Antes da vitória no The Voice Kids, Thomas brinca e diz estar ‘tranquilo’

image_pdfimage_print

Menino de Estância Velha, no Rio Grande do Sul, venceu competição em votação popular. Técnica Ivete Sangalo diz que Thomas a “conquistou”.
Antes da vitória no The Voice Kids, Thomas brinca e diz estar ‘tranquilo’ Antes da vitória no The Voice Kids, Thomas brinca e diz estar ‘tranquilo’

No camarim que lembra uma sala de aula do ensino fundamental, cheia de cartazes com desenhos e rabiscos de criança, Thomas Machado, 9 anos, pega uma câmera feita de papelão e começa a “filmar”. É uma brincadeira que ele e outros participantes do The Voice Kids criaram para descontrair e passar o tempo entre um ensaio e outro. Era a última “gravação” antes de subir no palco que o consagraria como o vencedor do reality.

“Estou tranquilo” , disse o menino, antes de ser retirado dos bastidores por dois produtores e ser levado até o palco.

Nos estúdios da Globo não há mais lugar na plateia. No palco, Thomas interpreta Asa Branca, e o “fofurômetro” explode. Os outros dois finalistas se apresentam e começa a votação. Na hora do intervalo, ao microfone, um produtor anuncia que o “Ibope na terra da Ivete” atingira os 33 pontos. Mal ele sabia que em Porto Alegre, no estado do Thomas, a audiência da RBS TV registrava ainda mais televisores ligados, apesar do dia estar ensolarado, convidativo para um passeio no parque. Audiência de novela.

E a votação para escolher o grande vencedor contabilizava votos e mais votos, muitos obtidos por uma intensa campanha protagonizada por artistas e personalidades ligadas ao gauchismo. Até ser anunciado o resultado: o guri que tomou gosto pela música regionalista seis anos atrás, assistindo a um DVD do grupo Os Monarcas “até furar”, como ele próprio recorda, é declarado vencedor com mais de 50% dos votos.

“Ele me conquistou, já estava escrito, estou muito feliz” disse a técnica Ivete Sangalo à RBS TV.

Tem muito de Rio Grande em Thomas Machado. Não apenas na bandeira de nosso estado, que ele fez questão de vestir como um manto sagrado. Ele representa uma cultura rica, pujante, simbolizada através da música regional. Mescla a simplicidade e inocência de uma criança – ele diz que ganhou a primeira gaita, aos 4 anos, do Papai Noel, com o profissionalismo de um artista pronto para conquistar o país. Abram cancha para este guri!

Fonte: GShow.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: