Drone ajudará PF em Santarém a combater crimes ambientais na região

image_pdfimage_print

Equipamento fará a captação de imagens em áreas onde ocorrem diversas irregularidades. Dados servirão para planejamentos de ações da PF.

A Polícia Federal em Santarém, no oeste do Pará, contará com um drone durante as operações de combate a crimes ambientais e irregularidades na região. O equipamento fará captação de imagens aéreas que auxiliarão no planejamento das ações.

O equipamento foi adquirido por meio de multas resultantes de transações penais propostas pelo Ministério Público Federal (MPF) em diversos processos que tramitam na Justiça Federal do município. A PF recebeu o drone na quarta-feira (20).

De acordo com o chefe da unidade de perícia da PF no município, Gustavo Caminoto Geiser, a aeronave não tripulável deve melhorar ainda mais qualidade das informações periciais, auxiliando tanto na facilitação do levantamento de dados em campo, por meio dos sobrevoos do aparelho, quanto pela qualidade dos dados que as imagens permitem obter.

Pelas imagens produzidas pelo equipamento os peritos poderão ter acessos a dados que não podem ser captados pelas imagens de satélite. Por permitir uma leitura em três dimensões do conjunto de imagens que registra, o drone e um software de processamento vão permitir a identificação, por exemplo, da profundidade das cavas feitas em garimpos ilegais da região do Tapajós.

Além de Santarém, a PF em Vilhena (RO) e Sinop (MT) terão prioridade para uso do equipamento. E, por ter uma tecnologia de ponta, o software associado ao drone adquirido pela PF em Santarém também será utilizado por unidades da PF em todo o país, além de Vilhena e Sinop. “É por meio de soluções criativas e de parcerias como essas que podemos construir estratégias efetivas de combate à degradação ambiental na região”, comemora o procurador da República Camões Boaventura, um dos membros do MPF que propuseram as transações penais que patrocinaram a compra do drone.

Fonte: G1 Santarém.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: