Transamazônica começa a ser asfaltada do pacote de 11 estados

image_pdfimage_print

(Foto: Divulgação/Dnit) – A poucos quilômetros de concluir a pavimentação da BR-163 (Mato Grosso-Pará com 710 quilômetros), o Ministério da Infraestrutura já deu início à pavimentação da BR-230, mais conhecida como Transamazônica, de 4.260 quilômetros (entre Cabedelo/PB a Lábrea/AM).
No momento, são realizados serviços de restauração com reciclagem entre Salto do Curuá e Novo Progresso (PA).
As obras acontecem em 11 estados, totalizando 1.167,4 quilômetros de execução, informa o Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit).
No mês passado, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou, em audiência no Senado, o asfaltamento da BR-319 (entre Manaus e Porto Velho) a partir de 2020.
A par da situação, presidente Jair Bolsonaro publicou no Twitter dele: “Nos últimos dias foram iniciadas as obras de pavimentação da Transamazônica (BR-230/PA – trecho entre Marabá e Divisa de Tocantins). Além da pavimentação, pontes de madeira estão sendo substituídas por estruturas de concreto”. E elogiou a atuação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Foto:Reprodução Twitter)
Foto:Reprodução Twitter)

O Dnit informou que começou recentemente a “pavimentação dos 12km da BR-230/PA (foto), entre Marabá e a divisa com Tocantins, importante eixo de integração nacional na região. Com previsão de conclusão em jun/2020, o trecho vai conectar o norte do Tocantins até Marabá em via pavimentada”.

O Ministério da Infraestrutura, por sua vez, informou que o Exército tem atuado em conjunto com o Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) em 13 empreendimentos de construção e manutenção rodoviária.
Em relação à rodovia BR-163, o trabalho dos militares na pavimentação começou em agosto de 2017, na gestão de Michel Temer (MDB), ao contrário do que afirmam publicações nas redes sociais, de acordo com publicação do site Aos fatos.
O jornalista do site Luiz Fernando Menezes apurou que o Exército, de fato, assumiu as obras da BR-163, mas em 2017, quando Jair Bolsonaro ainda nem havia sido oficializado como candidato à Presidência da República.
Em agosto de 2017, no governo de Michel Temer (MDB), o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa (PR-AL), assinou um termo de transferência de R$ 128,5 milhões para o Exército tocar a pavimentação de 100 quilômetros da rodovia que liga o Mato Grosso ao Pará.
Em outubro de 2018, 654 quilômetros dos 710 de toda a rodovia já tinham sido pavimentados, de acordo com uma atualização das obras que foi publicada pelo Dnit.
Na época, o Exército já havia iniciado o asfaltamento do trecho sob sua responsabilidade, tendo pavimentado três dos 51 km restantes no início de 2018 e com planos de avançar mais 15 km até o fim do ano passado.

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO COM DNIT

Todo o conteúdo áudio visual do Jornal Folha do Progresso está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral, sua reprodução é permitida desde que citado a fonte e com aviso prévio através do e-mail adeciopiran.blog@gmail.com

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: