Vai ter Sangue Derramado Neste Asfalto, ameaça em carta lideres Kayapós da BR 163

image_pdfimage_print
(Foto:Adria Karoline/Jornal Folha do Progresso) – BR -163 continua bloqueada por indígenas – Ameaça de derrubar rede de transmissão de energia revolta moradores.
Pelo quinto dia consecutivo, os indígenas kayapos realizam protestos bloqueando à rodovia BR 163 em Novo Progresso.
Em carta assinada por 62 lideranças indígenas ,relatam as reivindicações e ameaça derramar sangue caso a Justiça use da Policia Federal e Exercito para cumprir decisão Judicial. “Não Aceitamos o Exército,a policia Federal ou Policia Militar, vir aqui nos tirar a força. Desse jeito vai ter sangue derramado neste asfalto”.Assista ao Vídeo;

 

 

Leia abaixo a Carta dos kayapós

Divulgação Kayapo
Divulgação Kayapo

Ameaça de derrubar torre de transmissão de energia  
O protesto pegou uma nova dimensão nesta quinta-feira(20), a rodovia não foi liberada para passagem de caminhões e veículos, pela manhã houve uma nova ameaça, por parte de um indígena que comentou da possibilidade de derrubar torres da rede de transmissão de energia. Uma liderança divulgou que caso a justiça tire a força o direito dos indigenistas de protestar na rodovia, as torres de transmissão de energia seriam derrubadas – (comentário de um indígena no local do protesto).  A reação da sociedade foi rápida – revoltou moradores que divulgaram notas nas redes sociais.

NOTA DE REPÚDIO.

Em repúdio à declaração e protesto do líder indígena Kayapó DOTO KATIERE, junto a outros líderes do movimento, vimos a necessidade de nós pronunciar contra, a declaração do “ATO TERRORISTA” contra a cidade de NOVO PROGRESSO-PA e região. Em entrevista à rádio cultura FM, o líder Doto em tom de ameaça afirmou que não havendo uma decisão ou resposta dos órgãos no qual os indígenas estão cobrando suas reivindicações, Terão como atitude de represália em ato terrorista, a destruição de uma parte da BR 163 fazendo assim um bloqueio de via, realizando atentado à torres de energia e internet, rompendo o fornecimento de energia e comunicação a nosso município e região.
Vendo o anseio da nossa população, em uma pandemia e crise em setores tão importante para nossa cidade, vimos a necessidade de juntarmos nossas forças e juntos darmos nossa resposta de repúdio a essa ameaça de atentado TERRORISTA , aonde todos seremos arduamente penalizados por atos inconsequentes de tamanha natureza. Com isso estamos pedindo para que todos os comerciantes, “mercados, oficinas, postos de combustível, lojas…comércio geral” de NOVO PROGRESSO e região nos apoie pois o problema será de todos! o mesmo pedimos a população, que juntos temos a resposta para tal ato, no qual seremos todos prejudicados. Assim pedimos a lideranças municipais a intervenção dessa ameaça contra nossa cidade. Em resposta ao líder indígena Kayapó DOTO KATIERE, que declarou a ameaça de “atentado terrorista”
Afirmamos que somos contra essas ameaças, sendo elas concretizadas a cidade de NOVO PROGRESSO e região, fechará seus atendimentos a necessidade dos indígenas… pedimos também esclarecimentos e posicionamentos do INSTITUTO KABU no qual presta serviços a esses indígenas.

MOVIMENTO
RENOVA NOVO PROGRESSO. 🇧🇷
Na luta contra corrupção Juntos somos mais fortes.

Lideranças se manifesta sobre outros atos

As lideranças em entrevista a Rádio Web Jornal Folha do Progresso desmentiram os boatos que circulam afirmando que, caso as demandas dos Kayapó não sejam atendidas, o bloqueio da BR-163 incluiria outros atos, como a destruição de parte da pista e o intuito de deixar a região também sem energia elétrica, com ataques a torres de transmissão. “Isso é mentira. Não faremos isso”, asseverou Mydjere Kayapó Mekrãgnoti.  O ato foi individual não é o que as lideranças querem, disse cacique Dtoto Taka Yre, não apoiamos vandalismo.

Kayapós dizem que bloqueio da BR-163 não tem previsão para acabar

Os indígenas vinham liberando o tráfego de veículos na BR-163,diariamente , nesta quarta-feira (19) a rodovia foi liberada às 17horas , os Kayapó voltaram a bloquear esta quinta-feira (20) , às 7 horas e prometem não liberar até que o Governo Federal atenda as reivindicações, confirmou liderança ao Jornal Folha do Progresso.

Assista ao Vídeo

Indígenas pedem ações do governo federal na área de saúde e para proteção territorial.

Veja as reivindicações
1. Saúde Indígena
– Reforma da CASAI (estrutura insalubre construída pelo DNIT);
– Contratação de serviços de terceiros (contratação de motorista, serviços gerais, cozinheira, barqueiro e administrativo);
– Contratação de profissionais da saúde; (contratação de 10 (dez) Técnicos de enfermagem, 01 Nutricionista, 01 Enfermeira, e AIS (Agente indígena de saúde), para atuar na CASAI e Aldeias;
– Poços artesianos;
– Manutenção de veículos e equipamentos;
– Aquisição de equipamentos e material apoio;
– Teste rápido para covid-19;
– Construção de Postos de Saúde nas aldeias;

2. BR 163

– Renovação/continuidade do CI-PBA;
– Liberação de recursos do Plano Emergencial;
– Autorizar a utilização da aplicação financeira que está conta do Instituto Kabu;
– Casa de Cultura Kayapó;
– Manutenção do ramal Kayapó (Terra Indígena Menkragnotí);
– Manutenção do ramal para Terra Indígena Baú;
– Abertura do ramal Kayapó para as aldeias Krimej, Kawatum e Mekrãgnoti Velho;
– Pendência dos carros que foram cedidos ao Instituto Kabu pelo DNIT (documentação, doação, manutenção);
– Concessão da BR 163 – não fez consulta;

3. Ferrogrão

– Não fez consulta e não reconhece todos os impactos sobre os povos indígenas da região, principalmente quanto aos Kayapó.

4. Proteção territorial

– Fechamento dos garimpos fora das Tis, no rio Curuá, incluindo a expulsão de garimpeiros das TIs.
– Retorno de ações do Ibama e Polícia Federal para expulsão de madeireiros, garimpeiros e outros invasores e principalmente conter ameaças;
– Continuidade do PBA – único programa de proteção ambiental que ajuda proteger e preservar nossas terras, rios e florestas;

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO1597848174244

(Foto:Jornal Folha do Progresso Adria Karoline)
(Foto:Jornal Folha do Progresso Adria Karoline)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com e/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: