Petrobras corta fornecimento de óleo para usinas térmicas do Norte

image_pdfimage_print

Cerca de 10% da energia consumida em Manaus depende de térmicas

O motivo do não pagamento da dívida, referente a compra de óleo com a Petrobras, é a falta de repasse, pelo Tesouro

A Petrobras interrompeu, desde sexta-feira (1º), o fornecimento de óleo a usinas termelétricas da Eletrobras no Norte do país devido a uma dívida de R$ 850 milhões da estatal de energia elétrica.

De acordo com a Eletrobras, o motivo do não pagamento da dívida, referente a compra de óleo com a Petrobras, é a falta de repasse, pelo Tesouro, de recursos da Conta de Consumo de Combustível.

Essa conta recebe recursos que são arrecadados de todos os consumidores brasileiros via conta de luz para pagamento de térmicas em regiões não atendidas pelo Sistema Interligado Nacional.

Esse sistema é o conjunto de linhas que integram todas as regiões e permite a migração da energia elétrica de uma área para outra.

Como o Norte não é ainda totalmente interligado, depende de usinas térmicas a óleo para o abastecimento. Pelo menos 10% do fornecimento de energia elétrica de Manaus depende dessas unidades.

A Petrobras enviou, na quinta-feira (31), uma carta avisando que só forneceria óleo à Eletrobras, a partir de 1º de agosto, mediante pagamento à vista. Foi o terceiro aviso.

Eletrobras e Petrobras estão negociando o pagamento da dívida.

Segundo a Eletrobras, serão usados R$ 450 milhões dos R$ 6,5 bilhões obtidos em julho por meio de um financiamento com a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil para resolver parcialmente a questão.

Outros R$ 400 milhões são alvo de negociação entre as partes.
Procurada, a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, informou que não comenta questões comerciais.

Fonte: Folhapress

Publicado por Folha do Progresso fone para contato  Tel. 3528-1839 Cel. TIM: 93-81171217 e-mail para contato:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: