Adolescente confessa ter matado jovem que foi achada morta após festa clandestina de réveillon em MT

image_pdfimage_print

Letícia dos Santos Silva, 18 anos, estava desaparecida e foi achada morta após festa clandestina de réveillon em Mato Grosso — Foto: Facebook

Letícia dos Santos Silva, de 18 anos, foi encontrada morta no domingo (3) com facadas pelo corpo. Polícia Civil investiga suposto estupro; vítima foi encontrada sem as roupas íntimas.

Um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de matar uma jovem de 18 anos, que estava desaparecida desde o dia 1º em São José do Rio Claro (MT).

Letícia dos Santos Silva foi encontrada com marcas de facadas pelo corpo em meio a uma plantação neste domingo (3) após a polícia receber uma denúncia.

Letícia estava desaparecida desde o dia 1º, depois que saiu com primos e amigos para ver a queima de fogos da virada do ano na praça da cidade.

O local onde foi localizado o corpo é próximo onde ela foi vista pela última vez, um lugar chamado ‘Morrinho da luz’, onde foi realizada uma festa clandestina na virada.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelo pai da vítima na Delegacia da Polícia Civil de São José do Rio Claro, a filha saiu da praça em que estava e seguiu para um local chamado ‘morrinho da luz’, onde estava ocorrendo uma festa.

O pai tentou contato por telefone e também na casa de amigos e parentes, mas a garota não foi localizada em nenhum dos lugares onde foi procurada.

Adolescente apreendido
No local onde o corpo foi encontrado, peritos localizaram uma chave de motocicleta. Em investigação, os policiais descobriram que a chave pertence à motocicleta de um dos rapazes que estava com a vítima. O menor foi aprendido e na delegacia confessou o homicídio.
De acordo com a delegada Angelina Andrade, o adolescente será autuado em flagrante pela prática do ato infracional análogo a homicídio qualificado.

O adolescente disse que teve relações sexuais com a vítima e depois a matou asfixiada. Ele negou que esfaqueou Letícia. A delegada informou que investiga se a garota foi estuprada. Ela foi encontrada com um vestido vermelho, mas sem as roupas íntimas.

O adolescente aguarda decisão judicial que poderá encaminhá-lo para uma unidade socioeducativa.

Por G1 MT

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: