AGORA É OFICIAL- CBF apresenta Tite como técnico da seleção brasileira.

image_pdfimage_print

Ex-treinador do Corinthians dá primeira entrevista no cargo e fala de críticas anteriores à CBF –

Tite conheceu a sala de troféus da CBF antes de conceder sua primeira entrevista coletiva como treinador da seleção brasileira – Lucas Figueredo / Mowa PressApós muita expectativa, o técnico Tite assinou com a seleção brasileira nesta segunda-feira. Ele concede neste momento a primeira entrevista coletiva, na sede da CBF, na Barra da Tijuca. O treinador chegou por volta das 16h no local e visitou o museu da entidade antes de ser apresentado oficialmente.

Tite estreará no comando da seleção no dia 2 de setembro, contra o Equador, em Quito, pela sétima rodada das eliminatórias. Quatro dias depois o Brasil recebe a Colômbia na Arena da Amazônia, em Manaus.

– Vamos viajar amanhã para ver jogo da Colômbia (contra o Chile, nos EUA, na quarta-feira, pela Copa América). Tenho que me reinventar como técnico e quero assistir in loco a Colômbia – disse Tite.

– Adjetivos como transparência, democratização, excelência, modernidade.. essa é a forma que penso e trago para o futebol. Eles permanecem como conceito em todas as áreas. Meu legado pode falar sobre isso.

LEGADO DE DUNGA

É precipitado, mas dá para trazer como ideia. Aproveita-se dentro do que se entenda ser o melhor, cada um com suas ideias, mas claro que se aproveita. Sou um técnico em formação, vai um tijolinho a cada dia, aprendemos com nossos erros. Não tenho problema algum em melhorar e aprender com acertos dos outros.

RELAÇÃO COM A CBF

Fico muito tranquilo de conversar com a CBF. Não tenho problema pela minha conduta ética. Quando houve o convite para conversa, houve dois aspectos fundamentais: autonomia de direcionar e a busca pela excelência, o melhor do futebol. Iisso eu sei fazer. Campo, análise de desempenho, eu me reformatar enquanto técnico porque seleção é diferente de clubes. Temos que classificar.

SOBRE NÃO TREINAR NA OLIMPÍADA

Era muito fácil o técnico alinhavar uma situação, prever estar na Olimpíada, e trazer louros. Se ganha, medalha de ouro. Senão tem desculpa pronta de ter assumido em cima da hora. Isso eu não faço. A prioridade é a seleção brasileira e desenvolver trabalho em cima da classificação. Preciso ajustar, estar dentro dessa situação o mais rápido possível.

Por: O Globo

tite

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: