Em jogo com oito expulsões, Grêmio e Inter empatam pela Libertadores

Oito expulsões e nenhum gol marcaram o primeiro Gre-Nal da história da Copa Libertadores. O Grêmio recebeu o Internacional nesta quinta-feira, pela 2ª rodada da fase de grupos do torneio sul-americano, e as equipes ficaram no 0 a 0. Em jogo mais brigado que jogado, uma confusão generalizada no segundo tempo rendeu quatro expulsões de cada lado.

Com o empate, o Internacional segue na liderança por conta do saldo de gols. As duas equipes somam quatro pontos após uma vitória e um empate. O Colorado soma três de saldo, enquanto o Tricolor tem dois. Na terça-feira, o América de Cali-COL derrotou a Universidad Católica-CHI fora de casa e chegou a três pontos no 3º lugar; os chilenos estão zerados após duas derrotas.

O Gre-Nal 424 foi o primeiro das equipes na história da Libertadores. Os gaúchos já haviam feito quatro clássicos pela Sul-Americana, nas edições de 2004 e 2008, com uma vitória para cada lado, dois empates e duas classificações para o Colorado. Nesta quinta-feira, poucas chances e falta de pontaria nas oportunidades criadas.

Após primeiro tempo com mais investidas dos visitantes, o jogo ficou mais aberto na metade final e contou com oportunidades claras para os dois lados. Ninguém, porém, conseguiu tirar o 0 do marcador.

Apesar de visitar o Grêmio, foi o Internacional quem criou as melhores chances da primeira etapa. Aos 12 minutos, a defesa gremista afastou escanteio cobrado por Boschilia, mas a boal sobrou para Edenílson na entrada da área. O volante experimentou chute de média distância, forçando boa defesa de Vanderlei no canto direito.

Aos 32, o Colorado teve a melhor chance do primeiro tempo com Boschilia. O meia tabelou com Guerrero e invadiu a área. Na hora de finalizar cara a cara com Vanderlei, tentou um toque por cavadinha, que saiu baixo e à esquerda da meta gremista. Apesar de muita vontade das duas equipes, os lances foram os únicos dignos de nota nos primeiros 45 minutos.

Após passar despercebido ofensivamente no primeiro tempo, o Grêmio voltou mais ligado na segunda etapa. Aos 18 minutos, Jean Pyerre experimentou de média distância, a bola foi no canto esquerdo e forçou a primeira intervenção importante de Lomba no clássico.

O jogo ficou mais aberto e a resposta colorada veio aos 23 minutos. Edenílson pegou rebote da defesa do Grêmio e arriscou mais uma vez de fora da área. A bola quicou dentro da área, passou por Vanderlei e explodiu na trave. Dois minutos depois, Pepê fez fila na defesa do Inter, cortou três defensores em direção ao lado esquerdo e bateu cruzado, para nova defesa de Lomba.

As melhores chances do Gre-Nal surgiram nos momentos finais. Aos 34 minutos, Guerrero deixou para Boschilia, que invadiu a área pelo lado esquerdo e acertou a trave.

Três minutos depois, Cebolinha colocou para Luciano, que saiu livre na frente do goleiro. O atacante, que entrou no segundo tempo no lugar de Diego Souza, tentou marcar com cavadinha, mas colocou muita força e a bola passou por cima do gol.

Aos 40, cenas lamentáveis na Arena do Grêmio. Pepê e Moisés começaram confusão generalizada, que durou mais de 15 minutos e acabou com a expulsão dos dois, Edenílson, Cuesta, Praxedes (no banco), Luciano, Caio Henrique e Paulo Miranda (no banco).

Após a confusão, os times voltaram a campo com oito jogadores de cada lado. No minuto final, Victor Ferraz fez boa jogada pelo corredor direito e rolou para Lucas Silva. O volante pegou de primeira da meia-lua e a bola explodiu no travessão após leve desvio de Lomba. A bola acabou não entrando e o clássico gaúcho terminou sem gols.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Lucas Uebel/assessoria)
12/03/2020 22:31
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/professores-de-ed-fisica-usam-recursos-proprios-para-suprir-carencia-de-equipamentos-para-aulas/

 




Flamengo vence fácil Barcelona-EQU e se mantém 100% na Libertadores

O Flamengo confirmou a força no Maracanã e venceu por 3 a 0 o Barcelona-EQU, nesta quarta-feira, pela Fase de Grupos da Libertadores. Com o resultado, os rubro-negros seguem com 100% de aproveitamento, só que na vice-liderança do grupo A, atrás do Independiente Del Valle-EQU nos critérios de desempate. Os equatorianos, sem pontuar, se complicaram na busca pela classificação.

Os donos da casa foram superiores desde os primeiros minutos. No entanto, o Flamengo só marcou no fim do primeiro, com Gustavo Henrique e Gabigol. Na etapa final, Bruno Henrique marcou o terceiro e deu números finais a partida.

Na próxima rodada, os flamenguistas vão reencontrar o Independiante Del Valle-EQU, na altitude de Quito, na próxima quinta-feira. No mesmo dia, O Barcelona recebe o Júnior-COL, em Guayaquil.

Flamengo permanece com 100% de aproveitamento na Libertadores (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
O jogo – Desde os primeiros minutos, o Flamengo pressionou em busca do gol, mas viu o Barcelona ter a primeira boa chance de gol aos sete minutos. Fidel Martínez cobrou falta, mas Diego Alves fez boa defesa.

O susto não mudou a postura do Flamengo, que teve sua primeira oportunidade no minuto seguinte. Em contra-ataque rápido, Éverton Ribeiro tocou para Bruno Henrique na área, mas o atacante chutou pela linha de fundo.

Depois disso, os equatorianos conseguiram neutralizar os flamenguistas durante um tempo. Somente aos 26 minutos, os donos da casa quase marcaram. Gabigol chutou, a bola desviou na zaga e chegou em Éverton Ribeiro, que cabeceou para grande defesa de Mendoza.

A partir dai, o Flamengo aumentou a pressão até conseguir abrir o placar, aos 37 minutos. Após cruzamento, Gustavo Henrique apareceu sozinho na área e cabeceou para a rede.

Mesmo com a vantagem, os rubro-negros seguiram pressionando e quase marcaram o segundo em chute de Gabigol que parou em grande defesa de Mendoza. Só que aos 44 minutos, os cariocas chegaram ao gol no Maracanã. O árbitro marcou pênalti de Jonatan Álvez na área e Gabigol cobrou com categoria para deixar os donos da casa com boa vantagem no intervalo.

No segundo tempo, o Barcelona tentou atacar nos primeiros minutos, mas viram o Flamengo ampliar o marcador logo aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Bruno Henrique subiu mais que o defensor e cabeceou para a rede.

Com a vantagem no placar, os rubro-negros começaram a diminuir o ritmo. Com isso, o Barcelona voltou a conseguir atacar com mais facilidade. No entanto, os vistantes pouco incomodavam o goleiro Diego Alves.

Os equatorianos quase diminuíram aos 32 minutos. Após boa troca de passes, a bola chegou em Montaño. O atacante chutou, mas Diego Alves fez grande defesa.

Nos minutos finais, o jogo ficou aberto. O Flamengo passou a aproveitar os espaços dados pelo Barcelona para avançar. Tanto que aos 40 minutos, Michael recebeu passe na área e chutou para boa defesa de Mendoza. Os rubro-negros seguiram com mais posse de bola e administraram o resultado até o apito final.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Alexandre Vidal/assessoria/arquivo)11/03/2020 22:34
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/bolsistas-da-capes-recebem-instrucoes-sobre-viagens-para-o-exterior/

 




São Paulo goleia a LDU na Libertadores e assume vice-liderança do grupo

O São Paulo se redimiu da derrota na estreia da Copa Libertadores nesta quarta-feira. Recebendo a LDU no Morumbi, pela 2ª rodada do Grupo D, o time comandado pelo técnico Fernando Diniz fez jus à grande festa da torcida na chegada da delegação ao estádio e não tomou conhecimento dos rivais equatorianos, saindo de campo com a importantíssima vitória por 3 a 0, gols de Reinaldo, Daniel Alves e Igor Gomes.

Com o resultado, o São Paulo assumiu a vice-liderança da chave, com três pontos, ultrapassando a LDU no saldo de gols ( 2 contra 0). O River Plate é o líder, com os mesmos três pontos, mas com cinco gols de saldo graças à goleada por 8 a 0 sobre o Binacional, em Buenos Aires.

Agora, o próximo desafio do Tricolor acontece no sábado, contra o Santos, às 19h (de Brasília), novamente no Morumbi, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Depois, na terça-feira, o São Paulo volta a entrar em campo pela Libertadores, em confronto direto com o River Plate, mais uma vez em casa, às 21h30.

O jogo – O São Paulo começou a partida levando para campo e empolgação de seus torcedores. E logo aos 13 minutos a atmosfera extremamente favorável criada pelos tricolores deu resultado. Antony fez ótima jogada individual dentro da área e, ao tentar o passe, viu a bola bater no braço de Guerra. Reinaldo foi para a cobrança e não desperdiçou, batendo firme no canto esquerdo do goleiro para abrir o placar.

Mal deu tempo para a LDU absorver o primeiro golpe, e o São Paulo fez questão de dar o segundo. No minuto seguinte ao gol de Reinaldo, os donos da casa ampliaram com Daniel Alves, que recebeu cruzamento na medida do lateral-esquerdo e, sozinho, precisou apenas completar para o fundo das redes, deixando o Tricolor em situação confortável ainda no início do jogo.

Aos 22 minutos, o São Paulo chegou ao terceiro gol com Alexandre Pato, que recebeu boa bola de Daniel Alves e estufou as redes, mas o árbitro marcou impedimento. Daí em diante, a LDU cresceu no jogo, até por necessidade de buscar o resultado, mas não criou nenhuma chance de gol trabalhada. Através de cruzamentos e arremates de longa distância, os visitantes até fizeram Tiago Volpi trabalhar, mas nada que colocasse em xeque a vantagem construída pelo Tricolor no primeiro tempo.

Segundo tempo

Logo no início da etapa complementar o São Paulo teve uma baixa importante. Aos 10 minutos, Tiago Volpi recebeu atendimento médico alegando sentir muitas dores na mão direita e pouco depois acabou sendo substituído por Lucas Perri. E quando muitos acharam que os donos da casa poderiam se prejudicar sem seu goleiro titular, Igor Gomes tratou de tranquilizar a todos. Aos 15 minutos, o meia apareceu dentro da área para completar o cruzamento rasteiro de Vitor Bueno e fazer o terceiro gol do Tricolor na partida.

E aos 19 minutos quase que a elástica vitória se transforma em goleada. Em cobrança de falta na intermediária, Vitor Bueno chamou a responsabilidade e bateu forte, mandando rente ao travessão de Gabbarini, mas foi dois minutos depois que o estádio comemorou como se fosse gol. Sornoza deu um soco em Daniel Alves, e o árbitro acabou expulsando o ex-jogador do Corinthians.

Nos minutos finais, já com Hernanes na vaga de Igor Gomes, o São Paulo teve outras três boas oportunidades de marcar o quarto gol. Na primeira, Hernanes recebeu na entrada da área e bateu cruzado, mas mandou para fora. Na segunda, Pablo saiu em velocidade, com o caminho livre para desencantar, mas acabou travado na hora “h” pelo zagueiro. E na terceira, Pato recebeu livre dentro da área e soltou a bomba, carimbando o travessão. Assim, coube aos comandados do técnico Fernando Diniz se contentarem com a importantíssima vitória por 3 a 0 sobre a LDU.

Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Rubens Chiri/arquivo)11/03/2020 22:29

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/bolsistas-da-capes-recebem-instrucoes-sobre-viagens-para-o-exterior/

 




Athletico perde para o Colo-Colo pela Libertadores com gol de ex-Palmeiras

Nesta quarta-feira, o Athletico Paranaense visitou o Colo-Colo e foi derrotado por 1 a 0, em partida válida pela segunda rodada da Libertadores. O único gol do jogo foi marcado por Mouche, atacante que teve passagem pelo Palmeiras. O revés do Furacão deixou a tabela do grupo C embolada.

Com o resultado, o Athletico Paranaense permaneceu com três pontos, igualando as três outras equipes do grupo C. Pelo critério de desempate, o Jorge Wilstermann lidera a chave, já que marcou mais gols que os demais. Na próxima rodada, o Furacão visita o time boliviano, na terça-feira que vem, às 19h15.

O jogo – Com apenas dez minutos, o Colo-Colo abriu o placar em Santiago. Bolados desceu em velocidade pela direita e cruzou na medida para Mouche chegar testando para as redes.

Com a desvantagem, o Athletico buscou o ataque e levou perigo em duas jogadas seguidas. Primeiro, Adriano cobrou escanteio pela direita e Thiago Heleno testou por cima do gol. Na sequência, o lateral novamente bateu escanteio e encontrou o zagueiro, que cabeceou rente à trave direita.

Logo no início do segundo tempo, o Colo-Colo voltou a levar perigo em chute da entrada da área. Léo Valencia finalizou e mandou à direita do gol. Aos 38, o Furacão teve grande chance com Léo Cittadini, que recebeu bom passe de Nikão e finalizou rente à trave.

Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Miguel Locatelli/assessoria/arquivo)
11/03/2020 20:15
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/bolsistas-da-capes-recebem-instrucoes-sobre-viagens-para-o-exterior/

 




Santos joga para o gasto e vence equatorianos pela Libertadores

Nesta terça-feira, o Santos derrotou o Delfín-ECU por 1 a 0 e manteve o 100% de aproveitamento na Libertadores após duas rodadas disputadas. Respeitando a punição da Conmebol, o Peixe atuou sem o apoio de sua torcida e não precisou de uma atuação de destaque para bater os equatorianos. O único gol da partida foi marcado por Lucas Veríssimo.

Com o resultado, o Santos se isolou na liderança do grupo G, com seis pontos somados. Na próxima rodada, a equipe recebe o Olímpia, na Vila Belmiro, na terça-feira que vem, às 21h30. Enquanto isso, o Delfín permaneceu com apenas um ponto, na terceira colocação. O próximo compromisso dos equatorianos será contra o Defensa y Justicia, na Argentina.

O jogo – O Santos iniciou a partida explorando principalmente o lado esquerdo, com Soteldo. A primeira chance perigosa do Peixe saiu dos pés do venezuelano, que levantou na cabeça de Kaio Jorge e o atacante testou pouco acima do travessão.

Aos 29 minutos da primeira etapa, o Santos abriu o placar com Lucas Veríssimo. Sánchez bateu falta pela esquerda e Veríssimo aproveitou a saída atabalhoada do goleiro do Delfín para cabecear para as redes.

Após balançar as redes, o Peixe teve duas boas oportunidades para ampliar. Primeiro, Sánchez puxou contra-ataque e encontrou Pituca, que finalizou de fora da área e exigiu defesa de Baroja. Na sequência, depois de jogada pela esquerda, Sánchez recebeu de frente para o gol e finalizou, parando novamente no goleiro. No entanto, o Delfín também assustou: após rebote de escanteio, Alaníz soltou a bomba e a bola tirou tinta da trave.

O Santos voltou em ritmo lento no segundo tempo e tomou um susto logo no início. Nazareno cruzou na entrada da área e Alaníz chegou batendo de primeira à direita da meta defendida por Everson. O meia voltou a assustar em novo chute de frente para o gol, dessa vez parando no goleiro do Peixe.

A primeira chance de gol do Santos na segunda etapa veio nos pés de Yuri Alberto, que entrou no lugar de Kaio Jorge no intervalo. Soteldo desceu pela esquerda e encontrou o atacante dentro da área, que finalizou cruzado de esquerda e a bola passou próxima da trave. Na sequência, Sánchez tentou cruzamento pela esquerda, ninguém tocou na bola e Baroja teve que cair para evitar o gol do Alvinegro.

O Delfín ensaio uma pressão no final da partida, porém não conseguiu ser efetivo e o Peixe saiu de campo com os três pontos, apesar de uma atuação apagada.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo)10/03/2020 20:15
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/professores-podem-ter-aumento-no-piso-salarial-de-13/

 




São Paulo tem apagão e sofre virada do Binacional em estreia na Libertadores

O São Paulo estreou com o pé esquerdo na Copa Libertadores. Nesta quinta-feira, o time comandado pelo auxiliar técnico Márcio Araújo fez um ótimo primeiro tempo, abriu o placar com Pato logo aos 20 minutos e perdeu, mais uma vez, inúmeras oportunidades de gol, mas acabou não retornando do intervalo na mesma pegada e teve de se conformar com a surpreendente derrota para o Binacional por 2 a 1 no estádio Guillermo Briceño, em Juliaca, no Peru. Os gols dos donos da casa foram marcados por Rodríguez e Arango.

Sem poder contar com Fernando Diniz, que teve de cumprir suspensão, e Vitor Bueno e Juanfran, lesionados, o São Paulo foi a campo com Igor Vinícius e Pablo nas vagas deixadas pela dupla e sinalizou que não teria dificuldades para conquistar os três pontos na quinta cidade mais alta do planeta, mas, ao contrário do que vinha acontecendo no Paulistão, desta vez a ineficiência do ataque saiu caro.

Agora, o São Paulo tentará recuperar o prejuízo na próxima quarta-feira, quando volta a entrar em ação pela Libertadores, desta vez no Morumbi, contra a LDU, que venceu o River Plate por 3 a 0 em Quito e ocupa a liderança do Grupo D.

O jogo – O São Paulo procurou impor seu estilo de jogo desde o primeiro minuto de partida. Apesar da grande altitude, o time do técnico Fernando Diniz manteve sua filosofia e não se abalou com os 3825 metros acima do nível do mar. Prova disso foi o gol de Alexandre Pato logo aos 20 minutos, quando recebeu passe açucarado de Pablo após uma bela jogada individual do atacante, dominou e bateu no cantinho para abrir o placar.

Com a vantagem, o Tricolor parecia ter ganhado confiança e passou a criar muito mais chances de gol. Aos 23, Antony perdeu um gol cara a cara com o goleiro ao finalizar com a perna direita, que não é a boa, e ver seu arremate sair fraco. O Binacional, por sua vez, só assustava com chutes de fora da área. Aos 29, Marco Rodríguez experimentou de longe, mandando rente à trave de Tiago Volpi.

Dois minutos depois da finalização venenosa de Rodríguez foi a vez de Ángel Pérez fazer uso da mesma estratégia e levou ainda mais perigo ao goleiro são-paulino, que chegou a tocar na bola para evitar o empate. Mas, logo na sequência, os visitantes retomaram o domínio do jogo e perderam outra grande oportunidade, desta vez com Pablo, que ficou com o rebote da defesa de Raúl e acabou chutando para fora mesmo sem com o goleiro fora da meta.

E como se não bastasse a boa chance desperdiçada, o camisa 9 são-paulino ainda jogou fora uma outra oportunidade de balançar as redes. Aos 35, a bola novamente sobrou para Pablo dentro da área, e desta vez o atacante mandou por cima do travessão, levando seus companheiros à loucura.

O Binacional voltou mais ligado do intervalo e não demorou para empatar o jogo. Logo aos quatro minutos os donos da casa surpreenderam o São Paulo com Marco Rodríguez, que recebeu lançamento da esquerda e com pouco ângulo bateu rasteiro, entre as pernas de Tiago Volpi, para estufar as redes em Juliaca e deixar tudo igual. O Tricolor, por sua vez, caiu de rendimento e só foi ameaçar os rivais aos 11 minutos com Antony, que arriscou da entrada da área, mas mandou em cima de Raúl.

Tentando recuperar o futebol demonstrado no primeiro tempo, o auxiliar técnico Márcio Araújo decidiu tirar Alexandre Pato e Pablo para as entradas de Liziero e Toró, no entanto, o que se viu foi um São Paulo ainda apático frente a um rival sedento pela virada.

E o tão temido segundo gol do Binacional acabou acontecendo já na reta final da partida, mais precisamente aos 32 minutos, quando Arango recebeu na entrada da área, levou para o meio e bateu no cantinho, sem chances para Tiago Volpi, que se esticou todo, mas não conseguiu chegar na bola.

Sem fôlego para buscar ao menos o empate, o São Paulo teve de se segurar nos minutos finais e, sem qualquer tipo de criatividade para chegar ao gol adversário, foi obrigado a se conformar com a amarga derrota no altiplano andino.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Rubens Chiri/assessoria)
05/03/2020 21:58
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/universidade-dos-eua-prorroga-inscricoes-de-brasileiros-para-bolsas-de-doutorado/




Flamengo vence na estreia na Libertadores

Mesmo sem mostrar uma grande atuação, o Flamengo mostrou sua força ao vencer por 2 a 1 o Junior (COL), nesta quarta-feira, em Barranquilla. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a três pontos no Grupo A da Libertadores, e ficam atrás do Independiente Del Valle (EQU) nos critérios de desempate.

Os flamenguistas começaram bem a partida e logo abriram o placar, com Éverton Ribeiro. Os cariocas sofreram com a atuação irregular, mas decretaram a vitória na etapa final, novamente com o camisa 7. O time colombiano ainda descontou com Teo Gutiérrez nos acréscimos.

Jogadores comemorando a vitória na estreia (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Na próxima rodada, o Flamengo vai receber o Barcelona (EQU), no Maracanã. Já o Junior, viaja para encarar o Independiente Del Valle-EQU, no Equador.

O jogo

O Flamengo começou a partida dominando as ações e abriu o placar logo aos cinco minutos. Arrascaeta fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Éverton Ribeiro chutar colocado, sem chance para Viera.

Mesmo depois do gol, os rubro-negros seguiram melhores em campo. No entanto, os flamenguistas começaram a ter dificuldade no setor ofensivo. Aos poucos, o Junior equilibrou o confronto e criou sua primeira boa chance somente aos 23 minutos, em chute de Borja que parou em defesa segura de Diego Alves.

A partir dai, os mandantes ganharam confiança e passaram a ter mais posse de bola, só que a equipe seguia errando diversos passes. O Flamengo parou de tocar a bola e insistiu nos lançamentos sem qualquer sucesso.

Nos minutos finais, os donos da casa pressionaram e quase empataram aos 42 minutos. Após falha de Gerson, a bola chegou em Teo Gutiérrez. O atacante, sozinho, chutou em cima de Diego Alves, que garantiu a vitória rubro-negra no intervalo.

No segundo tempo, o Flamengo voltou com outra postura e quase ampliou aos seis minutos, em lance parecido com o do gol. Vitinho cruzou rasteiro para o meio da área e Gabigol chutou próximo da trave. No minuto seguinte, o atacante fez grande jogada, finalizou, mas viu a bola bater na zaga e ir sobre o travessão.

O Junior não se intimidou e teve chance de empatar aos 13 minutos. Teo Gutiérrez aproveitou cruzamento e acertou um voleio que parou em grande defesa de Diego Alves. Depois, foi a  vez de Cetré e chutar com perigo.

Com o passar do tempo, as duas equipes buscavam o ataque, mas erravam muito. Com isso, o confronto ficou concentrado entre as intermediárias.

Mais organizado, o Flamengo aproveitou contra-ataque rápido para marcar o segundo gol, aos 33 minutos. Michael foi lançado e tocou para Éverton Ribeiro na área. O meia esperou a saída de Viera para tocar para a rede.

Nos minutos finais, os rubro-negros passaram a administrar o resultado. O Junior pressionou e conseguiu diminuir a desvantagem já nos acréscimos, com Teo Gutiérrez. Mesmo assim, os cariocas saíram de campo com o triunfo na Colômbia.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: arquivo/assessoria)04/03/2020 22:54
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/enem-2019-candidatos-que-fizeram-o-exame-precisam-se-cadastrar-em-novo-site/

 




Willian brilha e Palmeiras bate Tigre na estreia pela Libertadores

O Palmeiras estreou na edição de 2020 da Copa Libertadores de maneira bem-sucedida na noite desta quarta-feira. No Estádio Monumental Victoria, com a atacante Willian inspirado, o time alviverde se impôs desde o começo da partida e ganhou do Tigre por 2 a 0.

O Palmeiras inaugurou o marcador no primeiro tempo por meio de Luiz Adriano. Na etapa complementar, a equipe visitante passou a mandar no jogo desde a expulsão de Acuña e aumentou em um belo gol de Willian. Assim, marcou seus primeiros três pontos no Grupo B do torneio continental.

Às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira, pela segunda rodada da Copa Libertadores, o Palmeiras volta a campo para enfrentar o Guaraní, no Allianz Parque. Antes, às 17h30 de sábado, o time alviverde recebe a Ferroviária, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

O Jogo – O Palmeiras foi superior no começo da partida e saiu na frente logo aos 15 minutos. Atento, Gabriel Menino interceptou passe pela direita e a sobra ficou com Willian, que achou Dudu. O camisa 7 foi desarmado, mas Willian recuperou e passou para Luiz Adriano chutar com precisão da entrada da área.

Após sofrer o gol, o Tigre subiu sua marcação e passou a impor mais dificuldades ao Palmeiras. Pouco depois da abertura do placar, o Palmeiras tomou um susto. Morales aproveitou saída errada de Felipe Melo e tocou para chute perigoso de Cavallaro da entrada da área.

O Tigre passou a gostar do jogo, enquanto o Palmeiras sofria para chegar ao ataque de maneira consistente. Em jogada pelo lado direito da defesa, Gabriel Menino vacilou ao tentar dominar a bola, Melivillo tomou e chutou cruzado, bem perto da trave esquerda de Weverton.

Logo no começo da etapa complementar, pouco depois de cabeçada perigosa de Morales, o Palmeiras quase aumentou sua vantagem. Dudu recebeu de Rony, chapelou a marcação e ajeitou para Ramires. De fora da área, o meio-campista acertou o travessão de Marinelli.

O Palmeiras passou a jogar com um a mais aos 15 minutos do segundo tempo, quando Acuña foi expulso por chutar Rony. Quatro minutos depois, após Rony perder grande chance, o time brasileiro aumentou. Willian recebeu do próprio Rony, ajeitou com a direita e, de canhota, acertou o ângulo direito de Marinelli.

O time brasileiro desperdiçou grandes chances de anotar o terceiro gol. Rony parou em Marinelli, Willian pediu pênalti ao tentar driblá-lo e, depois, conseguiu passar goleiro fora da área pela esquerda, mas acertou o travessão. Sem correr riscos no campo de defesa, o Palmeiras garantiu a vitória fora de casa.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: assessoria)
04/03/2020 20:14
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/enem-2019-candidatos-que-fizeram-o-exame-precisam-se-cadastrar-em-novo-site/




Grêmio derrota América de Cali fora de casa na estreia da Libertadores

O Grêmio estreou com o pé direito na Libertadores. O Tricolor Gaúcho visitou o América de Cali, nesta terça-feira, na Colômbia, e venceu por 2 a 0, em confronto válido pela 1ª rodada do torneio sul-americano.

Vindo de três aparições consecutiva nas semifinais da competição, os gaúchos abriram o placar com Victor Ferraz no primeiro tempo e fecharam o marcador com belo gol de Matheus Henrique, já na etapa final.

Com a vitória, o Grêmio cola no rival Internacional na liderança do grupo E. Os dois times brasileiros somaram três pontos, mas o Colorado fecha a rodada na frente por conta do saldo de gols, após vitória por 3 a 0 dentro de casa. América de Cali e Universidad Católica estão zerados.

O jogo – O Grêmio abriu rapidamente o placar, aos 14 minutos do primeiro tempo. Em falta na intermediária, Diego Souza ameaçou a cobrança e partiu correndo para dentro da área, Lucas Silva bateu, a bola desviou na defesa e bateu em Diego Souza, em posição irregular. A arbitragem mandou seguir e Victor Ferraz ficou cara a cara para abrir o marcador com toque no canto esquerdo.

No minutos finais da primeira metade, os mandantes cresceram na partida e ameaçaram a meta de Vanderlei. No principal lance, Pisano cortou Matheus e Caio Henrique e acertou a trave aos 42 minutos.

Na segunda etapa, o Tricolor retomou o controle da partida e rapidamente ampliou. Aos quatro minutos, Everton Cebolinha arrastou dois marcadores para dentro da área, cortou e rolou para trás. A bola chegou em Matheus Henrique, que ajeitou na entrada da área e chutou com perfeição para acertar batida a meia-altura no canto esquerdo.
Fonte: Gazeta Esportiva (foto: Lucas Uebel/assessoria)03/03/2020 22:37

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/curso-ead-para-professores-e-ofertado-em-parceria-com-a-capes/

 




Guerrero brilha e Internacional vence Universidad Católica pela Libertadores

O Internacional começou a fase de grupos da Libertadores em grande estilo. O Colorado recebeu a Universidad Católica nesta terça-feira, e venceu por 3 a 0, em confronto válido pela 1ª rodada da competição sul-americana.

Pressionando do início ao fim, os brasileiros tiveram o controle da partida, mas só conseguiram marcar na segunda etapa. Guerrero brilhou e balançou as redes duas vezes. Marcos Guilherme fechou o marcador.

Com a vitória, a equipe comandada por Eduardo Coudet assumiu provisoriamente a liderança do grupo E, com três pontos somados. Grêmio e América de Cali fazem o outro confronto da chave, também nesta terça-feira, às 21h30 na Colômbia.

O jogo – Melhor na partida do início ao fim, o Internacional pressionou a Universidad Católica desde o apito final. Marcos Guilherme, aos três minutos, Thiago Galhardo, aos oito e aos nove, e Guerrero, aos 24, tiveram boas chances, mas não conseguiram abrir o placar.

Na segunda etapa, a pressão se transformou em bola na rede. Após três chances consecutivas claras para o Colorado aos sete minutos, os mandantes abriram o placar com a estrela de Paolo Guerrero, aos 16.

Em cobrança de falta de média distância, o peruano mirou no lado esquerdo, mas a bola desviou na cabeça de um dos jogadores que formava a barreira, mudou direção e matou o goleiro. 1 a 0 Inter.

O segundo tento do camisa 9 veio com ajuda da defesa. Em reposição aos 21 minutos, o goleiro Dituro errou e lançou no pé de Galhardo, que rapidamente acionou Guerrero. O peruano recebeu com liberdade, invadiu a área e bateu no contrapé. A bola ainda desviou por capricho na trave antes de entrar.

Dono do jogo, o Inter ainda ampliou o placar aos 26, agora em bela jogada coletiva. Da entrada da área, Uendel passou para Edenílson em profundidade; o volante cruzou rasteiro para trás e encontrou Guerrero. O camisa 9 passou ao invés de bater para o gol e acabou achando Marcos Guilherme na riscas da pequena área. O atacante só teve o trabalho de empurrar para as redes e fechar o marcador da vitória. 3 a 0 e show colorado.

Antes do fim, ainda deu tempo para os mandantes provocarem uma expulsão. Após outra boa trama, Edenílson lançou Galhardo, que ia saiu na cara do gol. Antes de invadir a área, o atacante foi derrubado pelo zagueiro Huerta, que levou vermelho direto.
Fonte:Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)
03/03/2020 20:10

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/curso-ead-para-professores-e-ofertado-em-parceria-com-a-capes/