Vasco vence e reassume liderança do Brasileiro da Série B

image_pdfimage_print

Fonte: Gazeta Esportiva (foto: arquivo/assessoria) – Vasco da Gama venceu o Brasil de Pelotas na noite deste sábado em São Januário por 2 a 0, gols de Nenê e Luan, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A vitória traz alívio ao Cruzmaltino, que perdeu os últimos dois jogos, e viu a folga na liderança se evaporar.

Com dez vitórias em 13 rodadas, o Vasco é líder isolado com 31 pontos, seguido do Atlético-GO, que empatou na rodada e soma 29 pontos. O Brasil de Pelotas tem 22 pontos e ocupa posição intermediária.

Na próxima rodada, o Vasco visita o Luverdense em Lucas do Rio Verde (MT), no sábado. No mesmo dia, o Brasil recebe o Vila Nova-GO.

O Jogo – Após duas derrotas seguidas em casa, contra Paysandu e Paraná, o Vasco iniciou a partida deste sábado a todo vapor. A pressão vascaína encurralou a equipe do Rio Grande do Sul, e o primeiro gol não demorou a sair. Antes, porém, aos 4 minutos, uma falta cobrada por Rodrigo da intermediária fez a torcida se levantar. O zagueiro acertou um balaço e obrigou Luiz Müller a voar para mandar para escanteio, pois a bola iria entrar no ângulo superior direito.

O gol saiu cinco minutos depois numa jogada que começou despretensiosa. Bola para o alto na intermediária, Thalles cabeceia para o alto sem direção mas ela cai nos pés de Nenê, que penetrava em velocidade. O meia deu apenas dois toques na bola enquanto corria, um para matar e jogar na frente e outro já dentro da área para acertar o canto direito de Luiz Müller. A pressão e o gol pareciam prenúncio de goleada, mas o Vasco caiu de ritmo após o ímpeto inicial dos primeiros 15 minutos. Já o Brasil de Pelotas cresceu em campo e teve duas chances incríveis de marcar ainda na primeira etapa.

Aos 21, Weldinho é lançado na ponta direita e em cima da linha de fundo consegue o cruzamento para a área. Felipe tentou o chute de primeira e a bola bateu em Rodrigo. Luan pegou o rebote e chutou para trás, acertando a própria trave. Com Jordi vendido no lance, a bola sobrou para Ramon livre na pequena área, mas o atacante demorou a concluir para o gol vazio e Luan se recuperou e cortou mandando pela linha de fundo.

Já nos acréscimos, em contra-ataque rápido do Brasil, Felipe conduziu até a entrada da área e tocou para Ramon. O atacante tentou o chute cruzado mas Jordi fez a defesa. O segundo tempo começou com o Brasil buscando o gol de empate, e sua principal estratégia era o cruzamento para a área. Aos 5, Marlon cruzou da esquerda e Felipe Garcia, sem marcação no segundo pau, não conseguiu colocar a cabeça na bola e perdeu boa oportunidade.

No minuto seguinte, falta na intermediária, que Diogo Oliveira levantou do outro lado e o volante Washington cabeceou pela linha de fundo. O Brasil dificultava a vida do Vasco com uma marcação bem aplicada. Aos dezenove, um lance polêmico. Nenê recebeu na direita beirando a área e cruzou. A bola resvalou na mão do defensor e o árbitro assinalou o pênalti, mas depois de conversar com o assistente, voltou atrás.

O Vasco respirou aos 26. Nenê cobrou falta com perfeição da intermediária pela esquerda. O meia levantou a bola, que atravessou a área e foi cair no bico da pequena área. O zagueiro Luan apareceu e bateu com a parte de dentro do pé sem defesa para Luiz Müller. O terceiro gol quase saiu aos 33 na cobrança de um escanteio pela direita do ataque. Nenê cobrou e William desviou de cabeça na pequena área, mas não acertou o gol.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: