Valmir Climaco terá de devolver mais de meio milhão de reais aos cofres da prefeitura de Itaituba

image_pdfimage_print

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCMPA)  não aprovaram a prestação de contas da gestão de 2017 da Prefeitura de Itaituba, de responsabilidade de Valmir Climaco de Aguiar. – (Foto:Reprodução)

Ele terá de devolver ao Município, R$ 623.707,67, decorrente da diferença do saldo do exercício anterior, e R$ 61.477,53 referente a pagamento de diárias sem respaldo legal.

O prefeito Valmir Climaco de Aguiar cometeu ainda as seguintes irregularidades: não encaminhou os atos de admissão temporária de pessoal;  não efetuou o recolhimento das Obrigações Patronais, no montante de R$ 3.472.015,44, descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal; além de ter publicado processos licitatórios com pendências no Mural de Licitações.

Além de multar Valmir Climaco de Aguiar, o plenário aprovou medida cautelar bloqueando bens do ordenador de despesas caso não recolha aos cofres do Município os valores determinados, devidamente atualizados, no prazo de 60 dias. Cópia dos autos será encaminhada ao Ministério Público para as providências cabíveis.

A decisão foi tomada em sessão plenária virtual realizada no dia 30 de setembro.

GASTO COM PESSOAL ACIMA DO PERMITIDO REPROVA CONTAS

Na mesma Seção em que determinou a devolução de recursos, o Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCMPA) emitiu parecer prévio contrário à aprovação, pela Câmara Municipal de Itaituba, das contas de governo de 2017 do prefeito  Valmir Climaco de Aguiar, por gastos com pessoal do Poder Executivo que totalizaram R$ 134.801.638,61, correspondente a 64,32% da Receita Corrente Líquida (RCL), descumprindo o limite  máximo de 54% estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Outra irregularidade detectada pelo Tribunal foi o elevado  gasto com pessoal do Município que totalizou R$ 140.072.276,86, correspondendo a 66,83% da Receita Corrente Líquida, descumprindo o limite máximo de 60%.

Por outro lado, o prefeito não comprovou o recolhimento da multa de R$ 1.730,85, aplicada em virtude do descumprimento do TAG da Transparência (TAG nº 020/2017/TCM/PA), conforme determinado pela Resolução nº 14.742/TCM/PA.

Por:RG 15 / O Impacto com informações do TCMPA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: