Número de focos de incêndio em Novo Progresso marcou “Dia do Fogo”.

No Dia do Fogo , foi detectado focos em áreas protegidas, indígenas, urbanas, florestas, pastagens, agricultura entre outros.(Foto:Jornal Folha do Progresso)

Novo Progresso em Chamas

O Sistema de monitoramento de Queimadas e incêndios Florestais do Estado do Pará elaborado dois dias após do dia do fogo (em 12 de Agosto de 2019), apontou em Novo Progresso 327 focos de incêndio no “Dia do Fogo”, perdendo para o vizinho município de Altamira que liderou com 431.
Após o Jornal Folha do Progresso alertar para o Dia do Fogo, os satélites detectaram que não somente Novo Progresso, mas a região em sua imensidão esta queimando.

Dia do Fogo em Novo Progresso (Foto: Jornal Folha do Progresso)
Dia do Fogo em Novo Progresso (Foto: Jornal Folha do Progresso)

Os Jornais importantes do Brasil destacam para os focos de incêndios na Amazônia em números alarmantes.
Em Novo Progresso dia 10 de Agosto data do “Dia do Fogo”, foi detectado um número considerável de focos de incêndio, números monitorados pela SEMAS-PA  apontou a disputa pela liderança; em 1º  Altamira com 431 focos, em 2º Novo Progresso com 327  focos.

Bolsonarianos

Para muitos produtores de Novo Progresso, o Presidente da República Jair Bolsonaro, vai encontrar uma saída em aliviar a dor das multas, incentivar a produção nas terras produtivas da Amazônia, as palavras do Presidente incentiva os produtores, a recusa do dinheiro do fundo Amazônia pelo Brasil, foi bem aceito entre a categoria.

Clique aqui e Veja o ranking no Dia do Fogo.

Semas-PA
Conforme o “Boletin de Monitoramento de Queimadas 2019”,  a situação atual de queimadas e incêndios: No período entre os dias 09 de agosto e 11 de agosto de 2019, 1457 focos de queimadas foram detectados pelo Satélite AQUA_M-T (Satélite de Referência), distribuídos em mais de 15 municípios do estado do Pará. Altamira, Novo Progresso, São Felix do Xingu, Itaituba e Jacareacanga foram os grandes destaques, por terem registrado elevados números de focos de queimadas, respectivamente 431, 327, 288, 137 e 81 focos cada.

(Foto:Reprodução SEMMAS)
(Foto:Reprodução SEMAS)

Abaixo o quadro com a distribuição detalhada por município. Em termos de cobertura da superfície 1091 focos de queimadas foram detectados em áreas consideradas com de floresta densa e 366 em outras áreas (perímetro urbano, floresta menos densa, pastagem e agricultura, entre outros).

[Vale lembrar que o território imenso de Altamira, boa parte está nos arredores do município de Novo Progresso , com certeza lidera o ranking do fogo]

Áreas protegidas

O mesmo sistema do estado que monitora os focos de queimadas ,detectou nas áreas protegidas do estado do Pará no Dia do Fogo, entre período (09/08 a 11/08/2019),  599 focos de queimadas, destes, 301 focos em Unidades de Conservação Estadual, 245 focos em Unidades de Conservação Federal e 53 focos em Terras Indígenas, veja as informações detalhadas dos locais de ocorrência dos focos , na imagem abaixo.

Na Floresta Nacional do Jamanxim foram detectados 136 focos.

Números em áreas protegidas (Reprodução SEMMAS)
Números em áreas protegidas (Reprodução SEMAS)

Impacto

Agamenon Menezes(Reprodução)
Agamenon Menezes(Reprodução)

Lideranças dos diversos setores da produção rural ignoram os focos de incêndio mesmo convivendo com ele no dia-a-dia.  Como é o caso do Sr. Agamenon Menezes,  Presidente do Sindicado dos Produtores Rurais de Novo Progresso, que disse ao imprensa nacional que nada está acontecendo aqui em Novo Progresso, que a divulgação do Jornal Folha do Progresso é absurda e equivocada.

Veja nota

Alguns produtores confirmaram que estavam recebendo a convocação na base do boca a boca, mas Agamenon Menezes, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Novo Progresso negou que isso ocorreria.

Contradição
Nesta semana o líder rural “Agamenon Menezes”, participou de programa na Rádio Comunitária do apresentador Edio Rosa no momento do Produtor Rural, onde  o propicio Agamenon reclamou que está difícil para respirar, muita fumaça,  reclamou.

Ministério Público

O ministério Público de Novo Progresso através do Promotor “Sr. Gustavo de Queiroz Zenaide” diante da reportagem do Jornal Folha do Progresso com titulo “Dia do Fogo”, abriu sindicância e o Delegado Dr. “Daniel Mattos Mathias Pereira” ficou responsável pelo inquérito. Segundo Daniel, ouviu três pessoas e devolveu o inquérito para o Ministério Público, onde não constatou uma orquestra para o dia do fogo.

Boletins Policiais
Na delegacia de policia de Novo Progresso, diariamente os trabalhos são direcionados aos inúmeros B.O [Boletim de ocorrência], onde os produtores reclamam de suas pastagens, invadidas pelo fogo, sempre apresentam culpado, ninguém assume autoria. Em média de seis(6) a dez (10) boletins diários são reclamados na delegacia.

Secretaria de Meio Ambiente

Segundo informações do Secretário Municipal de Meio Ambiente Sr. Juliano César Simionato, nesses últimos dias os produtores rurais estão protocolando na SEMMA-NP Boletins de Ocorrência e Denúncias relatando o fogo em suas propriedades. Os mesmos seguem do protocolo para o departamento de fiscalização, para se necessário tomar as medidas cabíveis conforme a legislação ambiental vigente.

Leia Também:

As nuvens de fumaça encobrem a região de Novo Progresso. Segundo especialistas em apagar fogo, sem Corpo de Bombeiros no município,  o ponta pé inicial para o fogo foi dado, agora somente uma tromba d’água para acalmar a fumaça que é o rastro do fogo.

Número de focos de incêndio em todo o Brasil neste ano já é o maior desde 2013.
De 1.º de janeiro a este domingo, 18, foram registrados 71.497 focos em todo o País – alta de 82% em relação aos 39.194 focos registrados no mesmo período do ano passado. O recorde anterior era de 2016, com 66.622 registros no mesmo período. Os dados são do Programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Imagens de satélite mostram caminho da fumaça da Amazônia para o Sudeste e Sul do País. Cada cruz é um foco. Crédito: Programa Queimadas / Inpe
Imagens de satélite mostram caminho da fumaça da Amazônia para o Sudeste e Sul do País. Cada cruz é um foco. Crédito: Programa Queimadas / Inpe

Para outras informações, inclusive estatísticas, consultem a página do INPE no seguinte endereço: http://sigma.cptec.inpe.br/queimadas/

Fonte: JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

http://www.folhadoprogresso.com.br/metas-do-pne-so-serao-atingidas-em-2037-projeta-estudo/

 




Três PMs são presos após sequestro relâmpago para roubar R$30 mil

Policiais foram presos em Curuçá, no nordeste do Estado(Foto:Arquivo / O Liberal)
O sargento PM, Walcir da Silva Corrêa, e os cabos, Mauro Jorge Alves Júnior e Antônio Carlos Leal Alves, foram presos no município de Curuçá, no nordeste paraense, no início da tarde desta terça-feira, (20), por equipes da 4° Companhia, de Marapanim, e da Polícia Civil do Estado, sob a acusação do crime de sequestro relâmpago de duas vítimas, obrigadas a sacarem R$ 30 mil, em agência bancária do município de Marapanim, na mesma região citada. Os três militares agiram junto de mais dois homens, que conseguiram escapar e são procurados pela polícia.

Em nota, a Polícia Militar do Estado informa que o caso está sendo registrado na Delegacia de Polícia Civil de Marapanim, onde será instaurado um procedimento administrativo para apurar a ação criminosa. A Corregedoria-Geral da Polícia Militar e o comandante do 5º Batalhão também companham os procedimentos.

As vítimas foram identificadas como Raimunda Glenilde Espírito Santo Pinto, 38 anos, e o cunhado dela, Maicon Sarmento Martins, 27, ambos moradores da rua Guajarubal, bairro Abacate, em Marapanim. Os dois foram sequestrados no centro do município por cinco homens, que estavam em um veículo Voyage, de cor prata. armas

O CRIME E O CERCO AOS PMS

A polícia chegou aos acusados porque conseguiu rastrear o telefone celular da senhora Raimunda Glenilde, localizando-a na agência Bradesco, de Curuçá, o que levou as equipes de Curuçá, Abade e Vila Maú à citada agência bancária, onde além de Raimunda, encontraram Maicon Martins.

As duas vítimas então contaram tudo aos agentes de segurança e sobre o veículo em que eles estavam. Os policiais decidiram agir em duas frentes. A equipe da Vila Maú ficou com as vítimas e as equipes de Curuçá e Abade saíram em busca dos acusados e encontraram o veículo Voyage prata, placas OSW 3092, com os três PMs acusados.

Na revista dos policiais acusados, foram encontradas três armas de fogo: uma PT 24/7 e duas PTs 940, todas da Polícia Militar do Pará. As vítimas reconheceram os policiais militares e afirmaram que eles chegaram em sua residência acusando-os de tráfico de drogas. Na ocasião, os três fizeram buscas no imóvel e pegaram cerca de R$ 4 mil, e levaram as vítimas até o Bradesco de Curuçá para descontar um cheque de R$ 30 mil, que Raimunda Glenilde havia recebido pela venda de um estabelecimento comercial.

Ainda segundo as vítimas, Raimunda foi deixada no Banco e três acusados ficaram em frente da agência, no Voyage prata. Os outros dois acusados levaram Maicon, em um veículo Fiat uno Prata, como garantia de que ela faria o saque. Maicon somente retornou ao banco porque precisou apresentar um documento necessário para descontar o cheque.

Os acusados e as vítimas foram conduzidos até a Delegacia de Marapanim e após à Superintendência da Polícia Civil, em Castanhal, para os procedimentos cabíveis. O veículo Fiat uno com os outros dois acusados não foi localizado até o momento.
Por:Redação Integrada
20.08.19 21h21
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/enem-portugal-novas-instituicoes-portuguesas-aderem-ao-exame/

 




Detento é estuprado dentro de cela de presídio no Pará

Detento é estuprado dentro de cela de presídio em Marituba, no Pará
Segundo a Susipe, preso foi socorrido por agentes penitenciários e retirado da carceragem. Outros sete presos que estavam no mesmo bloco com ele praticaram as agressões

PEM I presídio estadual metropolitano de Marituba, no Pará — Foto: Ronan Frias/ TV Liberal

Um detento foi estuprado no presídio Presídio Estadual Metropolitano I (PEM I), em Marituba, região metropolitana de Belém. De acordo com informações divulgadas nesse sábado (10) pela Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) o preso foi socorrido por agentes penitenciários e retirado da carceragem.

Em depoimento, o interno disse que outros sete presos que estavam no mesmo bloco com ele praticaram as agressões. Segundo a Susipe, o preso foi estuprado com um cabo de vassoura.

Após o a agressão, o interno foi atendido pela equipe da Diretoria de Assistência Biopsicossocial (DAB) e submetido a exame de corpo de delito. Em seguida, o detento foi transferido para outra unidade prisional, ainda não divulgada pela Susipe.

Ainda segundo a Superintendência, um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado na Seccional de Marituba. Os internos envolvidos no crime responderão Procedimento Disciplinar Penitenciário (PDP).

Por G1 PA — Belém

10/08/2019 15h28

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/brasileiros-aprendem-a-driblar-os-gastos-para-viver-com-salario-minimo/

 




Justiça Federal condena grupo a mais de 40 anos de prisão por fraude na venda de madeira no PA

Crime incluiu uma rede especializada em fraudes nos sistemas de controle florestal do Ibama e do estado.(Foto:Reprodução/G1)

Justiça Federal condena cinco pessoas por fraudes na venda madeira no Pará

A Justiça Federal condenou cinco pessoas por fraudes na comercialização de madeira no estado do Pará. A sentença foi assinada pelo juiz Rubens Rollo d’Oliveira, da 3ª Terceira Vara Federal. Somadas, as penas chegam a mais de 40 anos de prisão.

Os crimes foram descobertos durante a operação Ouro Verde, realizada em 2007. Um esquema que, de acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, incluiu uma rede especializada em fraudes nos sistemas de controle florestal do Ibama e do estado. Além dos cinco réus condenados, outros 22 acusados respondem à ação penal em separado.

Ainda é possível recorrer da condenação, desta vez junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª região, em Brasília.
Por G1 PA — Belém/09/08/2019 21h19
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/redacao-do-enem-aplicativos-ajudam-candidatos-nos-estudos/




Polícia procura homem indiciado por matar e deixar corpo de ex-mulher dentro de caixa de isopor no PA

Foto:Divulgação Polícia Civil -A Polícia Civil informou que está à procura de José Aparecido Avelino, homem indiciado em inquérito policial como autor do feminicídio contra Madalena da Silva Santos, 28 anos.
Segundo a Polícia, José Aparecido Avelino fugiu do estado com as duas filhas.

A Polícia Civil procura José Aparecido Avelino, homem indiciado por matar e deixar corpo da ex-esposa dentro de uma caixa de isopor no Pará. Segundo a Polícia, ele fugiu do estado com as duas filhas.

A vítima, Madalena da Silva Santos, 28 anos, foi encontrada no dia 6 de julho no bairro da Cohab, em Castanhal, nordeste do estado. O corpo estava em estado avançado de decomposição dentro do banheiro da casa. O laudo de necropsia, feito pelo Instituto Médico Legal (IML), aponta que Madalena foi morta por estrangulamento.

De acordo com a Polícia, Avelino está com mandado de prisão decretado pela Justiça de Castanhal. As investigações indicam, ainda, que ele e a vítima mantiveram união estável por cerca de três anos, mas haviam separado há três meses do dia do crime.

Testemunhas disseram à Polícia que Avelino não deixava Madalena ficar com as crianças, após a separação, e que ele usava um nome falso onde morava, sendo conhecido por Lucas.

Informações sobre o caso podem ser repassadas à Polícia de forma anônima pelo Disque Denúncia 181.

Por G1 PA — Belém
09/08/2019 21h26
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/redacao-do-enem-aplicativos-ajudam-candidatos-nos-estudos/




Ação Cidadania beneficiou mais de 5 mil pessoas em Oriximiná

Foto: Ascom -Mais de cinco mil moradores de Oriximiná e de municípios próximos foram atendidos nos dois de Ação de Cidadania, realizada nos últimos dias 1 e 2, pela Fundação ParáPaz, em parceria com vários órgãos estaduais. Os serviços foram ofertados no Espaço Júnior Ferrari.

A população da cidade tinha uma demanda alta para emissão de identidade, certidão de nascimento e carteira de trabalho e muitos cidadãos não tinham ao menos a carteira profissional para ir em busca de emprego.

Valéria Barbosa de Oliveira, 17, é casada e tem um filho, que deixou aos cuidados do marido enquanto tirava sua primeira carteira de trabalho. “Nós, jovens, temos uma grande oportunidade e quero ter vez no mercado de trabalho. Não posso perder um emprego por não ter meu documento”, disse. “Obrigada, governo, que trouxe a oportunidade não só pra mim, mas pra vários jovens. A gente só tem a agradecer”.

Morador da cidade, o deputado federal Júnior Ferrari agradeceu o esforço de todos que participaram da programação e comentou sobre a carência de serviços na cidade. “Sabemos da dificuldade, mas temos que enfrentar a realidade. O mais importante é que nós tivemos iniciativa para tentar fazer o melhor. Queria agradecer aos órgãos do governo que estiveram aqui. Sem vocês, não conseguiríamos”, finalizou.

“Essa ação itinerante resolveu o problema de muita gente. É o início de um trabalho que pode continuar para diminuirmos a quantidade da demanda de documento”, comentou o deputado estadual Ângelo Ferrari.

Parceiros – Participaram da ação as secretarias de Estado de Saúde Pública (Sespa); de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), além do Departamento de Trânsito (Detran), Fundação Hemopa, Polícia Civil, Defensoria Pública, Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Junta Comercial do Estado (Jucepa) e salões de beleza da cidade também apoiaram na prestação dos serviços.

Cidadania – A próxima Ação Cidadania está marcada para o dia 9 de agosto, às 9h, em Breves, na Escola Miguel Bitar. A atividade fará parte da programação do Governo Por Todo o Pará, estratégia de interiorização que objetiva aproximar a gestão estadual da população de todo o Estado. Será de 8 a 10 de agosto, e passará por Soure, Breves e demais municípios da região.

Por:Agência PArá

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/conheca-as-melhores-cidades-para-fazer-um-intercambio/

 




Altamira: por causa do mau cheiro, famílias desistem de velar mortos do massacre

Covas foram feitas para enterro de presos em Altamira. — Foto: Reprodução/ TV Liberal
Por causa do mau cheiro causado pelo estado de decomposição dos corpos, familiares têm desistido de velar vítimas do massacre no presídio de Altamira, no interior do Pará. Em vez da cerimônia, os caixões saem direto do IML (Instituto Médico Legal) para algum cemitério da cidade.
Leia mais:Polícia indicia por homicídio 26 presos que estavam no caminhão onde 4 detentos foram mortos no Pará

*Agentes de Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária já estão em Belém

*Presos de Altamira são mortos dentro de caminhão durante transferência para Belém; Segup e MP apuram o caso

*Sobe para 58 numero de detentos mortos em Altamira

Foi o caso de Anderson dos Santos Oliveira, 26, um dos 62 mortos no ataque promovido pela facção Comando Classe A (CCA) contra rivais do Comando Vermelho (CV). Assassinado na manhã de segunda-feira (29), ele foi enterrado mais de 48 horas depois. “O corpo já está em decomposição”, afirmou a esposa Sirleide Cardoso Pereira, 41.

Um velório coletivo das vítimas do massacre chegou a ser planejado na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, mas apenas dois caixões chegaram lá – ainda assim, era possível sentir o odor através da madeira. “A funerária informou que as outras famílias desistiram por causa da situação dos corpos, que demoraram mais para sair”, disse uma recepcionista.

Até a noite de ontem, 27 corpos haviam sido liberados do IML. Outros 31, entretanto, só devem ser entregues às famílias após identificação por DNA.

Desde o massacre, parentes se reuniram na frente do local para tentar reconhecer as vitimas e passaram também a reclamar da demora de atendimento.

Fonte:UOL /Felipe Resk e Daniel Teixeira, enviados especiais

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/saiba-como-usar-o-instagram-em-seus-estudos-para-o-enem/

 




Sergio Moro autoriza intervenção penitenciária por 30 dias no Pará

(foto:Bruno Cecim / Agência Pará)- Moro vai enviar força-tarefa de intervenção penitenciária para atuar no Pará por 30 dias

Medida se dá devido ao massacre ocorrido na segunda-feira (29), no Centro de Recuperação Regional de Altamira

O ministro da Justiça Sérgio Moro anunciou, nesta terça-feira, 30, o envio de uma força-tarefa de intervenção penitenciária para atuar no Pará por 30 dias, em razão da chacina ocorrida na manhã desta segunda-feira, 29, no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRAlt), no sudeste do Estado, que causou ao menos 58 mortos.

Leia mais:

Sobe para 58 numero de detentos mortos em Altamira

Em uma rede social, Moro afirmou que a medida foi tomada após o pedido do governador Helder Barbalho (MDB), e que possui o objetivo de auxiliar na construção de melhoras estruturais penitenciárias. “Há ainda presídios naquele Estado que serão brevemente finalizados, melhorando o cenário. Vamos ajudar”, prometeu o ministro.

 A medida foi tomada após o pedido do governador Helder Barbalho (Bruno Cecim / Agência Pará)
A medida foi tomada após o pedido do governador Helder Barbalho (Bruno Cecim / Agência Pará)

A força-tarefa, que contará com o apoio logístico dos órgãos de administração penitenciária e segurança pública do Estado, atuará em atividades de guarda, vigilância e custódia de presos.

O número de profissionais disponibilizados vai atender ao planejamento dos órgãos envolvidos na operação, no entanto, por segurança, o Ministério da Justiça explica que não serão informados detalhes sobre o efetivo.

Por:Redação Integrada de O Liberal com informações da Folha
30.07.19 18h45

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/saiba-como-usar-o-instagram-em-seus-estudos-para-o-enem/

 




Sobe para 58 numero de detentos mortos em Altamira

Massacre em Altamira tem mais um detento morto

Corpo de mais um preso morto durante rebelião estava sob os escombros da unidade penal
Subiu para 58 o número de presos mortos durante um massacre ocorrido, na segunda-feira (29), no Centro de Recuperação Regional de Altamira, no oeste paraense. O Instituto Médico Legal do Pará confirmou a morte na noite desta terça-feira (30), após fazer nova checagem no local e encontrar um detento sob os escombros da unidade penal.

Leia Também:Massacre do Pará: Presos envolvidos em confronto começam a ser transferidos de Altamira

*Veja a lista dos mortos do massacre em Altamira no Pará

Os profissionais do IML trabalham neste momento para identificar a vítima.

Entenda o caso – Detentos do Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRA), no sudeste do Pará, iniciaram um confronto por volta das 7 horas da manhã da segunda-feira (29). Os líderes do Comando Classe A (CCA) colocaram fogo em uma cela que pertence a um dos pavilhões do presídio, onde ficavam integrantes do Comando Vermelho (CV). De acordo com o superintendente da Susipe, Jarbas Vasconcelos, devido à unidade ser mais antiga, construída de forma adaptada a partir de um contâiner, com alvenaria, o fogo se alastrou rapidamente e alguns dos internos morreram por asfixia. Nenhum servidor do órgão foi morto.

Local ficou parcialmente destruído após ação dos grupos criminosos Local ficou parcialmente destruído após ação dos grupos criminosos (Bruno Cecim / Agência Pará)
Local ficou parcialmente destruído após ação dos grupos criminosos Local ficou parcialmente destruído após ação dos grupos criminosos (Bruno Cecim / Agência Pará)

Ainda na segunda-feira, o Governo do Pará anunciou que faria a transferência de 46 presos que estavam custodiados em Altamira, para outras unidades penitenciária, o que foi concluído na noite desta terça (30). Ao todo, 16 deles vieram para Belém e, da capital, 10 serão levados para unidades penitenciárias de outros estados e seis serão redistribuídos para carceragens da região metropolitana de Belém. Os 30 restantes, ficarão em outras penitenciários do Pará.
Por:Redação Integrada
30.07.19 21h31
– Atualizado em 30.07.19 21h34
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/saiba-como-usar-o-instagram-em-seus-estudos-para-o-enem/

 




Fazendeiro do Pará é preso durante operação de combate ao tráfico internacional de drogas

(Foto:Divulgação/Polícia Federal)- O fazendeiro João Soares Rocha foi preso, na manhã desta quinta-feira (21), no município de Tucumã, sudeste do Pará, durante a Operação Flak, deflagrada pela Polícia Federal, que combate o tráfico internacional de drogas. O detido é apontado como chefe de uma das maiores quadrilhas especializadas em transporte de entorpecentes.

A operação cumpre 54 mandados de prisão, 81 mandados de busca, além da apreensão de aeronaves. Batizada de “Flak”, além do Pará, a ação é realizada no Ceará, no Distrito Federal, em Goiás, no Paraná, em Roraima, em São Paulo e no Tocantins.

Leia Também:PC cumpre mandado de busca e apreensão por lavagem de dinheiro em Novo Progresso

*PF faz operação para apreender 47 aeronaves usadas no tráfico internacional de drogas

De acordo com a PF, a quadrilha realizava o transporte da droga diretamente da Colômbia e da Bolívia para o Brasil, para os Estados Unidos e Europa. Somente no período de 2017 e 2018, mais de 9 toneladas de cocaína foram transportadas.

Participam da operação 400 policiais, equipes da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Grupamento de Rádio Patrulha Aérea da Polícia Militar de Goiás. Os mandados foram expedidos pelo juiz federal Pedro Felipe dos Santos, da 4ª Vara de Palmas.

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO COM DOL
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)
Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com