Falso médico preso em Marabá após endoscopia que matou idoso de 60 anos é solto

image_pdfimage_print

O suposto médico, responsável pelo procedimento de endoscopia que resultou na morte de um idoso, foi solto após audiência de custódia. (Foto:Reprodução)

A autoridade judicial decidiu que Leandro Augusto Alves Oliveira responderá seu processo em liberdade

Leandro Augusto Alves Oliveira, que exercia a medicina ilegalmente em Marabá, passou por audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (27) e foi beneficiado pelo juiz do caso, que decidiu pela soltura do acusado. A informação foi confirmada pelo advogado de defesa do suposto médico, Diego André. As informações são de Tacio Torres / O Liberal

Em rápida entrevista concedida à reportagem de O Liberal, o defensor de Leandro explicou que sustentou “a concessão da liberdade provisória mediante aplicação de medidas cautelares” deferidas pelo magistrado. Ainda segundo o advogado, seu cliente está à disposição das autoridades judiciais e policiais “para colaborar com a justiça”

Leandro foi preso em flagrante após a morte de um homem de 60 anos, durante uma endoscopia, realizada no último dia 25. De acordo com a Polícia Civil, ele já era investigado por exercício irregular da profissão. Ainda de acordo com a PC, o acusado teria falsificado um documento que comprovava a conclusão de fases do curso de Medicina.
Entenda o caso

Leandro foi preso em flagrantena última terça-feira (25), em Marabá, depois que um paciente de 60 anos morreu durante uma endoscopia, feita na clínica da qual o suposto médico era sócio. Policiais que passavam às proximidades da clínica estranharam a movimentação de pessoas no local, atraídas pela curiosidade em torno da morte do idoso. Já dentro do estabelecimento, diante da denúncia de familiares, a guarnição efetuou a prisão imediata do profissional, que deverá responder por homicídio doloso (quando há intenção de matar), falsidade ideológica e exercício ilegal da profissão.

Jornal Folha do Progresso em 27/01/2022/15:37:14

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

%d blogueiros gostam disto: