Nos pênaltis, Flamengo é eliminado da Copa Libertadores pelo Racing

image_pdfimage_print

O Flamengo lutou muito, mas está fora da Copa Libertadores. Os rubro-negros empataram por 1 a 1 com o Racing-ARG no tempo normal, mas foram superados nos pênaltis por 5 a 3.

No primeiro tempo, o Flamengo foi melhor, mas criou somente uma boa chance de marcar. Na etapa final, os rubro-negros ficaram com um jogador após expulsão de Rodrigo Caio. O Racing aproveitou para abrir o placar, com Sigali. Só que nos acréscimos, os cariocas empataram com Willian Arão.

Nas penalidades, o Racing converteu todas as cobranças e viram Willian Arão desperdiçar para os rubro-negros.

Agora, os argentinos esperam o vencedor do confronto entre Internacional-BRA e Boca Juniors-ARG. Já o Flamengo passa a focar somente no Campeonato Brasileiro.

O jogo – O Flamengo começou melhor a partida e criou boas chances logo nos primeiros minutos. Primeiro, Bruno Henrique furou na pequena área após bate e rebate. Depois, Gustavo Henrique aproveitou escanteio e cabeceou com perigo.

Os sustos fizeram o Racing melhorar na marcação. Os argentinos vieram com a proposta e avançar nos contra-ataques chegaram com qualidade aos 18 minutos. Fértoli foi lançado e chutou para defesa de Diego Alves.

Depois disso, o confronto ficou concentrado na intermediária argentina. O Flamengo tinha a posse de bola, mas sofria para passar pela retranca. Enquanto isso, o Racing não conseguia encaixar contra-ataques. Somente aos 38 minutos, os rubro-negros criaram boa chance. Éverton Ribeiro recebeu passe na área, mas tentou achar Bruno Henrique e viu a zaga tirar o perigo.

A melhor chance do primeiro tempo aconteceu aos 44 minutos. No primeiro contra-ataque encaixado pelo Flamengo, Arrascaeta deixou Vitinho na cara do gol. Só que o atacante mandou pela linha de fundo decretando o empate no intervalo.

No segundo tempo, o panorama da partida não mudou. O Flamengo boa chance logo aos quatro minutos. Vitinho recebeu na entrada da área e chutou em direção ao gol. A bola desviou na zaga, mas o goleiro Arias conseguiu salvar os argentinos.

Aos poucos, o Racing conseguiu ter mais a bola, mas pouco incomodava Diego Alves. Só que aos 17 minutos, a situação ficou ruim para o Flamengo quando Rodrigo Caio recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Para piorar, após a falta cobrada na área, Gustavo Henrique cortou mal e a bola sobrou par Sigali mandar para a rede.

Após o revés, mesmo com um a menos, o Flamengo passou a pressionar em busca do empate. Os rubro-negros criaram boa chance aos 35 minutos, quando Bruno Henrique aproveitou cruzamento e cabeceou para grande defesa de Arias.

A partir dai, os donos da casa aumentaram a pressão e quase empataram aos 37 minutos. Após cobrança de escanteio, Willian Arão cabeceou para mais uma defesa de Arias.

Nos minutos finais, o Flamengo foi coroado pela persistência e empatou aos 47 minutos. Willian Arão aproveitou escanteio e cabeceou para a rede para mandar a decisão para os pênaltis.

Na disputa dos pênaltis, o Racing marcou todos os gols. Já no Flamengo, o herói do tempo normal, Willian Arão desperdiçou sua cobrança, que decretou a eliminação rubro-negra.

 
Foto: assessoria
Por: Gazeta Esportiva

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: