Não temos o que comemorar. Não saiam de casa’, diz Valmir alertando sobre a covid-19

image_pdfimage_print

O prefeito de Itaituba, Valmir Climaco, gravou um áudio e divulgou nas redes sociais na tarde deste domingo (13), alertando a população de alguns cuidados preventivos que devem ser preservados a fim de evitar uma potencial segunda onda da doença no município.

Inicialmente, Valmir disse que tem acompanhando e conversando com o governador Helder Barbalho, alguns prefeitos vizinhos e secretários de saúde acerca do cenário pandêmico e decretação de Lockdown. Para ele, esta medida é muito complexa tendo em vista os impactos sofridos sobretudo por comerciantes e donos de estabelecimentos em geral.

“Eu tô muito preocupado com a segunda onda. A crise ainda não passou no nosso município. Essa questão de fechar e abrir é uma situação muito complexa. Não é nós prefeitos e secretarias que vai resolver essa situação. Quem vai resolver é cada um da população ter bastante cuidado com a saúde”, comentou.

Sobre as inúmeras festas que vem acontecendo principalmente nos finais de semana em clubes e bares, Valmir disse que não adianta fundamentar uma lei municipal para restringir o funcionamento de tais estabelecimentos, tendo em vista que uma das saídas para atenuar a disseminação do vírus, seria o cuidado individual.

“Nós não podemos fazer nada. Não adianta soltar uma lei pra fechar os bares, comércios e restaurantes, que a população, principalmente, fica numa situação delicada. O que vai dar certo é se cada uma das pessoas se precaver, se cuidar”, afirmou.

Ainda assim, sobre as festas de finais de ano que presumidamente promove aglomerações de pessoas, seja a realizada tradicionalmente entre familiares, seja as promovidas por clubes de eventos, Valmir afirmou que não há nada para comemorar, dada as 119 mortes que enlutaram muitas famílias Itaitubenses.

“Eu não vou sair pra confraternização de natal. Nós não temos o que comemorar. Não podemos ver 119 famílias que perdeu seus entes queridos, pessoas jovens e idosos, e comemorar. O que vamos comemorar com cantores fazendo festas, com grandes concentrações de festas? As pessoas que fazem as festas não tem culpa, culpa temos nós que vamos pra festa”, pontuou.

Caminhando para o final da fala, Valmir reitera os cuidados que a população deve adotar, sobretudo os idosos, grupo considerado de risco, reforçando a inexistência de motivos para comemorações e realçando sua preocupação.

“Vamos ter mais cuidado. Não é hora de fazer churrascada com as famílias. Eu tô muito preocupado nesse final de ano. Eu peço encarecidamente a cada cidadão, não saiam de casa para essas grandes concentração”, finalizou.

Fiscalização
Ainda assim, Valmir disse que, em virtude de a grande massa da população de Itaituba ter deixado de usar máscara de proteção, principalmente em estabelecimentos comerciais, haverá fiscalização de conscientização para que a prática do uso volte a fazer parte do cotidiano das pessoas.

 

 

Foto: reprodução
Fonte: Plantão 24horas News

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: