Coronavírus: prostitutas voltam ao trabalho, mas sem beijos

image_pdfimage_print

(Foto:Reprodução)- Após perderam a principal fonte de renda por três meses e meio devido à pandemia da Covid-19, as profissionais do sexo holandesas voltaram ao trabalho e começaram a receber clientes na última quarta-feira (1º) depois que o governo antecipou a data de abertura para esse dia em Amsterdã, na Holanda.

A condição para a retomada, entretanto, é que as dançarinas e prostitutas exóticas evitem beijos e posições sexuais que exijam respiração intensa.

A volta das atividades das profissionais traz vida ao distrito “Red Light” (Luz vermelha) de Amsterdã, conhecido por concentrar lojas de presentes eróticos e prostitutas, além de locais para assistir shows de sexo, que  ficou abandonado durante a pandemia.

Autor: Com informações do Extra/sexta-feira, 03/07/2020, 22:46
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com e/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: