Xinguara alcança índice de risco de surto de mosquito Aedes aegypti

image_pdfimage_print

Município atingiu grau 4,9 de acordo com o levantamento do Lira. Organização Mundial de Saúde (OMS) indica que índices superiores a 4 são tidos como risco de surto.

O município de Xinguara, no sul do Pará, está em estado de alerta para uma infestação da larva do mosquito Aedes aegypti. De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde do município, o município atingiu o grau 4,9 dentro da escala do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (Lira).

O índice é feito em base aos ordenamentos da Organização Mundial da Saúde, que apontam municípios com grau 4 ou superior estão com risco de surto do mosquito e também de doenças transmitidas por ele. Em 2017, Xinguara sofreu com surto de Chikungunya com mais de 170 casos da doença notificados, além de terem sido registrados oito mortes.

Em 2018, Xinguara já registrou sete suspeitas de dengue. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as ações de combate ao mosquito são feitas regularmente, além de palestras e orientação da comunidade sobre a gravidade do caso, mas falta conscientização da população para evitar um surto de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti na região.

“Nós continuamos com as ações, pedimos aos moradores que nos ajudem no combate ao mosquito. Os maiores criadouros do Aedes Aegypti são os quintais das residências”, afirmou a secretária municipal de saúde Janaína Pereira.

Fonte:G1 PA.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: