No Dia Internacional da Reciclagem especialista orienta sobre práticas que podem ser adotadas em casa no descarte de materiais

Uma das formas mais simples de contribuir com o meio ambiente é o descarte correto do lixo.

O assunto é tema do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) todos os anos, principalmente na data em que se comemora o Dia Internacional da Reciclagem, em 17 de maio.

A data foi criada pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a Cultura) com o objetivo de estimular a reflexão sobre o descarte correto dos itens que consumimos.
No HMUE, a unidade, localizada em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, são desenvolvidos projetos para o melhor aproveitamento dos materiais descartados. No ano passado, o hospital atingiu a marca de 13% de reciclagem do volume total de resíduos gerados. A taxa está bem acima da média nacional de 4%, definida pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais.
Em comemoração ao Dia Internacional da Reciclagem, o hospital criou ações envolvendo conversas com os colaboradores e pacientes sobre o assunto, com a finalidade de criar reflexão sobre as questões ambientais e os impactos que um consumo inconsciente gera ao planeta.
“O incentivo que todos recebem, quanto a prática do desenvolvimento sustentável é muito importante, pois planta a sementinha do cuidado com o meio ambiente, nos pacientes e da sociedade. Com isso, já podemos perceber grandes resultados”, enfatizou a analista de sustentabilidade do Metropolitano, Amanda Mitoso.
A cultura de sustentabilidade mencionada por Amanda abrange questões ambientais e sociais. Atualmente, os projetos de reciclagem do HMUE contribuem para a geração de renda de mais de 50 famílias paraenses.
Desde 2018, a Associação de Catadores da Coleta Seletiva de Belém (ACCSB) coleta resíduos como papelão, plástico, alumínio e outros itens recicláveis.
O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência é uma unidade do Governo do Pará, sendo gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde. A unidade é especializada no atendimento de traumas e referência para mais de 60 munícipios.
Praticando em casa
Segundo Amanda Mitoso, algumas dicas simples podem ajudar no descarte correto de materiais. A especialista destaca algumas das orientações que podem ser realizadas em casa. Confira:
•   Utilize uma lata específica para lixo orgânico (sobra de alimentos) e outra para resíduos secos (embalagens plásticas, vidro, metais etc.);
•   Lave e seque as embalagens que antes continham alimentos, pois evita ratos e insetos, além de facilitar no trabalho das pessoas que vão manusear esses materiais posteriormente;
•   Amasse as garrafas PET e latinhas, isso diminuirá o volume e fará com que a lata de resíduos secos comporte mais materiais;
•   É importante que os papéis sejam descartados em um recipiente diferente dos de lixo orgânico e secos. De preferência, o mais inteligente é rasgá-los em pedaços para empilhá-los;
•   Embalagens de metal ou vidro de extrato de tomate, leite condensado, entre outros, podem virar utensílios como porta canetas e outros objetos, basta ousar na criatividade;

•   Vai jogar a toalha velha no lixo? Aproveite o item para usar como pano de chão.

Fonte:Ascom/Comunicacao – HMUE – Com  Foto

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/instituto-internacional-oferece-bolsas-de-estudo-em-cursos-rapidos-nos-eua/

 




Veículos roubados são apreendidos no interior do Pará

(Foto:Reprodução) – Foram recuperadas seis motocicletas, fiscalizados documentos e houve abordagens de condutores em áreas urbanas e rurais

O estado do Pará tem realizado ações mais ostensivas no combate aos crimes de roubos e furtos de veículos. Além da queda nos números de ocorrências, o Pará também tem se destacado no número de veículos recuperados.

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) apreendeu seis veículos roubados nos municípios de Viseu e Altamira, respectivamente nas regiões nordeste e sudoeste do Pará. As operações conjuntas com a Polícia Militar, Guarda Municipal e, ainda, órgãos municipais de trânsito vêm sendo realizadas desde a última quinta-feira (13), com o objetivo de identificar fraudes veiculares.

Em Viseu, a Operação Saturação recuperou seis motocicletas durante quatro dias de fiscalização na Vila do Bombom, Vila Nazaré, Vila Mangueirão e na Avenida Justo Chermont. Os agentes de segurança realizaram mais de 50 abordagens para coibir e apreender veículos roubados ou obtidos através da prática de furto.

No ato da apreensão, os agentes de fiscalização do Detran realizam procedimentos de inspeção detalhada, sobretudo para constatar sinais de adulteração nas características originais do veículo e documentação irregular. As motocicletas apreendidas apresentavam indícios de roubo e adulteração, especialmente, modificação de chassi e placa.

Em Altamira, a Operação Maio Amarelo realizou abordagens e barreiras na rodovia Transassurini, na entrada do ramal da Vila Quatro Bocas, tendo como principal alvo motocicletas furtadas. A equipe do Detran também fiscalizou documentações e elementos de identificação veicular. Já a PM abordou  condutores e veículos com foco em objetos ilícitos.

Das 27 autuações, seis resultaram na apreensão de veículos roubados. Em todos os casos, os condutores foram conduzidos para prestar esclarecimentos na delegacia. “Essas operações devem continuar por tempo indeterminado em outros municípios, com o intuito de manter os bons resultados, recuperar  veículos roubados”, informou o gerente de Operação e Fiscalização de Trânsito das Ciretrans “A”, Josimar Viana.

Por:Agência Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/instituto-internacional-oferece-bolsas-de-estudo-em-cursos-rapidos-nos-eua/

 




Concurso dos Bombeiros oferta 405 vagas e define banca no Pará

O Governador do Estado, Helder Barbalho, anunciou uma oferta de 405 vagas na classe inicial. | Bombeiros PA/Foto:Divulgação

A comissão organizadora já foi selecionada e os nomes divulgados no Diário Oficial do Pará.

A incerteza com relação a continuidade do emprego é uma das maiores preocupações da maioria dos brasileiros. Principalmente nesse momento onde a média de desemprego no país é considerada alta. Para tentar garantir uma estabilidade financeira, muitos se aventuram nos concursos públicos. E de fato, alcançam seus objetivos e se tornam servidor público.

No Pará, o novo concurso do Corpo de Bombeiros Militar, está cada vez mais perto de acontecer. O Governador do Estado, Helder Barbalho, anunciou uma oferta de 405 vagas na classe inicial, agora a seleção já tem comissão formada para a escolha da banca organizadora. Os nomes dos membros foram divulgados no Diário Oficial na última sexta-feira (14).

Após a escolha da banca, é que poderá ser definida uma data para que o edital seja, de fato, publicado. Novas informações devem ser anunciadas em breve.

Para concorrer ao cargo os candidatos devem ter ensino médio, ter no mínimo 18 anos até a data da matrícula e até 27 anos no ato da inscrição, altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres e carteira de habilitação categorias “A” e “B”. A remuneração inicial ainda será confirmada.

Último concurso

O último concurso dos Bombeiros no Estado, aconteceu em 2015, com uma oferta de 330 vagas, sendo 300 para praças e 30 para o curso de formação de oficiais. A banca organizadora, na ocasião, foi a Consulplan.

Com informações JC Concursos

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com




Duas pessoas morrem e quatro ficam feridas em acidente sobre ponte no rio Tocantins em Marabá

(Foto:Reprodução) – José Junior de 20 anos e Lorena Trindade foram arremessados para fora do carro e morreram no local do acidente.

Duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em um acidente na rotatória de acesso a ponte Rodoferroviária sobre o Rio Tocantins, em Marabpa, região sudeste do Pará.

De acordo com informações de testemunhas, seis pessoas estavam no veículo quando perderam o controle no trecho da ponte, bateram na mureta de proteção da pista e caíram numa ribanceira.

O acidente aconteceu na madrugada de domingo (16). Duas pessoas morreram ainda no local do acidente. José Junior de 20 anos e Lorena Trindade foram arremessados para fora do carro. Os outros quatro ocupantes, entre eles o motorista do carro ficaram feridos e foram encaminhados para o Hospital Municipal de Marabá.

Por G1 Pa — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/equipamentos-que-monitoram-a-saude-estao-mais-presentes-nas-casas-brasileiras-veja-quando-usar-cada-um/

 




Jovem é executado a tiros na frente de casa, em Novo Repartimento

Welk Marques Morais não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime (Foto:Reprodução)

Welk Marques Morais foi executado a tiros na noite deste domingo (16), no bairro Vila Tucuruí, em Novo Repartimento, sudeste do Pará. A vítima estava na frente de sua residência quando foi assassinada. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o crime. Até o momento desta publicação, ninguém havia sido preso.

O irmão da vítima compareceu à delegacia para registrar o boletim de ocorrência. Segundo ele, era por volta das 21h quando seu irmão foi morto por dois homens que chegaram no local em uma motocicleta Honda Pop.

A dupla chegou à casa da vítima, na rua Palmares, e chamou por Welk. Os três conversaram por alguns minutos na frente do imóvel e, em seguida, vários tiros foram disparados contra o rapaz, que morreu no local. Os algozes fugiram após o crime.

Equipes da Polícia Militar estiveram no local do crime para iniciar o levantamento de informações. A Polícia Civil informou que abriu um inquérito para apurar a motivação e autoria do assassinato.

Quaisquer informações que possam ajudar na identificação e localização dos suspeitos podem e devem ser repassadas às autoridades policiais pelo Disque-Denúncia (181) ou Centro Integrado de Operações (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

Por:Redação Integrada (com informações de Antônio Barroso, do portal Zé Dudu)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/instituto-internacional-oferece-bolsas-de-estudo-em-cursos-rapidos-nos-eua/

 




Desmatamento na Amazônia é o maior em 10 anos

Número representa aumento de 45% em comparação com abril de 2020. Amazonas lidera o ranking dos estados que mais desmataram –  (Foto:| Agência Brasil)

Em abril de 2021, o desmatamento na Amazônia Legal atingiu 778 km², de acordo com dados do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), maior valor da série histórica para o mês dos últimos 10 anos. As informações são do Sistema de Alerta do Desmatamento (SAD), que monitora a região via satélites. O número também representa um aumento de 45% em relação a abril de 2020, quando o desmatamento somou 536 km².

No ranking dos estados com maior área desmatada, o Amazonas lidera a lista com a maior parte do percentual (28%), seguido pelo Pará (26%), Mato Grosso (22%), Rondônia (16%), Roraima (5%), Maranhão (2%) e Acre (1%). Em Lábrea e Apuí, no Amazonas, municípios que lideram o ranking dos 10 que mais desmataram, houve perda de 126 km² de floresta, o que representa quase 60% de todo o desmatamento do Estado detectado em abril.

De acordo com o SAD, em abril, 68% do desmatamento ocorreu em áreas privadas ou sob diversos estágios de posse, e o restante foi registrado em Assentamentos (19%), Unidades de Conservação (11%) e Terras Indígenas (2%).

Na análise do desmatamento em Unidades de Conservação, o Pará possui cinco dentre as 10 mais atingidas: APA Triunfo do Xingu (PA), Flona do Jamanxim (PA), Flona de Itaituba II (PA), Esec da Terra do Meio (PA) e Rebio Nascentes da Serra do Cachimbo (PA). Já em relação às Terras Indígenas, o Mato Grosso tem destaque com quatro territórios no ranking dos 10 mais atingidos: TI Piripkura (MT), TI Kayabi (MT/PA), PI Aripuanã (MT/RO) e TI Urubu Branco (MT).

Degradação

As florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 99 km² em abril, o que representa um aumento de 60% em relação ao mesmo mês no ano passado, quando a degradação detectada foi de 62 km². O estado do Mato Grosso concentra 75% da área de floresta degradada, seguido pelo Pará (24%) e Roraima (1%).

Desmatamento e degradação – O Imazon classifica o desmatamento como o processo de realização do corte raso, que é a remoção completa da vegetação florestal. Na maioria das vezes, essa floresta é convertida em áreas de pasto. Já a degradação é caracterizada pela extração das árvores, normalmente para fins de comercialização da madeira. Outros exemplos de degradação são os incêndios florestais, que podem ser causados por queimadas controladas em áreas privadas para limpeza de pasto, por exemplo, mas que acabam atingindo a floresta e se alastrando.

Monitoramento da Amazônia – O Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), desenvolvido pelo Imazon, é uma ferramenta que utiliza imagens de satélites para monitorar a floresta. Além do SAD, existem outras plataformas que vigiam a Amazônia: Deter, do Inpe, e o GLAD, da Universidade de Maryland. Todas essas plataformas são importantes para a proteção do nosso patrimônio ambiental, pois garantem a vigilância da floresta e a emissão de alertas dos locais onde há registro de desmatamento. Os dados fornecidos ajudam a subsidiar os órgãos de controle ambiental a planejar operações de fiscalização e identificar desmatadores ilegais.

mapa

Foto:Divulgação

Fonte:Assessoria Imazon

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com




Idosa sofre violência sexual e é assassinada em Ananindeua (PA)

O principal suspeito seria o ex-companheiro da vítima. | Foto: Reprodução

Maria do Socorro Monteiro da Silva, de 62 anos de idade foi encontrada com marcas de asfixia, facadas e violência sexual

Em tempos de pandemia a violência contra a mulher tem se tornado cada vez mais constante. Em média, três mulheres são assassinadas por feminicídio no Brasil por dia, sendo na maioria dos caos por companheiros ou ex-companheiros.

Maria do Socorro Monteiro da Silva, de 62 anos, era moradora do bairro Águas Lindas, em Ananindeua, e todo dia de manhã saia bem cedo para trabalhar. Neste domingo (16), os vizinhos estranharam o fato dela não ter saído de casa.

Eles bateram na porta e, depois de ficarem sem resposta, resolveram entrar na residência e verificar o que tinha acontecido. Foi nessa hora que encontraram o corpo da vítima jogado no chão, coberto com um lençol, na área externa do imóvel.

Segundo a Polícia Civil, ela foi morta violentamente, com golpes de faca, asfixiada e possivelmente estuprada pelo assassino. O principal suspeito seria ex-companheiro da vítima, identificado apenas pelo prenome João.

Para denúncias, é só ligar para o Disque-Denúncia (181) ou Centro Integrado de Operações (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

Por:CRYSTINE DA SILVA VASCONCELOS

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/instituto-internacional-oferece-bolsas-de-estudo-em-cursos-rapidos-nos-eua/

 




Jovem é baleado na cabeça em Parauapebas (PA)

Crime ocorreu na Rua Paru, Bairro Casas Populares II | Foto: Reprodução

Adolescente tinha apenas 16 anos e ao que tudo indica crime foi premeditado

No Brasil, todos os dias ao menos 32 adolescente morrem assassinados. Os motivos são diversos, seja por assalto ou até mesmo envolvimento com facções criminosas. Marcos André Sousa Cardoso, de 16 anos de idade, infelizmente entrou nessa estatística.

Por volta das 16h20 de sábado (15), o jovem foi atingido por três tiros na cabeça, na Rua Paru, Bairro Casas Populares II no município de Parauapebas. Três indivíduos em duas motos Honda Fan (uma vermelha e uma preta) teriam sido os autores do crime.

Segundo apuração da Polícia Militar no local, os atiradores já chegaram fazendo disparos contra Marcos André, que correu para dentro de uma casa, tentando escapar dos tiros. Os pistoleiros, entretanto, invadiram o imóvel, mandaram que o jovem ficasse de joelhos e dispararam três vezes na sua cabeça. Em seguida, deixaram o local.

O jovem foi removido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Hospital Municipal, mas não sobreviveu. Até o momento não se sabe o motivo do crime.

Com informação do zeze dudu

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/instituto-internacional-oferece-bolsas-de-estudo-em-cursos-rapidos-nos-eua/

 




Novos lotes de vacina são distribuídos no interior do Pará

Helicóptero do Graesp é uma das três aeronaves utilizadas pelo governo do Estado para fazer a entrega das vacinas aos municípios |Foto:Alex Ribeiro/ Agência Pará

Regionais do Marajó, de Marabá e Conceição do Araguaia receberam doses do imunizante neste domingo

No Pará, com suas grandes dimensões, a logística de distribuição de vacinas por meio aéreo é uma operação que distribui saúde e enche de esperança os quatro cantos do estado.

Neste domingo (16), o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) realiza mais uma etapa da distribuição de entregas das vacinas em combate à Covid-19.

A logística é feita por meio de uma ação conjunta entre a Secretaria de Segurança Pública  e Defesa Social do Estado (Segup) e a Secretaria de Saúde do Pará (Sespa). Os imunizantes fazem parte das duas últimas remessas recebidas pelo Governo do Estado e serão distribuídas aos polos regionais do Estado.

“Nesta manhã seguimos com nossas aeronaves para municípios do Marajó e demais regionais, no intuito de garantir a celeridade e segurança na distribuição dessa nova remessa, tão aguardada por todos, em especial para a população que mora nos locais mais distantes do interior do Estado”, disse o diretor do Graesp, coronel Armando Gonçalves.

As equipes de pilotos do  Grupamento realizam a ação por meio de dois aviões e um helicóptero. As doses com os imunizantes seguem para os centros regionais, de onde são deslocados por meio terrestre e fluvial, com o apoio do Grupamento Fluvial de Segurança (Gflu) para os demais municípios do Pará. O planejamento para as entregas é feito de forma conjunta entre Segup e Sespa.

“A Sespa vem trabalhando para distribuir a vacina a todos os municípios paraenses e assim cumprir as etapas do Plano Paraense de Vacinação. No entanto, esse trabalho não poderia ser feito sem apoio de outras pastas. Nossa parceria com a Segup tem permitido levar a vacina em segurança desde o início da distribuição. Por isso, avaliamos como positivo e eficaz todo o trabalho que vem sendo realizado até o momento”, destacou o secretário de Saúde do Estado, Rômulo Rodovalho.

LOCALIDADES

Neste domingo a distribuição é feita para as  regionais de Marabá, Breves e Conceição do Araguaia. As vacinas também chegarão até os municípios do arquipélago do Marajó, bem como Anajás, Chaves, Afuá, Soure, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, Cachoeira do Arari, Ponta de Pedras, Curralinho, São Sebastião da Boa Vista e Muaná.

Com informações de Agência Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/instituto-internacional-oferece-bolsas-de-estudo-em-cursos-rapidos-nos-eua/

 




CENAS FORTES: Influencer paraense grava vídeo dando maconha para cachorro

“Não faz isso não, mano. Coitado do animal. Isso aí é maus-tratos”, alertou uma das pessoas que estava com a jovem (Foto:Reprodução)A influenciadora digital paraense Gabrielly Milhomem, de Jacundá, região sudeste do Pará, teve um polêmico vídeo divulgado no último final de semana. Nas imagens, a jovem aparece tragando maconha e forçando um cachorro filhote a ingerir a fumaça.

 No áudio da gravação, é possível ouvir que uma das pessoas que estava com a influencer alertou sobre os maus-tratos: “Não faz isso não, mano. Coitado do animal. Isso aí é maus-tratos”, disse ele, aos risos.

 

 

Em comentário na página do abrigo Au Family, no Instagram, o deputado estadual Igor Normando informou que a influencer foi intimada e compareceu à delegacia para prestar esclarecimento sobre o caso. A equipe do político busca informações sobre o paradeiro do animal.

Previsto pela lei ambiental desde 1998, maus-tratos aos animais configuram crime com pena de 2 a 5 anos de reclusão, além do pagamento de multa e registro de antecedente criminal aos agressores.

Denúncias de maus-tratos contra animos podem ser feitas pelo número 181, que funciona 24h, ou pelo telefone da Demapa, (91) 3238-1225, em horário comercial. O crime pode ser registrado, ainda, de forma virtual, por meio da Delegacia Virtual.

Por:Redação Integrada
17.05.21 8h06

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/5-motivos-para-voce-ter-um-dominio-proprio/