Pará pode receber nova remessa da Coronovac nesta quarta (3)

image_pdfimage_print

Até o momento o estado já recebeu três lotes da vacina, que somam 251,44 mil doses  – (Foto:Reprodução)

Uma nova remessa da vacina Coronovac, do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, pode ser enviada ao Pará pelo Ministério da Saúde ainda nesta quarta-feira (3).

Foi o que declarou, em nota, a Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), na manhã desta terça-feira (2). A secretaria, no entanto, não informou a quantidade do produto.

Desde que o Pará começou a Campanha de Vacinação contra a Covid-19, no último dia 19, já foram vacinadas 57.247 pessoas dos grupos prioritários da primeira fase.

Eles são os profissionais de saúde que atuam na linha frente de combate à doença, indígenas aldeados e idosos acima de 60 anos de idade, que vivem em instituições de longa permanência.Na próxima fase, segundo a Sespa, devem ser vacinados profissionais da Segurança Pública na ativa, idosos de 60 a 79 anos de idade, idosos a partir de 80 anos e povos de comunidades tradicionais quilombolas.

Até o momento, o estado do Pará, que conta com 8,7 milhões de habitantes, já recebeu o total de 251,44 mil vacinas tanto da Coronavac, do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, quanto da Oxford, AstraZeneca/Universidade de Oxford em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).
Do total de 251,44 mil vacinas, no Pará, 222,24 mil são da Coronavac e 29,2 mil da Oxford. Elas começaram a chegar no Estado desde 18 de janeiro deste ano. O estado já recebeu três lotes, sendo dois deles da Coronavac, com 173,24 mil e 49 mil doses, e um da Oxford, com 29,2 mil vacinas, repassadas pelo Ministério da Saúde ao Governo do Estado.

A Sespa enfatiza que a aplicação da vacinação é responsabilidade das secretarias municipais de saúde. E informa que a segunda dose do imunizante da Coronavac/Butantan deve ser aplicada de 21 a 28 dias após a primeira dose.

Já a segunda dose da Oxford/Fiocruz é aplicada até três meses após a primeira dose.A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da Saúde, autorizou, no último dia 17, o uso de ambas as vacinas como emergenciais em todo o Brasil.

Por:Cleide Magalhães

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: