Wanderley Andrade e Rebecca Lindsay comandam segundo dia de Pará Live

image_pdfimage_print

Festival é transmitido nesta quinta-feira, 13 de agosto, nos canais do Youtube e Facebook da Equatorial Energia Pará

As marcantes canções de brega feitas no Pará vão invadir a telinha dos expectadores do segundo dia de Pará Live nesta quinta-feira (13). Agora é a vez de Wanderley Andrade e Rebecca Lindsay apresentarem o melhor do gênero musical aos seus fãs de forma virtual, já que, em tempos de pandemia, em que a aglomeração de pessoas ainda é uma forma de prevenção e combate à Covid-19, as lives foram transformadas em palcos de interação entre artistas e público.

 

Pela telinha do Festival já passaram Pedrinho Cavallero e Maria Lídia. Os shows podem ser assistidos sempre de 19h30 às 22h, nos canais do Youtube e Facebook da Equatorial Energia Pará, patrocinadora do evento. Na próxima semana, dia 20 de agosto, será a vez de Nego Nelson e Manoel Cordeiro apresentarem o melhor do instrumental paraense; e para fechar a programação, o público vai curtir o pop de Lia Sophia e Felipe Cordeiro.

 

“O projeto Pará Live, para nós da classe artística, nos ajuda a continuar nessa caminhada na música. O momento é muito difícil para todos. Conheço vários artistas que pensaram seriamente em desistir da profissão por conta da dificuldade que temos enfrentado com a falta dos shows, porque são nossa fonte de renda, é como a gente sustenta nossa família, então veio para incentivar e com certeza nos ajudar nesse momento”, afirma Rebecca Lindsay,  atração de fechamento da Pará Live desta quinta.

 

Mas quem abre a noite é ele que é um dos maiores nomes do brega pop do Pará, Wanderley Andrade, que promete roubar o coração de todos pela internet. Eternizado em músicas como “Pirangueiro” e o “O ladrão de coração”, ele foi um dos primeiros artistas do Pará a fazer live, diretamente de seu estúdio em Belém, logo que iniciou o período de isolamento provocado pelo avanço da Covid-19. Na ocasião, o cantor revela que viu uma oportunidade.

 

“O contexto que vivemos é bem delicado e eu não conhecia esse lado de rede social, mas, por outro lado, foi altamente positivo, porque nós estamos descobrindo que o número de fãs que temos. É um negócio impressionante”, conta o músico, que passou por volta de 100 dias no seu apartamento em Belém.

 

Wanderley diz ainda que nunca imaginou ser tão querido não só no Pará, mas no Brasil e até mesmo fora do país. “Agradeço a Deus, porque estamos vivendo esse momento de dificuldade, mas estamos com saúde e eu afirmo: não vou mais parar, mesmo voltando tudo ao normal. Sempre vou fazer duas lives por mês, porque percebi hoje que temos o comprometimento com as pessoas, e temos as redes para que possamos atender as pessoas que não podem ir aos nossos shows. A live nos dá essa possibilidade”, conclui.

 

Fomento à cadeia produtiva da música

 

Para a idealizadora do evento, Lany Cavallero, o Pará Live vem como uma importante ferramenta de fomento à produção artística em um momento que os artistas e demais profissionais envolvidos nas produções culturais estão sem trabalho. “Nesse sentido, só temos a agradecer à Equatorial pelo patrocínio através da Lei Semear, Fundação Cultural do Pará e o Governo do Estado, sem os quais essa iniciativa não seria possível. A oportunidade de estimular a cadeia produtiva da música e do audiovisual do Pará é agora”, ressalta.

 

O presidente da Equatorial Pará, Marcos Almeida, comemora o sucesso do evento. “Nós já temos certeza de que o Pará Live é um sucesso e está fazendo a alegria das pessoas que acompanham as apresentações pela internet. Isso nos deixa muito honrados e felizes por poder patrocinar um projeto que desperta o ânimo das pessoas em tempos tão difíceis, e apoia esses artistas maravilhosos que têm muita coisa boa e de qualidade para mostrar”, finaliza.

 

Serviço:

 

Pará Live

Próximos shows online: 20 e 27 de agosto

Horário: 19h30 às 22h

Local: Canais do Youtube e Facebook da Equatorial Pará

 

Atrações:

20 de agosto – Nego Nelson e Manoel Cordeiro

27 de agosto – Lia Sophia e o Felipe Cordeiro

 

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Fonte:Ascom Equatorial Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: