“Precisamos falar sobre suicídio”

 (Foto:Reprodução Internet)- No ano de 2014 a campanha de prevenção ao suicídio chamada de “setembro amarelo” ganhou atenção pelo mundo todo. Tal ação viralizou a partir de uma história real acontecida nos Estados Unidos. Um jovem de 17 anos bateu com o seu carro amarelo propositalmente. No velório do garoto sua família decidiu distribuir panfletos com frases motivacionais e fitinhas da cor do carro.  No mundo a cada 40 segundos alguém atenta contra a própria vida. Dessa forma, é indiscutível que sejam encontrados caminhos para superar o suicídio entre jovens brasileiros.
Para isso é necessário combater com a desmistificação da ideia de “frescura”, relacionada aos sintomas de desiquilíbrio emocional. Todavia, é imprescindível que principalmente a família se atente, pois os sintomas da doença muitas vezes são silenciosos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) houve um aumento de 60% entre os jovens. Por questões biológicas, os principais afetados se relacionam ao desenvolvimento do cérebro, dessa forma os mais novos são mais vulneráveis as suscetíveis a distúrbios psicológicos.
Com intuito de amenizar essa problemática as escolas em parceria com as famílias devem inserir a discussão sobre o tema por intermédio de palestrantes com a participação de psicólogos e especialistas, que debatam sobre como agir de fronte ao problema. Por sua vez, é essencial que a mídia divulgue sobre os sintomas, principalmente ajudando aos prejudicados a procurar ajuda, disponibilizando o número do Centro de Valorização a vida (CVV), ONG que disponibiliza voluntários aptos.

Colégio Redentor
Diretora: Cristiane Caldeira Boaventura
Professora Pamela
Aluna: Mickaella da Costa Schmidel   
3ª serie Ensino Médio
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/cursos-profissionalizantes-senai-abre-vagas-em-todo-o-pais/

 




Adolescente tenta suicídio tomando coquetel de medicamentos em Novo Progresso

(Foto:Reprodução) – Angústia, decepção e desespero podem ter sido os prováveis motivos que levaram adolescente H.D.O. , de 14 anos, a tentar suicídio neste sábado (28) em Novo Progresso.
A menor que sofre de problemas psiquiátricos toma remédios controlados havia passado momentos de tranquilidade com familiares, não levantando suspeitas de que poderia cometer tal ato contra sua própria vida.
A menor deu entrada no atendimento de emergência do Hospital municipal de Novo Progresso no sábado (29), ela tomou grande quantidade de medicamentos controlados, informou.
H.D.O  de 14 anos foi medicado a tempo, no domingo dia 30 de Setembro ela recebeu alta e voltou para sua casa. Vai receber entendimento psicológico.

Aumento de casos

Em Novo Progresso os casos de suicídio tem aumentado e deixou em Alerta o mês de Setembro nos últimos dias três casos com morte e dois com tentativa foi registrado.

Leia mais:Onda de suicídios deixa Novo Progresso em alerta: Mais uma jovem é encontrada morta

Setembro Amarelo

Aconteceu na manhã de hoje 30/09, a caminhada de encerramento da Campanha Setembro Amarelo, que alerta sobre os males da depressão nos dias de hoje. Neste mês inteiro a Secretaria de Saúde teve uma intensa programação voltada para este tema. É muito importante lembrar que a secretaria atende quem precisa de acompanhamento mental no decorrer do ano inteiro e não apenas este mês.

Leia mais:Caminhada encerra atividades do Setembro Amarelo em Novo Progresso

(Foto:ASCOM Prefeitura)
(Foto:ASCOM Prefeitura)

 Prevenção do suicídio: sinais para saber e agir
Entendendo o suicídio Sinais de alerta Pedindo ajuda O quê fazer? Onde buscar ajudar Ações do Ministério da Saúde Publicações
Entendendo o suicídio – Saber, agir e prevenir.

O suicídio é um fenômeno complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Mas o suicídio pode ser prevenido! Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo a você pode ser o primeiro e mais importante passo. Por isso, fique atento(a) se a pessoa demonstra comportamento suicida e procure ajudá-la.Leia mais AQUI

O aumento de casos de suicídio no Brasil

O Brasil é o oitavo país do mundo com maior número de casos de suicídio,sendo que esta é uma das principais causas de morte entre os adolescentes brasileiros.O suicídio é considerado um problema de saúde pública e recebe o termo de ”epidemia silenciosa” por alguns especialistas.Este assunto fora romantizado por poetas românticos no século XIX,hoje o assunto é visto como um tabu pela sociedade
Pessoas que cometem suicídio,apresentam quadros de depressão profunda,esquizofrenia e uso de drogas.O aumento no índice de suicídio deve-se ao tabu envolvendo o assunto e a banalização por parte de algumas pessoas sobre o tema.
A OMS(Organização Mundial da Saúde)publicou uma pesquisa revelando que em 2020,a depressão será a doença mais incapacitante do mundo.Com isso,os índices de suicídio no Brasil aumentará ainda mais.
Portanto,as famílias brasileiras precisam falar abertamente sobre o assunto e incentivar os membros com depressão a procurar ajuda psicológica.Os pais não podem negligenciar a depressão de seus filhos,que em termos culturais,acreditam que depressão é uma doença de pessoas adultas ou até mesmo que não existe.
O Governo Brasileiro deve criar campanhas de conscientização sobre o suicídio no Brasil,bem como o seu aumento,e,criar serviços de apoio terapêutico para pessoas de baixa renda.

CVV lança vídeos para prevenção do suicídio com apoio do Unicef

O CVV acaba de lançar três séries de vídeos com o objetivo de reduzir os crescentes índices de suicídio entre jovens e adolescentes no país. Todos os materiais estão disponíveis ao público para uso gratuito e livre e, dessa maneira, compartilham informações de qualidade e na linguagem adequada, favorecendo o diálogo aberto, livre de mitos e tabus sobre o assunto.Leia mais AQUI

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/inscricoes-para-bolsas-remanescentes-do-prouni-terminam-na-proxima-segunda-feira-30/

 




Onda de suicídios deixa Novo Progresso em alerta: Mais uma jovem é encontrada morta

Imagem: Redes Sociais/- Uma onda de suicídios tem deixado Novo Progresso e região em alerta. Em menos de uma semana, dois casos consumados e uma tentativa seguida de morte foram registrados na cidade.
O caso mais recente ocorreu na manhã desta terça-feira (24) , quando um jovem de 25 anos, identificado como  “Gessyca Mônika Barbosa Pereira”, funcionária do Instituto Edson Royer cometeu suicídio em sua casa em Novo Progresso! “Em seu perfil no Facebook estava com relacionamento estável”.

(Facebook)
(Facebook)

Conforme foi apurado pelo jornal Folha do Progresso, pela forma como o corpo foi encontrado, a hipótese mais cogitada é de que Gessica tenha tirado a própria vida ainda na noite de segunda e somente foi encontrada na manhã desta terça-feira(24). Ainda não sabemos a causa e se estava tratando por depressão.
Conforme seu perfil em uma rede social, a vítima trabalhava no Instituto Edson Royer em Novo Progresso.

O velório de Gessyca esta marcado para inicio as 16h360mn na Igreja Adventista da Avenida Dr Isaías Antunes o sepultamento acontecerá as 18horas  desta terça-feira (24)  no cemitério local.

Outro caso consumado

Uma jovem de 34 anos, cometeu suicídio na tarde desta quinta-feira(19). Edna lutava contra a depressão e pensamentos suicidas. Foi encontrada enforcada na residência dos pais na comunidade de Nova Veneza [Sitio Canta Galo] , por volta das 13h30mn desta segunda (19).
Leia Também:Mulher perde a luta para a depressão e comete suicídio em Novo Progresso
Tentativa

A tentativa aconteceu no dia 06 de Setembro de 2019 no distrito de Castelo de Sonhos, ele foi transferido para Hospital Municipal de Novo Progresso , onde apresentou melhoras e foi conduzido para Hospital da cidade de  Santarém onde teve morte cerebral.

Conforme apurado pelo Jornal Folha do Progresso, todos os casos serão investigados.
Leia Também:Jovem que tentou suicídio em Castelo de Sonhos com tiro na cabeça morreu neste domingo

Valorização da vida
Para prevenir ocorrências de suicídios existe o Centro de Valorização da Vida (CVV). Fundado em São Paulo, em 1962, o CVV é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal, desde 1973. Presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato.

Os contatos com o CVV são feitos pelos telefones 188 (24h e sem custo de ligação) ou pelo site www.cvv.org.br, por do meio chat e-mail.

Fonte>:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO 24/09/2019 às 14:10:10

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/campanha-social-de-instituicoes-de-ensino-superior-oferta-servicos-gratuitos-a-populacao/

 




Mulher perde a luta para a depressão e comete suicídio em Novo Progresso

Mulher cometeu suicídio após luta contra a depressão –  (Foto: Reprodução Arquivo Familiar)
Edna Schoninger, ex-propietária da empório Jeans , de 34 anos, cometeu suicídio na tarde desta quinta-feira(19). Edna lutava contra a depressão e pensamentos suicidas. Foi encontrada enforcada na residência dos pais na comunidade de Nova Veneza [Sitio Canta Galo] , por volta das 13h30mn desta segunda (19) , ela tinha  residência no Bairro Vista Alegre  em Novo Progresso.

“Pessoas ligadas a vitima , confirmaram  ao Jornal Folha do Progresso, que ela tratava a mais de sete anos da doença, e que neste tempo administrou o comercio, não vendeu a loja para cuidar da doença, com apoio da família continuou a frente da império Modas.

Edna é filha de Orlando Schoninger , pioneiro de Novo Progresso, morador da comunidade de Nova Veneza.
Edna estava separa e deixou uma filha de 12 anos.

Aguarde atualização………

DEPRESSÃO NÃO É FALTA DE DEUS
Estudiosos , afirmam que restringir a depressão à falta de Deus é muito simplista. Ele explica que a doença pode ser fruto das experiências pelas quais o indivíduo passou, como culpa, ira ou rejeição.
– No aspecto espiritual, o maligno sempre vai trabalhar por onde tem brecha. Ele vai trabalhar com essas mazelas da alma levando ao agravamento da depressão para levar a pessoa ao pensamento suicida. Com respeito ao fato de cristãos se suicidando, não somos diferentes porque o ser humano é basicamente o mesmo. Se as mazelas na alma não forem resolvidas, em algum momento essas raízes antigas vão levar a pessoa, mesmo na vida adulta, a um quadro de depressão.

BUSQUE AJUDA
No Brasil, o Centro de Valorização da Vida é uma das instituições que dão apoio emocional e trabalham para prevenir o suicídio. Para pedir ajuda ligue para o número 188 ou acesse o site.

Atualizada em 24/09/2019 às 17:19:02

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/programa-de-estudo-mexicano-oferece-bolsas-para-estudantes-brasileiros/

 




Aplicativo elaborado por estudantes pode ajudar no combate ao suicídio

A escola é um espaço importante para atuar na prevenção

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o suicídio é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, ficando atrás apenas dos acidentes de trânsito. O Brasil ocupa a lista como o 8º país com maior índice de autoextermínio. As estatísticas envolvendo o assunto chamam a atenção para o diálogo acerca do tema, a fim de prevenir mais casos. 

A escola é um espaço importante para atuar na prevenção e foi no ambiente escolar que surgiu o Safe Tears, um aplicativo que visa monitorar o estado emocional do usuário para que, a partir dos resultados, ele receba mensagens motivacionais e alertas para a necessidade de procurar ajuda médica. O aplicativo foi criado por alunas do ensino médio técnico integrado em Informática do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), campus Xanxerê, para contribuir no enfrentamento do suicídio. O projeto foi um dos finalistas da “Technovation Challenge”, competição que ocorreu em agosto, nos Estados Unidos.do ensino médio técnico integrado em Informática do IFSC, câmpus Xanxerê - crédito - reprodução

A ideia para confecção do aplicativo surgiu das estudantes Ana Júlia Giacomeli, Anna Carolina Ferronato da Silva, Clara Noemi Pithon da Silva, Emanuela Maraskin e Jhuly Kefny da Silva Carvalho. A motivação surgiu a partir de uma aula do professor de informática do IFSC, Alex Weber. A produção envolveu a união de diversas áreas da instituição e, para a concretização, as estudantes ouviram psicólogos que contribuíram orientando o projeto.

O professor Weber ressalta que o projeto “é um marco para a cidade e a região e ampliará os horizontes dos jovens e especialmente das meninas para a área da tecnologia. Elas estão abrindo uma porta gigante”. Na tradução para o português “Safe Tears” significa “lágrimas seguras”. Nesse aplicativo, cada usuário recebe uma pontuação conforme as suas informações pessoais e o resultado passa a ser monitorado pelo próprio usuário.

A interface do aplicativo contém um copo e, conforme as respostas do usuário, ele vai enchendo com lágrimas virtuais, o que gera uma porcentagem correspondente à capacidade do recipiente. Assim, com até 50% do copo cheio o usuário recebe mensagens motivacionais para não ficar mais triste. Acima disso, ele é orientado a procurar ajuda profissional. No app há ainda a possibilidade de cadastrar uma pessoa de segurança para receber alertas sobre o estado mental do usuário.

Educação

Nessa atuação, a escola pode ajudar de diversas formas desde a prevenção até o encaminhamento a um psicólogo, conforme pontua a psicóloga Sabrina Costa Filgueira: “A escola pode ajudar os alunos a estarem conectados com a vida. Por exemplo, promover atividades dos mais diversos tipos que estimulem o vínculo, a troca de afeto e a expressão do sentimento, além de fazer com que alunos criem espaço de transparência e diálogo.”

Setembro Amarelo

O mês de Setembro é instituído como o mês de alerta para a prevenção ao suicídio. A campanha nacional chama a atenção para a necessidade de discutir o assunto, uma vez que nove em cada 10 mortes por autoextermínio podem ser evitadas, de acordo com a OMS.

No Brasil, a campanha Setembro Amarelo foi criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O movimento tem como objetivo dar mais visibilidade à causa por meio de pinturas e iluminação estampando a cor amarela, sobretudo, nos principais monumentos de todo o Brasil.

 

Links úteis

Abrata

Centro de Atenção Psicosocial (CAPS)

CVV – ligue 188

Movimento Conte Comigo, Prevenção a Depressão

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/saiba-quem-e-a-primeira-relacoes-publicas-com-down-do-brasil/




Após ser demitido, homem mata colega de trabalho atira na cabeça do patrão e comete suicídio

Funcionário mata colega de trabalho, atira na cabeça do patrão e comete suicídio(Foto:Reprodução)

Uma confusão em um bar, localizado na Avenida 2000, esquina com a Rua Araguaia, no bairro Novo Horizonte, terminou com dois mortos e um baleado na cabeça, no final da tarde de hoje (9), em Marabá, sudeste do Pará. O atirador trabalhava no bar onde ocorreu os crimes. O assassino não teria gostado de ter sido demitido e resolveu matar o colega de trabalho, o patrão e tirar a própria vida, segundo informações preliminares colhidas no local da carnificina.

 “Kim Brás”, acusado de atirar nas vítimas e depois cometer suicídio, atirando na própria cabeça.(Foto:Reprodução)

“Kim Brás”, acusado de atirar nas vítimas e depois cometer suicídio, atirando na própria cabeça.(Foto:Reprodução)

De acordo com as primeiras informações, a tragédia aconteceu por causa de desavenças, após a demissão de “Kim Brás” do bar onde trabalhava. Ele atirou primeiro em Ricardo Farias, conhecido como “Quaresma”, seu colega de trabalho, que morreu “na hora”. Depois o assassino disparou na cabeça de Rafael Torelli, seu patrão. “Kim Brás” teria matado os dois por achar que “Quaresma” teria “dedurado” um desfalque no caixa do estabelecimento comercial para o patrão e decidiu “fuzilar” os dois, após ter sido demitido da empresa.

 Uma das vítimas do atirador.(Reprodução)

Uma das vítimas do atirador.(Reprodução)

Logo após os tiros, o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado e socorreu Rafael Torelli para o Hospital Municipal de Marabá, porém, de acordo com informações vindas do local da tragédia e do HMM, as chances de sobrevivência são mínimas, devido ter havido perca de massa encefálica da cabeça de Rafael, provocado pelos disparos de arma de fogo.

Fonte:Para News Com informações Debate Carajás

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/redacao-do-enem-aplicativos-ajudam-candidatos-nos-estudos/

http://www.folhadoprogresso.com.br/redacao-do-enem-aplicativos-ajudam-candidatos-nos-estudos/