Homem é assassinado ao cobrar dívida no Pará

Emerson Manoel Lopes Bandeira foi morto com tiro de espingarda e teve o corpo carbonizado | Reprodução

Cobrador é assassinado e corpo carbonizado após cobrança de dívida em Goianésia do Pará. Corpo mutilado foi encontrado em igarapé.

A cobrança de uma dívida terminou de forma trágica, após o devedor assassinar o cobrador e carbonizar o corpo deste. Emerson Manoel Lopes Bandeira havia desaparecido no dia 20 deste mês durante cobranças a clientes na zona rural do município de Goianésia do Pará, no sudeste paraense.

Emerson Manoel foi morto a tiro de espingarda, teve o corpo mutilado a facão e, depois, carbonizado. O que sobrou foi jogado em um igarapé da região Capão da Onça.

O palco do brutal crime de homicídio foi uma propriedade rural localizada no Assentamento Capão da Onça. Ali, Emerson Bandeira foi até a casa de um assentado para cobrar uma dívida. Irritado com as desculpas do cliente, ele teria se armado com uma foice e ameaçado o devedor, que, estando dentro de casa, pegou uma espingarda e disparou um tiro em Emerson Bandeira, que estava do lado de fora.

As informações coletadas no âmbito da investigação, comandada pela autoridade policial de Goianésia do Pará, apontaram a autoria do assassinato após uma irmã do acusado fornecer detalhes do crime na Delegacia de Nova Ipixuna.

 

Na última quarta-feira (29), policiais militares e civis foram à casa do acusado, onde o encontraram. Apesar de negar veementemente o crime, os policiais localizaram a motocicleta da vítima dentro de um forno de lenha. O veículo havia sido incendiado. Em seguida, a polícia obteve informações da própria mulher do acusado de que o corpo foi queimado a uma certa distância da casa, em um local de difícil acesso.

O restante do corpo foi jogado dentro de um igarapé. Na presença de seu advogado, Ramon Souza Gomes, o acusado confessou o crime de homicídio e a ocultação de cadáver.

A Polícia Civil apreendeu as armas do crime e outras provas. A Polícia Científica do Pará, junto com o IML de Tucuruí, foi acionada para realizar perícia e tentar encontrar partes do corpo da vítima Emerson Bandeira, que era morador do Estado da Paraíba e estava na região a trabalho.

Fonte: Dol  e Publicado Por: Jornal Folha do Progresso em 31/05/2024/13:00:04

Notícias gratuitas no celular

O formato de distribuição de notícias do Jornal Folha do Progresso pelo celular mudou. A partir de agora, as notícias chegarão diretamente pelo formato Comunidades, uma das inovações lançadas pelo WhatsApp. Não é preciso ser assinante para receber o serviço. Assim, o internauta pode ter, na palma da mão, matérias verificadas e com credibilidade. Para passar a receber as notícias do Jornal Folha do Progresso, clique no link abaixo e entre na comunidade:

*     Clique aqui e acesse a comunidade do JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Apenas os administradores do grupo poderão mandar mensagens e saber quem são os integrantes da comunidade. Dessa forma, evitamos qualquer tipo de interação indevida. Sugestão de pauta enviar no e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835– (93) 98117 7649.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com