Incêndio atinge oficina mecânica e destrói carros em Itaituba, no PA

Incêndio atingiu estabelecimento comercial na madrugada desta sexta-feira (30). (Foto: Reprodução)

Aproximadamente 5 veículos forma destruídos, um prejuízo calculado em R$ 100 mil.

Um incêndio atingiu um estabelecimento comercial de Itaituba, sudoeste do Pará, nesta sexta-feira (30). Aproximadamente 5 veículos forma destruídos, um prejuízo calculado em R$ 100 mil. A estrutura do estabelecimento foi danificada. Ninguém ficou ferido.

Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Pará, o fogo teria começado pela madrugada, por volta de 1h30. O fogo atingiu o imóvel, na 23ª rua do bairro Bom Remédio. No local funcionava uma oficina mecânica, a guarnição isolou a área e iniciou o combate às chamas, eliminando os riscos de propagação para outros estabelecimentos. Após cerca de 1h as chamas foram controladas e foi realizado o resfriamento e rescaldo do local.

O proprietário da oficina foi orientado a fazer um boletim de ocorrência, o levantamento pericial que cabe ao CBMPA foi realizado e o resultado do laudo fica pronto em 30 dias.

Por G1 PA — Belém
30/07/2021 23h37
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/cursos-profissionalizantes-ajudam-desempregados-a-reingressarem-ao-mercado-de-trabalho/

 




Operação Amazônia Viva concentra o combate ao desmatamento ilegal em São Félix do Xingu, Altamira e Novo Progresso.

[Foto: Ascpm / Semas]-Operação Amazônia Viva fortalece combate ao desmatamento ilegal no Pará
A 14ª etapa apreendeu maquinários e equipamentos usados em atividades ilícitas e destruiu acampamentos utilizados para a exploração clandestina de madeira
A equipe da 14ª Operação Amazônia Viva em campo, neste mês de julho, com foco em São Félix do Xingu, Altamira e Novo Progresso.

Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) divulga os resultados do combate ao desmatamento ilegal no Pará, após a realização da 14ª Operação Amazônia Viva, que foi a campo em julho. Os alvos foram os municípios São Félix do Xingu, Altamira e Novo Progresso, na lista dos que mais desmatam no estado. A operação coordenada pela Semas, em atuação integrada com a Polícia Civil, Polícia Militar, Bombeiros e Centro de Perícias Renato Chaves, apreendeu maquinários e equipamentos usados em atividades ilícitas e destruiu acampamentos utilizados para a exploração clandestina de madeira.

Após a verificação por imagens de satélite, as equipes constataram em campo, uma área total de 11.586,22 hectares desmatada ilegalmente na região. A operação destruiu 13 acampamentos, dois tratores de pneu, um trator esteira, quatro motocicletas, 33 motosserras, dois camburões de combustível com capacidade para 200 litros, uma serraria do tipo “induspan”, três geradores de energia elétrica, seis baterias, caixa de ferramentas, rádio comunicador, duas 2 bombas d’água e 200 litros de combustível.

Também foram apreendidas sete armas de fogo e 77 munições. Os policiais militares efetuaram 22 boletins de ocorrência, quatro termos circunstanciados de ocorrência (TCO), sete inquéritos por portaria e realizaram 33 perícias.

[Foto: Ascpm / Semas]
[Foto: Ascpm / Semas]

Os fiscais da Semas e agentes de instituições parceiras apreenderam 492,65 m³ de madeira em tora; e 80,14 m³, de madeira serrada Foto: Ascpm / SemasOs fiscais da Semas e a equipe apreenderam 492,65 m³ de madeira nativa em tora, 80,14 m³ de madeira serrada e 95 estacas. Durante a operação, foram lavrados 23 autos de infração, 43 termos de apreensão, 31 termos de depósito, dois embargos, 12 termos de destruição, uma interdição de serraria e uma notificação. Também foram lavrados onze termos de doação para entidades carentes de todo o mantimento apreendido.

Balanço

A Operação Amazônia Viva combate o desmatamento ilegal em áreas de gestão estadual, como parte da macroestratégia do Plano Estadual Amazônia Agora (PEAA), que visa a redução da emissão de gases de efeito estufa no Pará.

A ação faz parte da Força Estadual de Combate ao Desmatamento, um dos eixos do PEAA. A Amazônia Viva começou a ser realizada em junho do ano passado e em 14 etapas já embargou 236.840,91‬ hectares de áreas de desmatamento ilegal e apreendeu 8.680,79‬m³ de madeira derrubada de forma irregular.

O total de área embargada já corresponde a quase duas vezes o tamanho da cidade do Rio de Janeiro. Desde 2019, o Estado aumentou em cerca de 1.000% o contingente de fiscais na Semas e reforçou as ações de combate a ilícitos ambientais.
Por Bruna Brabo (SEMAS)
30/07/2021 14h07 –

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/cursos-profissionalizantes-ajudam-desempregados-a-reingressarem-ao-mercado-de-trabalho/




FAB realiza voo de Aeronave Remotamente Pilotada (ARP) via satélite na Serra do Cachimbo, em Novo Progresso (PA)

(Foto: Suboficial Nery  e Sargento Rezende / CECOMSAER) – Pilotada por satélite. É assim que a Aeronave Remotamente Pilotada (ARP), de modelo RQ-900, da Força Aérea Brasileira (FAB), contribui com imagens exclusivas e, em tempo real, na Operação Samaúma. As decolagens ocorrem do Campo de Provas Brigadeiro Velloso (CPBV), localizado na Serra do Cachimbo, em Novo Progresso (PA), com controle e coordenação tática, de forma remota, do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), em Brasília (DF).

De acordo com o Chefe do Estado-Maior Conjunto do COMAE, Major-Brigadeiro do Ar Alcides Teixeira Barbacovi, a atividade tem caráter de inteligência e é essencial para a entrega de informação em tempo real. “A ARP tem capacidade de imagear, descobrir e fotografar pontos de desmatamento na Amazônia. E, de Brasília, militares de inteligência do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira analisam o conteúdo captado, inclusive, com recurso termal, dando suporte à Operação e aos Comandos Conjuntos e às agências reguladoras e de fiscalização. O sistema aumenta muito o ganho operacional das capacidades da aviação de Reconhecimento da FAB”, explica o Oficial-General.

Foto: Suboficial Nery  e Sargento Rezende / CECOMSAER
Foto: Suboficial Nery e Sargento Rezende / CECOMSAER

Utilizando sensores, a antena não aponta mais diretamente para a aeronave, mas, sim, para o satélite, que faz a ponte com a ARP. Anteriormente, o voo era feito somente por meio de uma antena que fica no solo, exigindo uma linha de visada com a plataforma. Ou seja, trazia algumas limitações de distância para a operação da aeronave, pois, à medida que a distância entre a ARP e a estação de solo aumenta, a aeronave começa a ficar abaixo do horizonte, interrompendo a linha de visada.

Operação Samaúma

A FAB, juntamente com as Agências reguladoras e de fiscalização, atua em pontos de interesse levantados pelo Comando Conjunto Norte (Belém), Comando Conjunto Centro-Oeste (Campo Grande) e Comando Conjunto Amazônia (Manaus), de modo que, em tempo real, equipes no terreno possam verificar eventual irregularidade.

Apesar do apoio operacional dado pela Força Aérea, quem realiza as apreensões, prisões ou emite multas são as entidades policiais que englobam a Operação, como a Polícia Federal (PF) e a Polícia Militar do estado de Rondônia (PMRO). Além da PF e da PMRO, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) e a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) também participam ativamente das ações de prevenção e repressão dentro da Operação.

Foto: Suboficial Nery  e Sargento Rezende / CECOMSAER
Foto: Suboficial Nery e Sargento Rezende / CECOMSAER

A FAB está atuando na Operação Samaúma, que foi deflagrada pelo Governo Federal, representado pelo Ministério da Defesa, para combater o desmatamento ilegal e os incêndios florestais nas terras indígenas e nas unidades federais de conservação ambiental, na região norte do País. A Operação é um esforço conjunto das Forças Armadas, órgãos e entidades de proteção ambiental, além de agências e instituições policiais. Na missão, a FAB é responsável por dar todo o suporte de inteligência, vigilância e reconhecimento, no fornecimento de imagens aéreas, por meio do emprego das aeronaves RQ-900, P-3 AM Orion, R-99, A-1 e H-60 Black Hawk.

Foto: Suboficial Nery  e Sargento Rezende / CECOMSAER
Foto: Suboficial Nery e Sargento Rezende / CECOMSAER

Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Cristiane

Edição: Agência Força Aérea – Revisão: Major Bazilius

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/promotor-apura-fraude-em-favorecimento-de-licitacao-de-quase-meio-milhao-de-reais-para-empresa-de-contabilidade-em-novo-progresso/




Rico em fibras, vitaminas e proteínas, açaí traz diversos benefícios à saúde

Fruto auxilia no aumento da energia corporal e contribui no combate ao envelhecimento da pele, além de auxiliar na prevenção da perda de memória 

O açaí é um fruto natural da região Norte do Brasil, que se desenvolve nas florestas tropicais da Amazônia. Ele pode ser consumido de variadas formas, como polpa, vitamina, sorvete, entre outros. Rico em vitaminas, lipídeos, fibras e proteínas é um alimento que traz diversos benefícios para a saúde.

De acordo com Jéssyca Sarmento, nutricionista do Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), em Altamira, o açaí pode ser um grande aliado para quem busca uma vida mais saudável ou até mesmo para dar mais energia corporal na hora do treino.

“O açaí é rico em fibras, vitaminas e minerais, que, associado a uma boa alimentação saudável, pode se tornar um aliado no combate ao envelhecimento precoce da pele por possuir ação antioxidante”, explica a profissional.

Os benefícios do açaí à saúde são diversos, de acordo com a nutricionista do hospital, que pertence ao Governo do Pará e é gerenciado pela Pró-Saúde. Segundo Jéssyca, alguns efeitos positivos do fruto não são tão conhecidos pela população.

“Por exemplo, o açaí ajuda a melhorar a saúde mental, pois possui polifenóis, que são micronutrientes responsáveis por reduzir processos inflamatórios, e assim auxilia na prevenção da perda de memória”, explica.

Além disso, o fruto amazônico é rico em carboidratos, proteínas e gorduras boas, que contribuem para o tratamento e prevenção de doenças cardiovasculares, como o colesterol LDL, conhecido popularmente como “colesterol ruim”.

Mito ou verdade 

Até hoje, ainda existem alguns questionamentos a respeito do consumo do açaí. Para sanar algumas dessas dúvidas, a nutricionista do HRPT listou as perguntas que mais costuma ouvir durante os atendimentos nutricionais.

– O açaí engorda?

Depende. Se o açaí for consumido, por exemplo, em uma porção de 150ml, equivale a 60 calorias sem adicionais. Assim, essa quantidade possui baixo teor calórico. Já com a inclusão de banana, granola ou mel, as calorias pulam para 250kcal.

– O açaí ajuda a emagrecer?

Sim, verdade. Consumido na quantidade correta, o alimento auxilia na perda de peso. Isso se explica porque a fruta é rica em fibras e o consumo resulta em uma saciedade por um tempo maior, evitando que logo a pessoa sinta fome novamente.

– O açaí reduz o desejo por doce?

Sim, verdade. Em sua estrutura, o açaí possui o mineral Cromo, que é responsável por exercer efeitos sobre a insulina do corpo, proporcionando saciedade e diminuindo a vontade de comer alimentos ricos em açúcares.

Outros benefícios do açaí 

– Diminui o colesterol;

– Melhora a saúde cardiovascular;

– Fortalece o sistema imunológico;

– É um agente anti-inflamatório;

– Auxilia na perda de peso;

– Previne o envelhecimento precoce da pele.

O Regional da Transamazônica é reconhecido nacionalmente entre os melhores hospitais públicos do Brasil. A unidade possui a certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência, concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). O reconhecimento atesta a qualidade dos serviços prestados à população no interior do Pará.

Fonte:Comunicacao HRPT/Pró-Saúde – Com Foto

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

https://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-prazo-para-comprovar-informacoes-encerra-hoje-28/

 

 




PRF apreende uma tonelada de cocaína que saiu de Novo Progresso no km 782 da Transamazônica

Policiais apreendem uma tonelada de cocaína no sudoeste do Pará. — Foto: Reprodução / PRF

Policiais apreendem uma tonelada de cocaína no sudoeste do Pará
Um homem, que dirigia um caminhão, foi preso por tráfico de drogas.
Federal (PF) e Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) em Medicilândia, interior do Pará, na manhã desta quinta (29). Um homem foi preso por tráfico de drogas.

Segundo a PRF, uma equipe fiscalizava no km 782 da rod. BR-230, por volta das 9h30, quando abordou um caminhão cor vermelha, placas de Sapezal (MT), que estava sendo conduzido por um homem de aproximadamente 50 anos.

No procedimento, o motorista apresentou nervosismo e inconsistências nas respostas, segundo os policiais, que decidiram realizar uma vistoria no veículo. A droga estava escondida em um fundo falso no compartimento de carga.

Questionado sobre a origem da carga, o condutor declarou que saiu de Novo Progresso, no Pará, e tinha como destino a cidade de Altamira, e que receberia R$ 50 mil pelo transporte da droga.

A quantidade de droga apreendida representa um prejuízo estimado de mais de 8,2 milhões para o crime organizado, ainda segundo a PRF.

A corporação informou que a ação tem objetivo de combater o tráfico de drogas em grande volume pelo modal rodoviário. As investigações continuam para prender lideranças e descapitalizar organizações criminosas.

O homem preso e as drogas apreendidas foram encaminhadas para Polícia Federal de Altamira para procedimentos cabíveis.

Policiais apreendem uma tonelada de cocaína no sudoeste do Pará. — Foto: Reprodução / PRF
Policiais apreendem uma tonelada de cocaína no sudoeste do Pará. — Foto: Reprodução / PRF

Policiais apreendem uma tonelada de cocaína no sudoeste do Pará. — Foto: Reprodução / PRF
Policiais apreendem uma tonelada de cocaína no sudoeste do Pará. — Foto: Reprodução / PRF

Por G1 PA — Belém
29/07/2021 16h28

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/nepotismo-cruzado-em-novo-progresso-gelson-dill-da-super-poderes-para-esposa-a-1a-primeira-dama/

 




Foragido da Justiça de Belém, é preso após dois meses de saída temporária em Santarém

Na manhã desta quarta-feira (28), foram apresentados na 16° Seccional de Polícia Civil um casal formado por Júlio César Castro da Silva e Elen Kelly Sinara, ambos ‘pegos’ em atitude suspeita dentro de um veículo na rua Quixadá, bairro Esperança, em Santarém.

Após averiguação do reservado de inteligência da Polícia Militar, constatou-se que Júlio César é foragido da Justiça condenado há 8 anos pelo crime de tráfico de drogas e roubo majorado, e que estava cumprindo a pena em Belém, mas na saída temporária do Dia das Mães não retornou ao sistema penitenciário.

Segundo o próprio acusado, já cumpriu pena por assalto e estava em Santarém por problemas de saúde. ”Não voltei por causa dos maus tratos, tava doente do meu pulmão e não voltei. Eu estava no interior, não estava praticando nenhum crime”, disse Júlio.

Ainda não há informações oficiais sobre o envolvimento da mulher com o acusado. Mas há a suspeita de que ela estaria dando ‘guarita’ para ele.   Os dois foram apresentados ao delegado para procedimentos cabíveis ao caso.

Por:RG15/O Impacto – Colaborou Lorenna Morena

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-prazo-para-comprovar-informacoes-encerra-hoje-28/

 




Viatura da PM colide contra caminhão-tanque em Itaituba

(Foto:Reprodução)  -Um acidente entre uma viatura da PM e um caminhão-tanque foi registrado na manhã desta quarta-feira (28), em Itaituba (PA). A colisão foi na Estrada do 53º BIS, na entrada do posto de abastecimento de uma empresa de combustíveis, no bairro da Reicon, por volta das 09h20.

O caminhão tentava fazer a conversão para entrar no posto, quando houve a colisão com a viatura da PM, que atingiu a parte da lateral direita do veículo. Segundo o motorista do caminhão, ele não avistou a viatura policial quando fez a manobra.

Apesar da batida, ninguém ficou ferido. Contudo, um dos militares foi encaminhado a um hospital da cidade para realizar alguns exames.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia para os procedimentos cabíveis.

Foto: Felipe Santos

Fonte: Portal Giro

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-prazo-para-comprovar-informacoes-encerra-hoje-28/

 




Após reconhecer corpo de companheira grávida que foi assassinada, homem é achado morto na zona rural de Óbidos

Corpo de Nilce Moraes foi encontrado por caçadores na terça (27) — Foto: Redes Sociais

De acordo com a família de Nilce Moraes, o homem era suspeito da morte da companheira. A mulher de 30 anos estava desaparecida desde o dia 23 de julho.

O companheiro da grávida encontrada morta na zona rural de Óbidos, no oeste do Pará, também foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (28) no município. Após reconhecer o corpo da companheira, ele teria se matado com um tiro na região da cabeça.

Ao G1, familiares de Nilce Moraes informaram que o homem fez o reconhecimento do corpo da companheira no Hospital 24h e chorou muito.

Posteriormente ele teria ido para a zona rural onde a família da companheira possui uma propriedade. Lá, ele passou a noite e pela manhã teria disparado um tiro no queixo com uma espingarda da família.

Corpo de grávida que estava desaparecida é encontrado em zona rural de Óbidos, no PA

De acordo com familiares, o companheiro de Nilce estava sendo investigado pela polícia por suspeita de envolvimento na morte da grávida. A polícia também investiga a participação de uma terceira pessoa, que seria uma mulher.

O caso

Nilce Moraes, de 30 anos, estava desaparecida desde o dia 23 de julho. A mulher estava grávida de 4 meses e foi vista pela última vez na presença do companheiro.

A grávida deixou o companheiro na casa de um amigo e seguiu para o centro, onde compraria uma roupa. Desde então, ela não foi mais vista.

Na terça (27) caçadores passavam pela zona rural quando avistaram muito urubus e sentiram um odor muito forte. Ao se aproximarem, perceberam que se tratava do corpo de uma mulher, em avançado estado de decomposição.

Sepultamento

O corpo de Nilce foi reconhecido pelo companheiro na noite de terça (27) e sepultado na manhã desta quarta-feira (28). A polícia investiga o caso.

Por Dominique Cavaleiro, G1 — Santarém, PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-prazo-para-comprovar-informacoes-encerra-hoje-28/

 




Prorrogada atuação da Força Nacional de Segurança Pública no Pará

(Foto:Reprodução) – Agentes da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) vão permanecer por mais 180 dias na Terra Indígena Apyterewa, no Pará, para garantir a ordem e a segurança de indígenas e servidores da Funai durante 180 dias.

A portaria nº 328 com a medida foi publicada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Diário Oficial da União (DOU) na quarta-feira (28). Apyterewa, localizada entre os municípios paraenses de São Félix do Xingu e Altamira, vive um processo de desintrusão – medida jurídica que garante os direitos territoriais indígenas, autorizando a retirada de ocupantes não índios.

O território é reconhecido como de ocupação tradicional do povo Parakanã desde 2007, por homologação presidencial, e integra um complexo de terras afetadas pela Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Uma das condicionantes para o licenciamento ambiental do empreendimento era a retirada dos ocupantes não indígenas. Atualmente, o povo Parakanã ocupa apenas 20% de sua superfície de 773 mil hectares, por causa das invasões.

A prorrogação do período de atuação da Força Nacional na região foi solicitada pela Fundação Nacional do Índio (Funai), órgão vinculado ao Ministério da  Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A ação será por mais 180 dias, no período de 16 de agosto a 11 de fevereiro. As operações terão apoio logístico dos órgãos demandantes, que deverão dispor da infraestrutura necessária à FNSP. O prazo de apoio prestado poderá ser prorrogado, se necessário.

Também foi publicada na quarta-feira (28) a Portaria nº 322 que autorizou a prorrogação do emprego da Força Nacional em apoio ao Governo do Estado do Amazonas (AM), na Operação Arpão I, no Médio Solimões. A medida tem o objetivo de realizar ações de combate ao crime organizado, ao narcotráfico e aos crimes ambientais, na calha do Rio Negro e Solimões. Em caráter episódico e planejado, a atuação será por mais 120 dias, no período de 11 de agosto a 8 de dezembro.

As operações terão apoio logístico dos órgãos demandantes, que deverão dispor da infraestrutura necessária à FNSP. Coordenada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJSP), a Força Nacional de Segurança Pública é um programa de cooperação federativa de auxílio à segurança pública em qualquer ponto do País.

Fonte: O Liberal

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-prazo-para-comprovar-informacoes-encerra-hoje-28/

 




Prefeito proíbe não vacinados de entrarem em prédio público

(Foto:Reprodução redes sociais ) – As teorias da conspiração disseminadas sobre a vacina contra a covid-19 alcançam uma parte significativa da população brasileira.

Incentivados por discursos reproduzidos pelo presidente Jair Bolsonaro e seus aliados, muitos acreditam que o imunizante não tem eficácia contra o vírus ou que, na realidade, tudo não passa de um plano global para implantar chips de controle nos seres humanos. Até mesmo o ator global Juliano Cazarré entrou na onda das fake news e recusou ser vacinado, com medo de ser “chipado”.

A ignorância aliada ao inédito discurso político contra vacina está deixando gestores de todo o país exaustos ao tentar convencer a população antivacina sobre a importância de se imunizar.

Na cidade de Itaituba, no sudoeste paraense, a paciência do prefeito Valmir Climaco (MDB), principalmente com os servidores municipais bolsonaristas, chegou ao fim. O gestor afirmou que a partir do dia 5 nenhum servidor ou cidadão poderá entrar nos prédios públicos sem estar vacinado.

“Estamos encontrando pessoas com bastante resistência pra se vacinar. Uma meia dúzia de pessoas aqui andou dizendo que não vai se vacinar, que ninguém é obrigado a se vacinar, que o próprio presidente disse que ninguém é obrigado. Eu só quero dizer pra essa meia dúzia de bolsonaristas, que eu acho que ninguém é obrigado a se vacinar, mas também eu não sou obrigado a liberar a entrada em locais públicos, pra essas pessoas que não querem se vacinar e que ficam contaminando a população. Esses doentes fanáticos do Bolsonaro, que não se vacinarem, não entram nos prédios públicos a partir do dia 5”, esbravejou o prefeito em um áudio enviado aos servidores.

A cidade de Itaituba conseguiu reduzir em quase 100% o número de mortes após a campanha para imunização. “A partir de sexta vamos vacinar as pessoas com 27 anos ou mais. Eu expliquei pra população sobre a necessidade que temos pra vacinar. No mês de abril tivemos 49 óbitos, no mês de maio, que começamos a vacinar, tivemos 19, no mês de junho foram 9 e até agora nesse mês foram cinco pessoas. Estamos pedindo pras pessoas se vacinar e estamos encontrando bastante resistência pra se imunizar. Depois que eu enviei um áudio explicando a importância da vacina, algumas pessoas ligaram aqui, até me ameaçando, dizendo que não vai se vacinar”, disse o prefeito.

Fonte:Da Redação

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

https://www.folhadoprogresso.com.br/prouni-prazo-para-comprovar-informacoes-encerra-hoje-28/