Volta a ser permitido corte de energia por falta de pagamento

image_pdfimage_print

A medida já havia sido prorrogada uma vez, justamente até 31 de julho (Foto:Fábio Costa / Arquivo O Liberal)

Famílias de baixa renda que participam do programa tarifa social não estão sujeitas à suspensão

Concessionárias do Brasil podem voltar a fazer cortes de energia por falta de pagamento, pois a medida publicada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para garantir o serviço, durante à pandemia de covid-19, perdeu a validade no dia 31 de julho.

A medida já havia sido prorrogada uma vez, justamente até 31 de julho, mas agora, com o fim da prorrogação, cortes podem ser feitos, exceto às sextas-feiras, sábados, domingos e feriados.

As famílias de baixa renda que participam do programa tarifa social não estão sujeitas à suspensão do fornecimento. Isso também vale para pessoas que dependem de equipamento elétrico essencial para manter a vida.

Mesmo que as concessionárias tenham avisado anteriormente sobre tarifas em atraso, as empresas precisam novamente informar os consumidores sobre contas não pagas.

A partir de agosto, as empresas podem realizar atendimento presencial em lojas de entrega de tarifa impressa, se não houver restrições ao serviço na cidade.

Por:Redação Integrada

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: