Flamengo faz 3 a 1 no Internacional e abre vantagem na liderança

Por:Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo)/25/09/2019 22:55 – O Flamengo não para. A equipe rubro-negra enfrentou o Internacional na noite desta quarta-feira no Maracanã, em jogo marcado por duas expulsões dos visitantes, e venceu o time gaúcho por 3 a 1, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Mengão chegou à oitava vitória seguida no torneio nacional e se isolou ainda mais na liderança com 48 pontos somados, seis a mais que o 2º colocado Palmeiras, que enfrenta o CSA no Allianz Parque na próxima quinta-feira. Já o Internacional estacionou nos 36 pontos, mas manteve a 4ª colocação devido ao tropeço do São Paulo em casa para o Goiás.

Ainda na primeira etapa, a equipe colorada ficou com nove em campo. Bruno foi expulso após pênalti sofrido e convertido por Gabigol. Guerrero também foi para o vestiário mais cedo após reclamação acintosa.

Na segunda etapa, o Inter anotou gol improvável com Edenílson no início, mas não suportou a pressão e sofreu tentos de Arrascaeta e Bruno Henrique para fechar a contagem.

Tomando a maior iniciativa do confronto, o Flamengo teve a primeira grande chance de balançar as redes aos 14 minutos. Gabigol recebeu bola em profundidade, fintou o marcador com o corpo e partiu para a área. Após driblar o goleiro Lomba, o atacante foi puxado por Bruno. Pênalti.

Após longa consulta ao VAR, o árbitro confirmou a penalidade e expulsou o lateral do Inter. Na cobrança, Gabigol bateu firme no canto direito alto da meta gaúcha para abrir o placar.

Aos 40, Guerrero também recebeu cartão vermelho após reclamação acintosa com o árbitro Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP). O peruano reivindicava falta em dividida pelo alto com Rodrigo Caio, que abriu o supercílio do atacante.
Com dois a mais, o Rubro-Negro tomou um susto no início da 2ª etapa, mas conseguiu reverter a situação e garantir a vitória no Maracanã.

Aos três minutos, a defesa do Flamengo vacilou; Arão e Rodrigo Caio perderam dividida para Patrick, a bola sobrou para Uendel, que rolou para Edenílson na entrada da área. O volante bateu e a bola ainda desviou em Gerson antes de entrar.

A igualdade, porém, durou pouco tempo. Já aos 10, Rafinha cruzou para Arrascaeta, que subiu entre Klaus e Zeca para cabecear para marcar o segundo. Pressionando dentro de casa, o Rubro-Negro chegou ao terceiro aos 29 minutos.

Rafinha acertou novo cruzamento e desta vez Arrascaeta, na segunda trave, ajeitou para Bruno Henrique, que só precisou empurrar para as redes.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/resultado-de-atendimento-especializado-do-enade-ja-pode-ser-consultado-pelos-candidatos/

 

 




Athletico-PR vence Internacional e sai na frente na final da Copa do Brasil

Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)/11/09/2019 22:41/- O Athletico-PR saiu em vantagem na decisão da Copa do Brasil contra o Internacional, nesta quarta-feira. Jogando na Arena da Baixada, a equipe da casa bateu o Colorado por 1 a 0 na partida de ida da final do torneio.

Pressionando os visitantes e controlando mais as ações da partida, o Furacão abriu o placar aos 12 minutos da 2ª etapa, em belo gol do volante Bruno Guimarães, após troca de passes com Marco Ruben. O tento foi o único do confronto e deu a vantagem para os paranaenses na volta.

A decisão da Copa do Brasil acontece na próxima quarta-feira, também às 21h30 (horário de Brasília), no Beira-Rio em Porto Alegre. Para ficar com o título, o Internacional precisará vencer por dois gols de diferença, enquanto o Athletico-PR joga pelo empate. A competição não conta com o critério de gol fora de casa, logo, se o Colorado vencer por diferença de um gol, a taça será decidida nos pênaltis.

1º tempo
Jogando em casa, o Athletico-PR reteve mais a posse da bola na primeira etapa e tentou pressionar a equipe gaúcha. Apesar de passar mais tempo no campo do adversário, o Furacão finalizou na mesma quantidade que o Inter; 4 a 4, sendo que os mandantes não acertaram o gol, enquanto os visitantes conseguiram duas vezes.

Aos 12 minutos, o Inter teve sua principal chance. Em lançamento de D’Alessandro, Nico Lopez recebeu livre na ponta esquerda da área e bateu cruzado para fora do gol. Um minuto depois, os mandantes chegaram à sua finalização mais perigosa. Após bela construção coletiva, a bola sobrou para Rony na entrada da área. O atacante pegou de primeira com firmeza, mas a bola passou à esquerda do travessão colorado.

2º tempo
Impondo a mesma pressão, o Athletico-PR seguiu tendo mais a bola e comandando as ações no 2º tempo, mas com uma diferença: os mandantes acertaram o pé na tabela ao redor da área e chegaram ao gol.

Aos 12 minutos, Marco Ruben recebeu na faixa esquerda do ataque e tabelou com Bruno Guimarães. O último passe do argentino não saiu tão preciso, mas após corte parcial de Moledo, a bola sobrou para o volante pegar de primeira e estufar as redes. Chute no ângulo direito da meta colorada para um belo gol do camisa 39, seu décimo com a camisa do Furacão.

Depois do gol, o Inter desperdiçou chance dentro da área aos 25 minutos. Dois minuto depois, Rony fez bela jogada individual, passando três marcadores e arriscando da entrada da área. O chute veio forte no centro do gol e Lomba conseguiu espalmar para evitar o segundo. A partida terminou com a vantagem parcial do Athletico, que agora poderá jogar pelo empate em Porto Alegre.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/saiba-quem-e-a-primeira-relacoes-publicas-com-down-do-brasil/




Internacional elimina o Cruzeiro e faz final da Copa do Brasil com Athlético

Por:Lance (foto: Ricardo Duarte/assessoria/arquivo)-/04/09/2019 22:37 – O Internacional é o segundo finalista da Copa do Brasil 2019. O time gaúcho venceu com facilidade do Cruzeiro por 3 a 0, gols de Guerrero, duas vezes, e Edenílson, encerrando o sonho azul de chegar à terceira final da competição mata-mata.

A equipe do Sul do Brasil irá encarar o Athletico-PR, que eliminou o maior rival do colorado, Grêmio. Os mandos de campo da final, que se inicia na próxima semana, será decidido nesta quinta-feira, em sorteio na CBF. Será uma decisão inédita na história do torneio.

Ao Cruzeiro, resta o Brasileiro, onde terá de fugir da briga contra o rebaixamento após fazer uma de suas piores partidas no ano, com erros dentro de campo, da equipe, e na forma de mexer e posicionar os atletas de Rogério Ceni, que custaram caro ao time celeste.

Começo bom, mas chances perdidas

O time mineiro teve bom início de partida e chegou a ameaçar o gol do colorado em pelo menos três oportunidades. Mas, a pontaria não foi boa o suficiente para sair do primeiro tempo com um gol na frente do Internacional. O castigo viria ainda na primeira etapa.

A defesa do Cruzeiro permitiu que o Inter trabalhasse a bola próxima à sua área, em seguida sobrou para D´Alessandro, que cruzou entre os zagueiros celestes para Guerrero abrir o placar. O caminho da classificação gaúcha estava aberto.

Erro de Rogério Ceni na mexida

Logo no início do segundo tempo, Dedé sentiu um problema muscular e não pôde retornar para a etapa final de jogo. Ao invés de colocar um jogador da posição Rogério Ceni , Léo estava no banco de reservas, o treinador da Raposa optou por Ariel Cabral no meio de campo, recuando Henrique para a zaga.

O resultado foi muito ruim, pois o ataque colorado levava vantagem em quase todas as jogadas, já que o veterano volante não mostrou muito cacoete na posição de zagueiro.

Apatia em campo

O segundo tempo do Cruzeiro foi fraco, sem força ofensiva, frágil na defesa, o que obrigou Ceni a tentar recompor o meio de campo com a entrada de Éderson. Fred entrou no lugar de Pedro Rocha, mas pouco pode fazer com o isolamento na grande área colorada.

Paolo Guerrero, o nome do jogo, se “vinga” da Raposa

Em 2017, quando ainda jogava pelo Flamengo, o peruano Guerrero viu o título da Copa do Brasil escapar justamente para o Cruzeiro, em disputa de pênaltis. Naquela ocasião, o atacante teve uma chance de dar o caneco ao Fla, mas a bola não entrou.

Em novo encontro com o time mineiro, Guerrero foi à forra, marcando os dois gols colorados, com o segundo sendo uma pintura, mostrando que ainda é um grande centroavantes do futebol brasileiro, tendo a chance de dar o título da Copa do Brasil para o Inter depois de 27 anos.

Terceira derrota em 2019

O Cruzeiro não teve sorte com o Internacional nesta temporada. Em três encontros, todos com vitória gaúcha. Dois triunfos na Copa do Brasil e um no Brasileiro.

Fim de papo. Inter na final da Copa do Brasil

Edenílson saiu na cara do gol de Fábio e com um belo toque de cobertura, enterrou de vez qualquer chance azul de seguir na competição mata-mata. O gol do volante simbolizou o nível de jogo apresentado pela Raposa: muito abaixo do que se esperava para uma decisão deste porte.

Próximos compromissos

O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, contra o Grêmio, domingo, 8 de setembro, às 11h, no Independência. O Colorado vai receber o São Paulo no sábado, 7 de setembro, às 19h. no Beira-Rio.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/participantes-da-olimpiada-de-matematica-ja-podem-conferir-local-das-provas/

 




Flamengo empata com Internacional e avança para semifinal da Libertadores

Por:Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)- 28/08/2019 22:46 – O Internacional empatou nesta quarta-feira com o Flamengo por 1 a 1 no Estádio Beira-Rio pela segunda partida das quartas de final da Libertadores. Mesmo contando com apoio extraordinário do seu torcedor, o Colorado só conseguiu ter um bom desempenho no segundo tempo. Na etapa inicial os cariocas perderam ótimas chances de estar vencendo. Rodrigo Lindoso fez para o Inter, enquanto Gabigol deixou tudo igual.

Com o resultado, o Flamengo chegou a uma semifinal depois de 35 anos. Já o Colorado pela primeira vez foi eliminado nas quartas de final.

Na semifinal, o Flamengo enfrenta o Grêmio. O jogo de ida será na Arena e a segunda partida ocorre no Maracanã. As datas dos confrontos ocorrem nos dias 02 e 22 de outubro.

O Jogo – Mesmo em vantagem os cariocas já levaram perigo no começo de partida. Com 01 minuto, Gabigol acionou Arrascaeta na esquerda, e o uruguaio bateu de canhota para Marcelo Lomba espalmar. Aos 02, Gabigol saiu na cara do goleiro do Inter, mas não conseguiu abrir o placar.

Depois de um início titubeante, os donos da casa tentam se encontrar na partida. Sem intensidade, o Colorado tem dificuldade de penetrar no sistema defensivo do Mengão. O Flamengo valorizou a bola o que não permitiu os vermelhos de levar perigo a meta de Diego Alves. Aos 21, Everton Ribeiro tentou de novo de fora da área. Marcelo Lomba defendeu com tranquilidade.

Os mandantes apelam muito para lançamentos longos e cruzamentos na área. Já os visitantes quando vão ao ataque são extremamente perigosos. Aos 36, Filipe Luís encheu o pé esquerdo e obrigou Lomba a espalmar para o lado. Aos 41, após cruzamento pela direita, Patrick dominou bem de peito na entrada da área e finalizou de pé esquerdo. A bola saiu à esquerda de Diego Alves. Aos 43, em contra-ataque, Bruno Henrique arrancou pelo meio e dá ótimo passe para Gabigol. Dentro da área e livre, ele tirou de Marcelo Lomba, mas jogou para fora.

A etapa inicial foi domínio dos cariocas que perderam ótimas oportunidades de ampliar a vantagem. Por sua vez, o Colorado parou no bom toque de bola do Mengão.

Para ganhar força ofensiva, o técnico Odair Hellmann colocou o atacante Nico López no lugar de Rafael Sóbis. Mais uma mudança no Inter entrou Wellington Silva e saiu Uendel. O setor do meio-campo vermelho tem mostrado falta de criatividade.

Foi na bola aérea que o Colorado abriu o placar no Beira-Rio. Aos 16, D´Alessandro cobrou na área pela esquerda e Lindoso se antecipou para testar o fundo da rede. O VAR chamou o árbitro Patricio Lostau para ver um possível impedimento. Após sete minutos, a arbitragem confirmou o tento vermelho.

Diferente do primeiro tempo, os cariocas pouco assustam a meta vermelha. Aos 26, Everton Ribeiro faz bonita jogada pelo meio e deixou com Bruno Henrique, que cortou para a direita e soltou a bomba. O goleiro do Inter defendeu firme.

Com outra postura, o Internacional se atirou para cima na busca do segundo gol. Em uma carta final, o comandante colorado tirou o zagueiro Victor Cuesta para a entrada de Sarrafiore. Num contra-ataque mortal, aos 39, que foi iniciado por Arrascaeta, Bruno Henrique arrancou e tocou para Gabigol que tocou para o fundo da rede. Assim os cariocas confirmam passagem para a semifinal.

Apesar de todo o esforço, o Colorado não soube superar a melhor qualidade técnica do Flamengo. Depois de 35 anos, o Mengão volta a semifinal da competição.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/censo-da-educacao-superior-dados-serao-coletados-ate-o-dia-30-de-agosto/

 




Flamengo vence Internacional e abre vantagem por vaga na Libertadores

Por:Gazeta Esportiva (foto: arquivo/assessoria)-21/08/2019 22:38 – O Flamengo abriu boa vantagem na busca por um lugar na semifinal da Libertadoresao vencer por 2 a 0 o Internacional, nesta quarta-feira, no Maracanã. Sob os olhos de Tite, presente nas tribunas do estádio, o convocado Bruno Henrique foi o autor dos gols da vitória rubro-negra.

Os donos da casa dominaram grande parte do confronto, mas sofreram com a boa marcação do Internacional. No entanto, no segundo tempo, o Flamengo conseguiu passar pela retranca gaúcha para marcar duas vezes, com Bruno Henrique.

O jogo – A partida começou movimentada, com muita correria por parte das duas equipes. A primeira boa chance aconteceu somente aos oito minutos. Éverton Ribeiro chutou da entrada da área e obrigou Marcelo Lomba a espalmar para longe. Depois, foi a vez de Rodrigo Caio aproveitar escanteio, mas cabecear em cima do goleiro gaúcho.

O Internacional conseguiu equilibrar o confronto durante alguns minutos, só que pecava na parte ofensiva. O Flamengo continua buscando o ataque com mais intensidade e assustou novamente aos 18 minutos, em chute de Bruno Henrique que parou em Marcelo Lomba.

Durante boa parte da etapa inicial, o duelo ficou concentrado entre as intermediárias, com muitos lances físicos. O Flamengo seguia tendo o domínio da posse de bola, mas sofria com a boa marcação gaúcha. Os visitantes, quando tinham a bola, não aceleravam o jogo. Somente aos 45 minutos, os rubro-negros voltaram a ter chance de abrir o placar. Após cruzamento de Filipe Luís, Éverton Ribeiro dominou a bola na área e tocou para Gabigol. O atacante finalizou, mas foi travado por Rodrigo Moledo, que facilitou a defesa de Marcelo Lomba. Assim, o confronto ficou igual até o intervalo.

O segundo tempo iniciou com um nível de tensão maior. Tanto que a bola rolava pouco e as faltas ficaram mais frequentes. O Flamengo não conseguia exercer a mesma pressão da etapa inicial. Já o Internacional ficava com a bola no campo de ataque, mas sem qualquer objetividade.

Aos poucos, os donos da casa passaram a ter o domínio do confronto. No entanto, o Flamengo continuava tendo problemas para criar boas jogadas. Somente aos 29 minutos, os rubro-negros chegaram ao gol no Maracanã. Em contra-ataque rápido, Bruno Henrique foi lançado, mas foi travado por Victor Cuesta. A bola sobrou para Gerson, que tocou para o atacante mandar para a rede.

O gol fez o Internacional buscar o ataque, mas os gaúchos viram o Flamengo fazer o segundo aos 33 minutos. Bruno Henrique recebeu passe na área, girou sobre o marcador e chutou cruzado, sem chance para Marcelo Lomba.

Mesmo após o segundo gol, o Internacional não mudou a postura. Os gaúchos ainda tentavam os avanços, mas sofriam com os contra-ataques do Flamengo. Os cariocas tiveram a chance de ampliar a vantagem aos 40 minutos. Bruno Henrique foi lançado na área e dividiu com Marcelo Lomba. O atacante ficou com a bola e tocou para Gabigol. Só que o atacante furou a finalização para desespero dos rubro-negros.

Somente nos minutos finais, o Internacional criou uma jogada de perigo. Wellington Silva recebeu passe de Nico López, mas chutou pela linha de fundo. Os gaúchos seguiram em busca do gol e tiveram sua melhor oportunidade aos 46 minutos. Nico López roubou a bola de Pablo Marí, entrou na área, mas chutou pela linha de fundo, desta vez para desespero dos colorados. Assim, os donos casa casa mantiveram a vantagem até o apito final.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/metas-do-pne-so-serao-atingidas-em-2037-projeta-estudo/

 




Feira internacional vai reunir principais mineradoras e grandes fornecedores em Parauapebas

A primeira feira internacional voltada para o segmento de mineração em Parauapebas (PA), no Complexo Minerador de Carajás, já tem data e local definidos. Entre os dias 23 e 26 de novembro de 2016, acontecerá a 1ª Emina – Exposição de Mineração, evento que vai reunir as principais empresas do setor, na maior província mineral do mundo.

A cidade conta atualmente com os maiores projetos de mineração em operação do mundo em Ferro (Carajás e S11D), Cobre (Projeto Antas e Salobo) e Manganês (Mina do Azul). Em 2014, foi a maior exportadora do Brasil, com US$ 7,619 bilhões. Para se ter uma ideia, em segundo e terceiro lugares ficaram o Rio de Janeiro (RJ), com US$ 7,489 bilhões; e São Paulo (SP), com US$ 7,322 bilhões, respectivamente.

Não à toa, Parauapebas registrou também o maior superávit comercial daquele ano, com US$ 7,488 bilhões. O montante ficou muito acima dos demais, já que Anchieta (ES) apresentou US$ 3,500 bilhões; e Santos (SP), com US$ 3,340 bilhões, foram as cidades que ficaram mais próximas.

“Com tanto potencial, a Emina surgiu da necessidade de aproximar fornecedores das principais mineradoras da região, tendo em vista que Parauapebas possui grandes jazidas de ferro, cobre, níquel, ouro e manganês”, explica Dafne Fonseca, sócia diretora da Formulae, organizadora do evento.

Além da exposição, a Emina contará também com rodada de negócios, cursos e palestrantes renomados. Entre os temas que serão abordados estão Sustentabilidade; Inovação & Novas Tecnologias; Pesquisa Mineral; Economia Mineral; Mineração Subterrânea; Barragens; Mina a Céu Aberto; Tratamento e Beneficiamento.

“A Emina chega para fomentar novidades em tecnologia, equipamentos, softwares além da discussão das perspectivas dos negócios para as próximas décadas anunciadas pelas mineradoras. Em outras palavras, será o principal evento do ano para o setor”, garante Dafne.

 Mais Informações Agência Pauta VIP – Comunicação Empresarial/Assessoria de Imprensa da Emina – Exposição de Mineração/Silmar Batista - (11) 3493 -7682 / 99619-0688

Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-981151332 / (093) WhatsApp (93) 984046835 (Claro) Fixo: 9335281839 *e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br