TRE autoriza Plebiscito para a criação do município de Moraes Almeida

image_pdfimage_print

(Foto: Reprodução/internet e página facebook Moraes Almeida – PA) – O Tribunal Regional Eleitoral aprovou realização de plebiscito no município de Itaituba para criação do município de Moraes Almeida. A atual legislação prever consulta plebiscitária em todo o município, assim todos eleitores de Itaituba terão o direito de votar.

Sendo aceita a criação do novo Município, ainda será necessário a aprovação da Lei que regulamenta a criação, fusão, incorporação e desmembramento de municípios que atualmente está na Câmara dos Deputados Federais, PEC 137/15, pronta pra ir a plenário.

O município de Moraes Almeida irá ocupar uma área de um pouco mais de 12 mil quilômetros quadrados, fazendo limites com Itaituba, no Rio Aruri, na Cuiabá Santarém; no Riozinho, com Novo Progresso, também na Cuiabá Santarém; no Rio Sumaúma, na Transgarimpeira com Itaituba e com Altamira. Segundo o levantamento populacional, realizado em 2018 na área existem mais de 10 mil habitantes.

Moraes Almeida possui todas as condições para se tornar cidade, sendo um dos distritos mais ricos da região. Existe na área do pretenso município duas grandes mineradoras ( Serabi e Brazauro) e duas concessões florestais, que proporcionam a extração legal de madeira para 12 serrarias trabalharem dia e noite exportando mensalmente milhares de metros cúbicos de madeira beneficiada. Na região o comércio é forte, atende a região garimpeira e a agropecuária daquela região. Funcionam ali, duas escolas, uma com 1.200 alunos e outra com 400 alunos de ensino fundamental e à noite funciona o ensino médio com mais de 300 alunos, alem dos cursos superiores periódicos.

“A emancipação política administrativa, é um caminho para o progresso”, disse um dos membros da comissão do SIM Vereador de Itaituba, Peninha.
A comissão pelo SIM no  plebiscito, vem trabalhando para que os eleitores de todo o município de Itaituba votem pela criação do município de Moraes Almeida que sendo criado fará parte do mapa do futuro estado do Tapajós.
Os argumentos utilizados são os mesmos para a emancipação regional para a criação do estado do Tapajós. É a somatória, da união, da presença do poder público mais perto dos problemas, é o caminho para a organização e o desenvolvimento de uma região.

Com informações de O Impacto
Texto: Jean Carlos Leitão Teólogo, pedagogo e palestrante.
Correção/edição: Repórter e apresentadora Cissa Loyola

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com e/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: