Medidas cautelares contra ex-secretário de Saúde do Pará, Alberto Beltrame, são revogadas

image_pdfimage_print

Medidas cautelares contra ex-secretário de Saúde do Pará, Alberto Beltrame, são revogadas — Foto: Agência Pará

Beltrame estava impedido de sair após as 20h e também era obrigado a usar tornozeleira eletrônica. Todas estas medidas estão suspensas.

A decisão que mantinha o ex-secretário de Saúde Pública do Pará, Alberto Beltrame, sob medidas cautelares foi revogada durante o fim de semana.

Na última sexta-feira (18), ele foi alvo da Operação Álcool 70%, que investiga suspeita de fraudes em licitações, lavagem de dinheiro e corrupção na compra irregular de álcool em gel, através da secretaria que conduzia, a Sespa.

A decisão do Tribunal de Justiça do Pará aponta que Beltrame não tem mais como interferir na investigação, já que não ocupa mais um cargo público.

Desde sexta, Beltrame estava impedido de sair de casa após as 20h e também era obrigado a usar tornozeleira eletrônica, entre outras restrições. Com a nova decisão, todas estas medidas estão suspensas.

Investigação

A operação foi deflagrada pelo Ministério Público do Pará e cumpriu mandados de busca e apreensão, prisão preventiva expedidos pela Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado, que foram executados em endereços localizados em Belém, São Paulo e Porto Alegre.

O empresário e presidente do Conselho Regional de Farmácia, Daniel Jackson Pinheiro Costa, foi preso preventivamente em sua residência. Ele é apontado como a pessoa que contratou a empresa para emitir nota fiscal da compra de álcool em gel.

Além da prisão de Jackson, os demais suspeitos de participação na organização criminosa foram impedidos de frequentar a Secretaria de Saúde do Pará ou qualquer outro local investigado. Eles também foram proibidos de deixar a comarca onde vivem sem autorização da Justiça por um ano e devem ser monitorados com tornozeleira eletrônica.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: