:04

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/mensalidades-escolares-mais-que-dobraram-em-10-anos-segundo-procon/

 




São Paulo joga bem, vence o Inter e vai à fase de grupos da Libertadores

O São Paulo está confirmado na fase de grupos da Copa Libertadores de 2020. Nesta quarta-feira, o Tricolor recebeu o Internacional, no Morumbi, em confronto direto pela disputada vaga em uma das chaves do torneio continental e não decepcionou seus torcedores, saindo de campo com uma grande atuação e, por consequência, com a importantíssima vitória por 2 a 1. Antony e Vitor Bueno balançaram as redes para os donos da casa. Guilherme Parede descontou para o Colorado.

Com o resultado, o São Paulo não tem mais qualquer chance de ser desbancado da sexta colocação, último posto que garante vaga direta à fase de grupos da Libertadores. Restando apenas uma rodada, o Tricolor agora terá apenas de cumprir tabela contra o CSA, em Maceió, no próximo domingo, às 16h (de Brasília).

Essa será a 20ª participação do Tricolor na Libertadores. O clube é o brasileiro que mais vezes venceu o torneio (3) ao lado de Santos e Grêmio, mas neste ano protagonizou um vexame ao ser eliminado na fase preliminar para o modesto Talleres, da Argentina. Justamente por isso, conquistar a vaga direta à fase de grupos da competição era questão de honra para o estrelado elenco que foi montado no decorrer da temporada.

O jogo – O São Paulo fez um primeiro tempo de almanaque e ao estilo de Fernando Diniz. Embora o treinador não tenha figurado na beira do campo por ter de cumprir suspensão automática, os jogadores desta vez aparentemente entenderam melhor o que o comandante pediu, demonstrando um futebol envolvente com bastante movimentação e trocas de passes rápidas. Desta forma, não demorou para que o placar fosse aberto.

Aos 15 minutos, Igor Gomes recebeu no meio-campo e aproveitou o espaço deixado pela zaga do Internacional para dar um lindo passe em profundidade para Antony, que saiu cara a cara com o goleiro Marcelo Lomba e tocou na saída do adversário, com a parte externa do pé, para estufar as redes.

Empolgado com o gol, o São Paulo continuou pressionando o Internacional e por pouco não ampliou aos 24 minutos, em jogada de bola parada. Daniel Alves cobrou falta de longa distância, por cima da barreira, buscando o ângulo de Marcelo Lomba, que viu a bola passar rente ao travessão. Já aos 31 foi a vez do Good Crazy sair mano a mano com o goleiro colorado e tocar por cobertura, mas acertou a trave. O assistente, no entanto, já havia marcado impedimento na jogada.

Antes de as equipes irem para o intervalo, tanto o Internacional quanto o São Paulo tiveram chance de balançar as redes. Aos 38 minutos, Guerrero recebeu na entrada da área, limpou a marcação, e a bola sobrou para Nonato, que chegou chapando e tirando tinta da trave de Tiago Volpi. Já aos 44 foi a vez de Pablo receber grande passe de Antony, que desarmou a zaga depois de um vacilo na saída de bola, e bater de primeira, mas em cima de Marcelo Lomba.

Segundo tempo

O São Paulo voltou para o segundo tempo ainda mais ligado e logo aos três minutos tratou de ampliar a vantagem aproveitando o contra-ataque. Tchê Tchê colocou Antony para correr, e o garoto se livrou de dois marcadores antes de dar passe açucarado para Vitor Bueno, que saiu na cara do gol e precisou apenas tocar no cantinho para correr para o abraço.

E o São Paulo só não fez o terceiro aos 11 minutos porque o assistente marcou impedimento de Arboleda. Em cobrança de falta pela esquerda, o zagueiro equatoriano subiu mais alto que todo mundo no primeiro pau e completou para o fundo das redes, mas ele, de fato, estava um pouco adiantado no momento do cruzamento.

Embalado, o Tricolor continuou em cima do Inter e esteve muito próximo de ficar em situação ainda mais confortável aos 20, quando Pablo completou de cabeça o cruzamento da esquerda, tirando tinta da trave de Marcelo Lomba. Depois, aos 22, foi a vez de Vitor Bueno concluir praticamente a mesma jogada, mas o goleiro Colorado fez grande defesa para salvar sua equipe.

De tando desperdiçar, o São Paulo acabou castigado aos 24 minutos. Guerrero tabelou na entrada da área e bateu rasteiro, forçando a defesa de Tiago Volpi, porém, no rebote, Guilherme Parede estava no lugar certo para completar de primeira e descontar para o Internacional, mas foi só. Sem conseguir crescer na partida, o Colorado acabou tendo de se conformar com a amarga derrota no confronto direto por uma vaga na fase de grupos da Libertadores.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte:Internacional)04/12/2019 22:32

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/participantes-do-premio-capes-talento-universitario-podem-consultar-o-local-de-prova/

 




Com vaias, Inter perde para o Goiás no Beira-Rio e vê vaga no G8 ameaçada

Nesta quarta-feira, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional recebeu o Goiás no Beira-Rio e acabou derrotado por 2 a 1. Mesmo jogando em casa, os comandados de Zé Ricardo não fizeram um bom jogo, sofreram com contra-ataques e pararam nas mãos de Tadeu.

Com o resultado, o Colorado estaciona nos 51 pontos. A equipe ainda pode ser ultrapassada pelo Corinthians, que ainda joga na rodada. O Esmeraldino vem na cola com 49, na 9ª colocação e dá mostras de que pode brigar por uma vaga na Libertadores.

O Inter volta a campo neste sábado, às 19h, precisando da vitória para retomar a confiança. Os comandados de Zé Ricardo vão até o Rio de Janeiro, onde visitam o Botafogo, no Nilton Santos. Por outro lado, o embalado Goiás volta ao Serra Dourada para encarar o Fortaleza, no domingo, às 16h.

Apesar de jogar em casa, o Internacional não apresentou bom futebol no primeiro tempo e viu o Goiás balançar as redes sem muita demora. Logo aos 14 minutos, Rafael Vaz mandou uma bomba de fora da área e Marcelo Lomba não conseguiu encaixar. Michael disputou o rebote e a bola sobrou limpa para Rafael Moura empurrar para as redes com tranquilidade.

O Inter tinha dificuldade para criar jogadas de perigo, e só conseguiu assustar nos minutos finais. As chances apareciam com muito volume, mas pouca eficiência. O goleiro Tadeu, entretanto, estava inspirado mais uma vez e impediu o empate dos Colorados antes do intervalo.

No segundo tempo, o jogo ficou semelhante. O Colorado até criou boas oportunidades, mas Tadeu salvou com grandes defesas. Em um contra-ataque, aos 28 minutos, Michael fez o segundo do Goiás. Ele arrancou em velocidade no contra-ataque, entortou Heitor e Uendel na entrada da área e bateu com categoria na saída de Lomba.

O Inter ainda conseguiu descontar em cobrança de escanteio. Aos 32, D’alessandro cobrou com veneno na pequena área e Paolo Guerrero completou de cabeça. Depois disso, entretanto, o Colorado não conseguiu chegar ao empate e terminou o jogo sob vaias da torcida.
Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte:SCI)27/11/2019 20:45

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-como-funciona-a-renovacao-semestral/

 




Flamengo faz 3 a 1 no Internacional e abre vantagem na liderança

Por:Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo)/25/09/2019 22:55 – O Flamengo não para. A equipe rubro-negra enfrentou o Internacional na noite desta quarta-feira no Maracanã, em jogo marcado por duas expulsões dos visitantes, e venceu o time gaúcho por 3 a 1, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Mengão chegou à oitava vitória seguida no torneio nacional e se isolou ainda mais na liderança com 48 pontos somados, seis a mais que o 2º colocado Palmeiras, que enfrenta o CSA no Allianz Parque na próxima quinta-feira. Já o Internacional estacionou nos 36 pontos, mas manteve a 4ª colocação devido ao tropeço do São Paulo em casa para o Goiás.

Ainda na primeira etapa, a equipe colorada ficou com nove em campo. Bruno foi expulso após pênalti sofrido e convertido por Gabigol. Guerrero também foi para o vestiário mais cedo após reclamação acintosa.

Na segunda etapa, o Inter anotou gol improvável com Edenílson no início, mas não suportou a pressão e sofreu tentos de Arrascaeta e Bruno Henrique para fechar a contagem.

Tomando a maior iniciativa do confronto, o Flamengo teve a primeira grande chance de balançar as redes aos 14 minutos. Gabigol recebeu bola em profundidade, fintou o marcador com o corpo e partiu para a área. Após driblar o goleiro Lomba, o atacante foi puxado por Bruno. Pênalti.

Após longa consulta ao VAR, o árbitro confirmou a penalidade e expulsou o lateral do Inter. Na cobrança, Gabigol bateu firme no canto direito alto da meta gaúcha para abrir o placar.

Aos 40, Guerrero também recebeu cartão vermelho após reclamação acintosa com o árbitro Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP). O peruano reivindicava falta em dividida pelo alto com Rodrigo Caio, que abriu o supercílio do atacante.
Com dois a mais, o Rubro-Negro tomou um susto no início da 2ª etapa, mas conseguiu reverter a situação e garantir a vitória no Maracanã.

Aos três minutos, a defesa do Flamengo vacilou; Arão e Rodrigo Caio perderam dividida para Patrick, a bola sobrou para Uendel, que rolou para Edenílson na entrada da área. O volante bateu e a bola ainda desviou em Gerson antes de entrar.

A igualdade, porém, durou pouco tempo. Já aos 10, Rafinha cruzou para Arrascaeta, que subiu entre Klaus e Zeca para cabecear para marcar o segundo. Pressionando dentro de casa, o Rubro-Negro chegou ao terceiro aos 29 minutos.

Rafinha acertou novo cruzamento e desta vez Arrascaeta, na segunda trave, ajeitou para Bruno Henrique, que só precisou empurrar para as redes.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/resultado-de-atendimento-especializado-do-enade-ja-pode-ser-consultado-pelos-candidatos/

 

 




Athletico-PR vence Internacional e sai na frente na final da Copa do Brasil

Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)/11/09/2019 22:41/- O Athletico-PR saiu em vantagem na decisão da Copa do Brasil contra o Internacional, nesta quarta-feira. Jogando na Arena da Baixada, a equipe da casa bateu o Colorado por 1 a 0 na partida de ida da final do torneio.

Pressionando os visitantes e controlando mais as ações da partida, o Furacão abriu o placar aos 12 minutos da 2ª etapa, em belo gol do volante Bruno Guimarães, após troca de passes com Marco Ruben. O tento foi o único do confronto e deu a vantagem para os paranaenses na volta.

A decisão da Copa do Brasil acontece na próxima quarta-feira, também às 21h30 (horário de Brasília), no Beira-Rio em Porto Alegre. Para ficar com o título, o Internacional precisará vencer por dois gols de diferença, enquanto o Athletico-PR joga pelo empate. A competição não conta com o critério de gol fora de casa, logo, se o Colorado vencer por diferença de um gol, a taça será decidida nos pênaltis.

1º tempo
Jogando em casa, o Athletico-PR reteve mais a posse da bola na primeira etapa e tentou pressionar a equipe gaúcha. Apesar de passar mais tempo no campo do adversário, o Furacão finalizou na mesma quantidade que o Inter; 4 a 4, sendo que os mandantes não acertaram o gol, enquanto os visitantes conseguiram duas vezes.

Aos 12 minutos, o Inter teve sua principal chance. Em lançamento de D’Alessandro, Nico Lopez recebeu livre na ponta esquerda da área e bateu cruzado para fora do gol. Um minuto depois, os mandantes chegaram à sua finalização mais perigosa. Após bela construção coletiva, a bola sobrou para Rony na entrada da área. O atacante pegou de primeira com firmeza, mas a bola passou à esquerda do travessão colorado.

2º tempo
Impondo a mesma pressão, o Athletico-PR seguiu tendo mais a bola e comandando as ações no 2º tempo, mas com uma diferença: os mandantes acertaram o pé na tabela ao redor da área e chegaram ao gol.

Aos 12 minutos, Marco Ruben recebeu na faixa esquerda do ataque e tabelou com Bruno Guimarães. O último passe do argentino não saiu tão preciso, mas após corte parcial de Moledo, a bola sobrou para o volante pegar de primeira e estufar as redes. Chute no ângulo direito da meta colorada para um belo gol do camisa 39, seu décimo com a camisa do Furacão.

Depois do gol, o Inter desperdiçou chance dentro da área aos 25 minutos. Dois minuto depois, Rony fez bela jogada individual, passando três marcadores e arriscando da entrada da área. O chute veio forte no centro do gol e Lomba conseguiu espalmar para evitar o segundo. A partida terminou com a vantagem parcial do Athletico, que agora poderá jogar pelo empate em Porto Alegre.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/saiba-quem-e-a-primeira-relacoes-publicas-com-down-do-brasil/




Internacional elimina o Cruzeiro e faz final da Copa do Brasil com Athlético

Por:Lance (foto: Ricardo Duarte/assessoria/arquivo)-/04/09/2019 22:37 – O Internacional é o segundo finalista da Copa do Brasil 2019. O time gaúcho venceu com facilidade do Cruzeiro por 3 a 0, gols de Guerrero, duas vezes, e Edenílson, encerrando o sonho azul de chegar à terceira final da competição mata-mata.

A equipe do Sul do Brasil irá encarar o Athletico-PR, que eliminou o maior rival do colorado, Grêmio. Os mandos de campo da final, que se inicia na próxima semana, será decidido nesta quinta-feira, em sorteio na CBF. Será uma decisão inédita na história do torneio.

Ao Cruzeiro, resta o Brasileiro, onde terá de fugir da briga contra o rebaixamento após fazer uma de suas piores partidas no ano, com erros dentro de campo, da equipe, e na forma de mexer e posicionar os atletas de Rogério Ceni, que custaram caro ao time celeste.

Começo bom, mas chances perdidas

O time mineiro teve bom início de partida e chegou a ameaçar o gol do colorado em pelo menos três oportunidades. Mas, a pontaria não foi boa o suficiente para sair do primeiro tempo com um gol na frente do Internacional. O castigo viria ainda na primeira etapa.

A defesa do Cruzeiro permitiu que o Inter trabalhasse a bola próxima à sua área, em seguida sobrou para D´Alessandro, que cruzou entre os zagueiros celestes para Guerrero abrir o placar. O caminho da classificação gaúcha estava aberto.

Erro de Rogério Ceni na mexida

Logo no início do segundo tempo, Dedé sentiu um problema muscular e não pôde retornar para a etapa final de jogo. Ao invés de colocar um jogador da posição Rogério Ceni , Léo estava no banco de reservas, o treinador da Raposa optou por Ariel Cabral no meio de campo, recuando Henrique para a zaga.

O resultado foi muito ruim, pois o ataque colorado levava vantagem em quase todas as jogadas, já que o veterano volante não mostrou muito cacoete na posição de zagueiro.

Apatia em campo

O segundo tempo do Cruzeiro foi fraco, sem força ofensiva, frágil na defesa, o que obrigou Ceni a tentar recompor o meio de campo com a entrada de Éderson. Fred entrou no lugar de Pedro Rocha, mas pouco pode fazer com o isolamento na grande área colorada.

Paolo Guerrero, o nome do jogo, se “vinga” da Raposa

Em 2017, quando ainda jogava pelo Flamengo, o peruano Guerrero viu o título da Copa do Brasil escapar justamente para o Cruzeiro, em disputa de pênaltis. Naquela ocasião, o atacante teve uma chance de dar o caneco ao Fla, mas a bola não entrou.

Em novo encontro com o time mineiro, Guerrero foi à forra, marcando os dois gols colorados, com o segundo sendo uma pintura, mostrando que ainda é um grande centroavantes do futebol brasileiro, tendo a chance de dar o título da Copa do Brasil para o Inter depois de 27 anos.

Terceira derrota em 2019

O Cruzeiro não teve sorte com o Internacional nesta temporada. Em três encontros, todos com vitória gaúcha. Dois triunfos na Copa do Brasil e um no Brasileiro.

Fim de papo. Inter na final da Copa do Brasil

Edenílson saiu na cara do gol de Fábio e com um belo toque de cobertura, enterrou de vez qualquer chance azul de seguir na competição mata-mata. O gol do volante simbolizou o nível de jogo apresentado pela Raposa: muito abaixo do que se esperava para uma decisão deste porte.

Próximos compromissos

O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, contra o Grêmio, domingo, 8 de setembro, às 11h, no Independência. O Colorado vai receber o São Paulo no sábado, 7 de setembro, às 19h. no Beira-Rio.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/participantes-da-olimpiada-de-matematica-ja-podem-conferir-local-das-provas/

 




Flamengo empata com Internacional e avança para semifinal da Libertadores

Por:Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)- 28/08/2019 22:46 – O Internacional empatou nesta quarta-feira com o Flamengo por 1 a 1 no Estádio Beira-Rio pela segunda partida das quartas de final da Libertadores. Mesmo contando com apoio extraordinário do seu torcedor, o Colorado só conseguiu ter um bom desempenho no segundo tempo. Na etapa inicial os cariocas perderam ótimas chances de estar vencendo. Rodrigo Lindoso fez para o Inter, enquanto Gabigol deixou tudo igual.

Com o resultado, o Flamengo chegou a uma semifinal depois de 35 anos. Já o Colorado pela primeira vez foi eliminado nas quartas de final.

Na semifinal, o Flamengo enfrenta o Grêmio. O jogo de ida será na Arena e a segunda partida ocorre no Maracanã. As datas dos confrontos ocorrem nos dias 02 e 22 de outubro.

O Jogo – Mesmo em vantagem os cariocas já levaram perigo no começo de partida. Com 01 minuto, Gabigol acionou Arrascaeta na esquerda, e o uruguaio bateu de canhota para Marcelo Lomba espalmar. Aos 02, Gabigol saiu na cara do goleiro do Inter, mas não conseguiu abrir o placar.

Depois de um início titubeante, os donos da casa tentam se encontrar na partida. Sem intensidade, o Colorado tem dificuldade de penetrar no sistema defensivo do Mengão. O Flamengo valorizou a bola o que não permitiu os vermelhos de levar perigo a meta de Diego Alves. Aos 21, Everton Ribeiro tentou de novo de fora da área. Marcelo Lomba defendeu com tranquilidade.

Os mandantes apelam muito para lançamentos longos e cruzamentos na área. Já os visitantes quando vão ao ataque são extremamente perigosos. Aos 36, Filipe Luís encheu o pé esquerdo e obrigou Lomba a espalmar para o lado. Aos 41, após cruzamento pela direita, Patrick dominou bem de peito na entrada da área e finalizou de pé esquerdo. A bola saiu à esquerda de Diego Alves. Aos 43, em contra-ataque, Bruno Henrique arrancou pelo meio e dá ótimo passe para Gabigol. Dentro da área e livre, ele tirou de Marcelo Lomba, mas jogou para fora.

A etapa inicial foi domínio dos cariocas que perderam ótimas oportunidades de ampliar a vantagem. Por sua vez, o Colorado parou no bom toque de bola do Mengão.

Para ganhar força ofensiva, o técnico Odair Hellmann colocou o atacante Nico López no lugar de Rafael Sóbis. Mais uma mudança no Inter entrou Wellington Silva e saiu Uendel. O setor do meio-campo vermelho tem mostrado falta de criatividade.

Foi na bola aérea que o Colorado abriu o placar no Beira-Rio. Aos 16, D´Alessandro cobrou na área pela esquerda e Lindoso se antecipou para testar o fundo da rede. O VAR chamou o árbitro Patricio Lostau para ver um possível impedimento. Após sete minutos, a arbitragem confirmou o tento vermelho.

Diferente do primeiro tempo, os cariocas pouco assustam a meta vermelha. Aos 26, Everton Ribeiro faz bonita jogada pelo meio e deixou com Bruno Henrique, que cortou para a direita e soltou a bomba. O goleiro do Inter defendeu firme.

Com outra postura, o Internacional se atirou para cima na busca do segundo gol. Em uma carta final, o comandante colorado tirou o zagueiro Victor Cuesta para a entrada de Sarrafiore. Num contra-ataque mortal, aos 39, que foi iniciado por Arrascaeta, Bruno Henrique arrancou e tocou para Gabigol que tocou para o fundo da rede. Assim os cariocas confirmam passagem para a semifinal.

Apesar de todo o esforço, o Colorado não soube superar a melhor qualidade técnica do Flamengo. Depois de 35 anos, o Mengão volta a semifinal da competição.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/censo-da-educacao-superior-dados-serao-coletados-ate-o-dia-30-de-agosto/

 




Flamengo vence Internacional e abre vantagem por vaga na Libertadores

Por:Gazeta Esportiva (foto: arquivo/assessoria)-21/08/2019 22:38 – O Flamengo abriu boa vantagem na busca por um lugar na semifinal da Libertadoresao vencer por 2 a 0 o Internacional, nesta quarta-feira, no Maracanã. Sob os olhos de Tite, presente nas tribunas do estádio, o convocado Bruno Henrique foi o autor dos gols da vitória rubro-negra.

Os donos da casa dominaram grande parte do confronto, mas sofreram com a boa marcação do Internacional. No entanto, no segundo tempo, o Flamengo conseguiu passar pela retranca gaúcha para marcar duas vezes, com Bruno Henrique.

O jogo – A partida começou movimentada, com muita correria por parte das duas equipes. A primeira boa chance aconteceu somente aos oito minutos. Éverton Ribeiro chutou da entrada da área e obrigou Marcelo Lomba a espalmar para longe. Depois, foi a vez de Rodrigo Caio aproveitar escanteio, mas cabecear em cima do goleiro gaúcho.

O Internacional conseguiu equilibrar o confronto durante alguns minutos, só que pecava na parte ofensiva. O Flamengo continua buscando o ataque com mais intensidade e assustou novamente aos 18 minutos, em chute de Bruno Henrique que parou em Marcelo Lomba.

Durante boa parte da etapa inicial, o duelo ficou concentrado entre as intermediárias, com muitos lances físicos. O Flamengo seguia tendo o domínio da posse de bola, mas sofria com a boa marcação gaúcha. Os visitantes, quando tinham a bola, não aceleravam o jogo. Somente aos 45 minutos, os rubro-negros voltaram a ter chance de abrir o placar. Após cruzamento de Filipe Luís, Éverton Ribeiro dominou a bola na área e tocou para Gabigol. O atacante finalizou, mas foi travado por Rodrigo Moledo, que facilitou a defesa de Marcelo Lomba. Assim, o confronto ficou igual até o intervalo.

O segundo tempo iniciou com um nível de tensão maior. Tanto que a bola rolava pouco e as faltas ficaram mais frequentes. O Flamengo não conseguia exercer a mesma pressão da etapa inicial. Já o Internacional ficava com a bola no campo de ataque, mas sem qualquer objetividade.

Aos poucos, os donos da casa passaram a ter o domínio do confronto. No entanto, o Flamengo continuava tendo problemas para criar boas jogadas. Somente aos 29 minutos, os rubro-negros chegaram ao gol no Maracanã. Em contra-ataque rápido, Bruno Henrique foi lançado, mas foi travado por Victor Cuesta. A bola sobrou para Gerson, que tocou para o atacante mandar para a rede.

O gol fez o Internacional buscar o ataque, mas os gaúchos viram o Flamengo fazer o segundo aos 33 minutos. Bruno Henrique recebeu passe na área, girou sobre o marcador e chutou cruzado, sem chance para Marcelo Lomba.

Mesmo após o segundo gol, o Internacional não mudou a postura. Os gaúchos ainda tentavam os avanços, mas sofriam com os contra-ataques do Flamengo. Os cariocas tiveram a chance de ampliar a vantagem aos 40 minutos. Bruno Henrique foi lançado na área e dividiu com Marcelo Lomba. O atacante ficou com a bola e tocou para Gabigol. Só que o atacante furou a finalização para desespero dos rubro-negros.

Somente nos minutos finais, o Internacional criou uma jogada de perigo. Wellington Silva recebeu passe de Nico López, mas chutou pela linha de fundo. Os gaúchos seguiram em busca do gol e tiveram sua melhor oportunidade aos 46 minutos. Nico López roubou a bola de Pablo Marí, entrou na área, mas chutou pela linha de fundo, desta vez para desespero dos colorados. Assim, os donos casa casa mantiveram a vantagem até o apito final.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/metas-do-pne-so-serao-atingidas-em-2037-projeta-estudo/