Corpo de estudante de medicina da UFPA morto em Belém é levado para Santa Luzia do Pará

image_pdfimage_print

Valmir Billy Marley Júnior Chaves de Lima — Foto: Arquivo Pessoal

Familiares velam o corpo da vítima na casa onde moram na cidade. Enterro está previsto para manhã de segunda, 1º.

O corpo do estudante de medicina Valmir Billy Marley Júnior Chaves de Lima, de 23 anos, foi transportado para Santa Luzia do Pará na tarde deste domingo (28). Ele foi morto espancado com golpes na cabeça no bairro de São Brás na madrugada do último sábado (27), enquanto voltava para casa. O crime revoltou moradores da cidade natal da vítima.

O corpo foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) pela manhã e o o velório será na casa onde a família dele mora, na tv. Marcílio Dias. Segundo familiares, o enterro está marcado para às 8h30 desta segunda-feira (29), no Cemitério São Raimundo.

Walmir estudava na Universidade Federal do Pará (UFPA). Após o ataque que sofreu, ele chegou a ser levado levado ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, mas não resistiu.

Em nota, o HMUE informou que a vítima chegou ao local em estado gravíssimo, com massa encefálica exposta na região frontal e a morte ocorreu às 5h35 deste sábado (27), quando a vítima sofreu parada cardiorrespiratória.

A Faculdade de Medicina do Instituto de Ciências da Saúde da UFPA divulgou uma nota afirmando que “está consternada com a perda brutal do seu discente, vítima da violência descabida que vivemos em nosso país”. “Manifestamos os mais sinceros sentimentos de pesar e de solidariedade à família e amigos, e que a fé possa confortá-los neste momento. Esperamos das autoridades competentes uma resposta à sociedade”, diz a nota.
A Polícia Civil havia informado, no sábado, que “soube do caso após a morte do estudante ser formalizada na unidade de Polícia, que fica integrada ao Hospital Metropolitano”. Ainda segundo a Polícia, testemunhas foram identificadas e convocadas a depor. O crime está sendo investigado pela Divisão de Homicídios. Até então ninguém foi preso.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: