PF deflagra operação na Bahia para desarticular organização criminosa que usava ‘mulas’ para levar cocaína para a Europa

Dono de barraca de praia em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, usava o estabelecimento para aliciar pessoas.
Drogas eram escondidas em bagagens para serem levadas à Europa — Foto: Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou na manhã deste sábado (14), na Bahia, a Operação Olossá, que tem como objetivo desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de drogas.

De acordo com a PF, o modus operandi principal da organização era a utilização de “mulas” para transporte de cocaína para a Europa, por via aérea, escondida nas bagagens.

A investigação teve início em maio de 2019, a partir de informação recebida pelo serviço de Disque Denúncia da Secretária de Segurança Pública da Bahia.

Segundo a PF, a partir daí identificou-se que o chefe da organização criminosa era dono de uma barraca de praia em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, e usava o estabelecimento para aliciar pessoas – as chamadas “mulas” – para levar a droga.

Ele também era o responsável por providenciar os passaportes, as passagens e ainda fornecia os euros para custear as despesas da viagem.

Ao longo da investigação foram presas 10 pessoas tentando embarcar com cocaína em aeroportos da Bahia, Pernambuco, Ceará, São Paulo e Paraná, e mais outras três pessoas responsáveis pela entrega das malas já prontas, com a droga escondida, para as “mulas”.

De acordo com a PF, no total, foram apreendidos nessas ações pouco mais de 25 Kg de cocaína. Cada viagem podia render até meio milhão de reais para a quadrilha, e a “mula” recebia em torno de R$ 20.000 no caso de êxito no transporte da droga.

Grande parte das pessoas aliciadas fornecia o mesmo endereço à Polícia Federal para a confecção do passaporte, o que também chamou a atenção da polícia. Por esse motivo deu-se o nome da operação, já que o endereço falso era na Ladeira do Olossá, no bairro de Itapuã, em Salvador.

Neste sábado estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Salvador e Ipiaú, na Bahia, além de Ananindeua, no Pará, todos expedidos pela 17ª Vara Federal da Seção Judiciária de Salvador.

Os investigados irão responder pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e falsidade ideológica, cujas penas, somadas, podem ultrapassar os 28 anos de reclusão.
pf-drogas

Por G1 BA
14/03/2020 09h17

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/abramp-cria-programa-de-auxilio-para-garimpeiros-regularizarem-atividade/

 




Raoni será atração no Carnaval de Salvador, este ano

Raoni dará o tom das causas sociais dos povos indígenas ao carnaval baiano (Foto:Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr)

O cacique subirá no trio elétrico do cantor e compositor Edu Casanova nos circuitos Dodô e Osmar

O Cacique Raóní Metuktire, líder da etnia Caiapó, vai marcar presença no Carnaval de Salvador, este ano. Ele subirá no trio elétrico do cantor e compositor Edu Casanova para participar das apresentações no sábado, 21, no Circuito Dodô, na Barra, e no domingo, 22, no Circuito Osmar, em Campo Grande.

Raoni é reconhecido internacionalmente como porta-voz das lutas pelo meio ambiente, pela Amazônia, pelos povos indígenas e pela paz. Foi tornado Embaixador da Floresta Amazônica e dos Povos Indígenas, em 1989.

Autor de sucessos gravados por Ivete Sangalo, Chiclete com Banana, Beth Carvalho, Dudu Nobre, Gal Costa, Banda Eva, Cheiro de Amor, Netinho e É O Tchan, Edu Casanova venceu o Troféu Dodô e Osmar e Troféu Bahia Folia com a música “Cabelo Raspadinho” e realizou shows em outros países.

Em 30 anos de carreira, ele procura ligar a imagem a causas de defesa dos direitos humanos, do meio ambiente e dos povos indígenas. Este ano, o show dele no carnaval baiano terá como temas “Em defesa do Meio Ambiente”, “Em defesa da Amazônia e dos Povos Indígenas” e em “Defesa da Paz e de todas as etnias e raças”.

Edu desenvolve um trabalho voluntário com diversas tribos brasileiras. Será a segunda vez que ele receberá Raoni no trio elétrico durante o carnaval de Salvador. O cantor já gravou um disco com venda revertida para a aldeia, no Parque Nacional do Xingu, no Mato Grosso; e também levou o artesanato da tribo Pataxó da Reserva da Jaqueira de Porto Seguro para a turnê dele na China, onde os índios comrecializaram os produtos em uma feira.

Por: Redação Integrada

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/18-de-janeiro-dia-do-esteticista-e-comemorado-em-todo-brasil/

 

 




PF descobre fraude de R$ 1 milhão no Incra e deflagra operação em três estados e no DF

Ao todo, operação Eneagrama cumpre 23 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão.
Agentes cumprem mais de 20 mandados de busca e apreensão — Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (11) uma operação para combater fraudes no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em três estados e no Distrito Federal. Segundo aponta a Operação Eneagrama, um grupo criminoso formado dentro do Incra fraudava as prestações de contas envolvendo treinamentos do órgão em Rondônia.

Ao todo, são cumpridos cinco mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão nas cidades de Brasília (DF), Porto Velho, Ouro Preto do Oeste (RO), Salvador (BA) e Curitiba (PR). Todos os mandados são da 3ª Vara da Justiça Federal em Porto Velho.

Segundo a PF, o prejuízo apurado aos cofres públicos ultrapassa R$ 1 milhão.

 Agente da PF cumpre mandado de busca em Rondônia — Foto: PF/Divulgação

Agente da PF cumpre mandado de busca em Rondônia — Foto: PF/Divulgação

Como as prestações de contas eram fraudadas?

Os agentes descobriram, através da Eneagrama, que servidores públicos do Incra direcionavam a contratação irregular de uma empresa específica para realizar eventos, cuja documentação utilizada para prestação de contas continha fortes indícios de fraude, além de não refletir a realidade dos serviços prestados.

Segundo a PF, em três treinamentos de capacitação investigados o Incra pagou R$ 1.109.069,86, cujo prejuízo preliminarmente apurado foi de R$ 1.022.675,62. Por causa da fraude, a polícia estima que mais de 900 pessoas deixaram de ser capacitadas.

O nome da Operação Eneagrama se refere uma figura geométrica de nove pontas que funciona como símbolo processual. Segundo a PF, a ideia é que o fim é sempre o início de um novo ciclo.

Sede do Incra em Rondônia é alvo de operação da PF — Foto: Diêgo Holanda/G1
Sede do Incra em Rondônia é alvo de operação da PF — Foto: Diêgo Holanda/G1

Operação Ímpios

Além da operação Eneagrama, a PF realiza nesta quarta-feira a Operação Ímpios, que investiga o pagamento de propina a servidores do Incra em Alta Floresta do Oeste (RO). O pagamento da propina é feito por proprietários rurais da região.

Durante as investigações foi identificado mais de meio milhão de reais em propina. Em troca, os agentes submetiam as conclusões de seus trabalhos aos interesses de grandes fazendeiros daquela região.

Segundo investigação da PF, a propina era paga mediante diversos expedientes, mas sempre por intermédio de empresa de contabilidade da qual os empresários rurais eram clientes.

Na operação Ímpios foram cumpridos cinco mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca a apreensão nos endereços dos investigados, empresas e órgãos públicos.

Por G1 RO — Porto Velho
11/12/2019 10h17
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/encceja-nacional-2019-contemplados-podem-solicitar-os-certificados-confira/

 




Morre segunda vítima de acidente com aeronave que caiu no sul da Bahia; oito feridos seguem internados

Maysa Mussi é a segunda vítima do acidente com aeronave na Bahia — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Queda de avião aconteceu em Barra Grande, na quinta-feira (14). Oito pessoas permanecem internadas no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

Morreu na noite deste sábado (16), em Salvador, a segunda vítima do acidente com um jato executivo que caiu em Barra Grande, distrito que pertence a Maraú, no baixo sul da Bahia, ocorrido na quinta-feira (14). A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).
Leia mais:Veja quem são as vítimas da queda de aeronave em pista de resort no baixo sul da Bahia

Maysa Marques Mussi, de 27 anos, estava internada no Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana, após ser transferida do Hospital do Subúrbio, neste sábado, onde estava internada desde o dia do acidente. Não há informações sobre o sepultamento dela.

O acidente, que aconteceu na quinta-feira (14), na pista de pouso de um resort de luxo que está desativado, já havia causado a morte da irmã de Maysa, a jornalista Marcela Brandão Elias, de 37 anos. O corpo dela, que ficou carbonizado, foi levado ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus.

Os peritos aguardam exames solicitados à família da vítima para fazer a identificação oficial por meio da arcada dentária, para, em seguida, liberar o corpo.

Maysa Marques (à esquerda) e Marcela Elias. — Foto: Reprodução/ Instagram
Maysa Marques (à esquerda) e Marcela Elias. — Foto: Reprodução/ Instagram

Maysa casou com Eduardo Mussi em setembro, na cidade de Itacaré, no sul da Bahia. O marido dela, que está internado no Hospital Geral do Estado (HGE), é irmão do deputado federal licenciado Guilherme Mussi.

Entre os padrinhos do casamento de Maysa e Eduardo estão a atriz Marina Ruy Barbosa e o marido, o empresário e piloto da Stock Car, Alexandre Negrão. A festa contou a presença de famosos como Carol Celico e o casais Elaine Mickely e César Filho e Roberto Justus e Ana Paula Siebert.

 Maysa Mussi e Eduardo Mussi se casaram em setembro, em Itacaré, na Bahia — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Maysa Mussi e Eduardo Mussi se casaram em setembro, em Itacaré, na Bahia — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Vítimas

Sobrevivente de acidente aéreo na Bahia, ex-piloto de Stock Car já havia escapado de carro em chamas — Foto: Reprodução/Instagram Sobrevivente de acidente aéreo na Bahia, ex-piloto de Stock Car já havia escapado de carro em chamas — Foto: Reprodução/Instagram

Sobrevivente de acidente aéreo na Bahia, ex-piloto de Stock Car já havia escapado de carro em chamas — Foto: Reprodução/Instagram

Os outros ocupantes da aeronave são Aires Napoleão, de 66 anos, que pilotava o jato; Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, conhecido como Tuka Rocha, de 36 anos, ex-piloto da Stock Car, Fernando Oliveira Silva, de 26 anos, Marcelo Constantino, de 28 anos, neto do Nenê Constantino, fundador da Gol, e Marrie Cavelan, de 27 anos.

Além deles, Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos, que era casado com Marcela Brandão Elias, e o filho do casal, também chamado Eduardo, de 6 anos. Todos estão internados no HGE.

Tuka teve 80% do corpo queimado e segue em estado grave. Em 2011, o ex-piloto da Stock Car já tinha escapado de um grave acidente, quando o carro que ele pilotava em uma competição pegou fogo, no Rio de Janeiro. Ele conseguiu se jogar do veículo.

Acidente

Aeronave caiu em Maraú, na Bahia — Foto: Dudu Face/Camamu Noticias
Aeronave caiu em Maraú, na Bahia — Foto: Dudu Face/Camamu Noticias

Segundo informações da assessoria de comunicação da prefeitura de Maraú, o acidente ocorreu pouco depois das 14h da quinta-feira, em uma pista de pouso em um resort desativado, no distrito de Barra Grande, que pertence a Maraú.

A aeronave, um jato executivo, decolou do aeródromo de Jundiaí (SP), às 11h, com destino ao município baiano, segundo informações da Voe SP, que administra o terminal, e da Força Aérea Brasileira (FAB).

A Voe SP informou que a aeronave ficava em um hangar e teve a autorização para decolar porque não houve nenhuma comunicação de anormalidade por parte da equipe técnica responsável.

Conforme registro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeronave, um bimotor Cessna C550 fabricado em 1981, de prefixo PT- LTJ e estava em situação regular.

De acordo com a Aeronáutica, a retirada dos destroços do avião é de responsabilidade do dono da aeronave. Conforme registro na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o jato executivo é do empresário José João Abdalla Filho. Até a última atualização desta reportagem, o G1 não havia conseguido contato com Abdalla.

O acidente aéreo é apurado pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), da Aeronáutica. Militares do órgão estiveram no local do acidente, na sexta-feira (15), para coletar dados que possam auxiliar nas investigações que vão apontar as causas da queda.Não há previsão para que a apuração seja concluída.

Os destroços do jato foram retirados do local do acidente neste sábado, segundo informações da secretária de Turismo do município, Nilza Costa.
Por G1 BA
16/11/2019 22h24

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/diageo-e-grupo-heineken-abrem-selecao-para-estagio-veja-como-participar/

 




Homem é executado com bebê no colo no meio da rua- Imagens muito fortes!

(Foto:reprodução) – Um vídeo chocante mostra o exato momento em que um homem é executado na frente de uma mulher e um bebê.
As imagens, gravadas por meio de um circuito de segurança de um condomínio por volta das 14h30 da segunda-feira (07), mostram que o atirador fica escondido ao lado de outro rapaz que está a bordo de uma motocicleta.
Quando a vítima passa, o suspeito corre, o aborda e atira diversas vezes contra sua cabeça. A criança cai no asfalto, mas é logo socorrida pela mulher que estava com o homem.
O homem que aparece em um vídeo sendo morto enquanto segurava um bebê no colo é Rodrigo Lima Bonadia dos Santos. Ele era acusado de matar uma policial militar em 2015 dentro de um posto de saúde no bairro de Pituaçu, em Salvador.

As imagens são muito fortes! Assista:

https://youtu.be/2uRDmqfTQEw

 

O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

terça-feira, 15/10/2019, 11:32 – Atualizado em 15/10/2019, 11:46 – Autor: Com informações de Vitória da Conquista Notícias
|

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/cresce-o-numero-de-matriculas-na-educacao-superior-do-brasil/