Michel Pereira, o “paraense voador”, tem luta dura, mas vence americano no UFC

image_pdfimage_print

Michel Pereira desfere um soco no rosto do americano. Ele dominou os três rounds da luta e recebeu decisão unânime dos juízes  – (Foto:Reprodução)

Nem sempre é dia de show. Em uma das lutas mais aguardadas do UFC Las Vegas 17, realizado neste sábado (19), Michel Pereira cumpriu seu papel e saiu com a vitória no duelo contra Khaos Willimans, no card principal.

Em três rounds movimentados, o brasileiro chegou próximo de triunfar por finalização, mas acabou levando o resultado na decisão unânime dos juízes.

Após a luta, sem esquecer suas raízes, o paraense de Tucumã mandou abraços para sua terra, citando Xinguara, Redenção, Marabá, na região sul do Estado, e para Belém. E chegou a desafiar Antony Petis paar lutar contra ele daqui a 15 dias.

Conhecido como ‘showman’, Pereira iniciou a temporada com uma derrota polêmica para Diego Sanchez, mas conseguiu encerrar o ano com muito motivo para sorrir.

Depois de vencer Zelim Imadaev de forma irretocável, em setembro, agora, o atleta emplaca seu seguro resultado positivo com as luvas do UFC, algo que o paraense não havia conseguido até então.

Considerado uma das promessas para a divisão dos meio-médios (até 77kg.), Khaos Williams acabou sofrendo seu primeiro resultado negativo pelo UFC.

Com estreia em 2020, o combatente buscava encerrar o ano com 100% de aproveitamento, mas teve a sequência invicta encerrada neste final de semana. Aos 26 anos, o norte-americano não perdia há oito apresentações.

Golpes no rosto

O confronto começou com os dois atletas se estudando no centro do octógono. O primeiro a tomar inciativa foi o brasileiro com um jab e direto que acertaram em cheio o rosto do norte-americano.

Michel seguia se movimentando, enquanto Williams economizava nos golpes e tentava achar a melhor distância. Na metade do assalto, Khaos passou a soltar chutes baixos, mas Pereira não parecia sentir os ataques.

Passados três minutos, Pereira arriscou um chute frontal, mas acabou tendo a perna segurada, sofrendo um duro direto no rosto, na sequência.

Michel caminhou para trás e mudou a expressão facial imediatamente. O brasileiro tentou novamente o ataque e sofreu o contragolpe imediatamente. Nos segundos finais, Michel arriscou uma joelhada voadora, mas o golpe passou no vazio.

Na segunda etapa, Michel voltou tentando encontrar a distância. Williams conectou dois jabs no rosto do brasileiro, que seguia se movimentando pelo octógono, tentando induzir o rival ao erro.

Após um minuto decorrido, Pereira conectou uma bomba de direita que explodiu no rosto do rival, mas Khaos sequer balançou.

Williams respondeu com uma sequência de socos e o paraense se agarrou no oponente para evitar os danos. Mesmo sofrendo com perigosos contragolpes, o brasileiro continuava caminhando na direção do adversário.

No minuto final, Khaos se aproveitou de uma distração de Pereira, e conectou uma sequência de três socos, que balançaram o brasileiro.

O paraense buscou o clinch, mas o norte-americano conseguiu se desvencilhar na facilidade. Próximo ao fim da etapa, o brasileiro levou o confronto para o chão e quase conseguiu um mata-leão, mas o gongo soou.

Sapateado no octógono

No último assalto, os atletas precisavam tirar qualquer dúvida sobre o resultado do confronto. Pereira passou a ‘sapatear’ no octógono e provocava o adversário.

O brasileiro desferiu um chute baixo e, na sequência, o rival aplicou um cruzado e um direto no rosto do brasileiro. Na metade do round, os atletas aceitaram a luta franca, com vantagem para Khaos, que conectou os melhores ataques na cabeça de Michel.

Próximo ao minuto final, Michel partiu para as pernas do rival e conseguiu uma boa queda. Por baixo, Williams explodiu e conseguiu se levantar.

De pé, Michel conectou um direto no rosto do rival, seguido de um chute baixo. Pereira voltou a buscar as pernas do oponente e levou Khaos novamente para o chão.

No ground and pound, o brasileiro golpeou com socos e cotoveladas, mas não havia mais tempo. Fonte: Site Superlutas.

Por:Redação

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: