Governo Bolsonaro descarta prorrogação do auxílio emergencial

image_pdfimage_print

O depósito das parcelas do auxílio deve ser descartado esse mês.

O depósito de parcelas do auxílio emergencial deve encerrar neste mês de dezembro, após o governo liberar uma assistência durante a pandemia do coronavírus neste ano.

De acordo levantamentos iniciais do Ministério da Economia, o governo Bolsonaro estuda incluir pelo menos 6 milhões de brasileiros no programa Bolsa Família para tentar melhorar a situação dessas pessoas. Atualmente 14,2 milhões de famílias recebem o benefício.

Para melhorar a situação das pessoas que estão em situação informal de trabalho, que não estarão em programas assistenciais, o governo também aposta em medidas de inserção no mercado de trabalho, como a Carteira Verde e Amarela, que desburocratiza e barateia contratações.

O presidente Bolsonaro não aceitou propostas que pudessem mexer em outros benefícios para criar o novo programa e prometeu “cartão vermelho” para quem tocasse no assunto.

 
Foto: Reprodução
Por: Diário Online com informações R7

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: