Hospital Materno-Infantil de Barcarena dá dicas de cuidados com a saúde dos bebês no Inverno Amazônico

image_pdfimage_print

Período mais úmido é propício para a transmissões de doenças; as que mais acometem os pequenos são as rinites alérgicas, asma, resfriados, sinusites, bronquiolites e pneumonia.

Com o início do Inverno Amazônico na região Norte e Nordeste do país, período marcado pelas fortes chuvas e nebulosidade no Pará, aumentam os casos de crianças e bebês com doenças características desta estação, que se estende até abril do próximo ano.

De acordo com Suellen Fernandes, médica pediatra do Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB), gerenciado pela Pró-Saúde, os cuidados com bebês e crianças devem ser redobrados neste período.

“Devido o tempo úmido, temperaturas mais amenas e com fortes chuvas, temos um ambiente mais propenso a doenças, principalmente, aquelas de transmissões por vias aéreas, alergias e infecções, devido o aumento de fungos e mofos, além da propagação de vírus e bactérias”, ressalta a médica.

Segundo a profissional, entre as principais doenças que acometem crianças e bebês, estão as rinites alérgicas, asma, resfriados, sinusites, bronquiolites e pneumonia.

“Nesse período é comum aparecer sintomas como tosse, congestão nasal, espirros, coceira nos olhos, entre outros. Por isso, é fundamental a consulta ao pediatra para ter um diagnóstico correto e iniciar um tratamento seguro”, afirma Suellen.

Cuidados importantes

A profissional destaca que o controle ambiental é essencial para amenizar crises alérgicas. Manter a casa mais arejada, janelas abertas, a limpeza em dia e ambiente ventilado são algumas dicas valiosas.

“É necessário lavar lençóis, colchas e utensílios de berço, além das roupas das crianças e de bebês, que costumam passar muito tempo guardadas, para evitar fungos. É importante ter cuidado também com o uso e limpeza de chupetas e mamadeiras”, explica a pediatra.

No cuidado às infecções de vias aéreas, por vírus e bactérias, a atenção com a higiene é fundamental. A higienização das mãos, com água e sabão e uso de álcool em gel também são essenciais para evitar propagação de doenças.

“Importante evitar locais aglomerados e tomar cuidado ao sair sem a proteção. No caso de receber visitas em casa, manter o uso da máscara próximo a bebês com menos de seis meses e evitar dar beijos e abraços nas crianças se tiver algum sintoma gripal”, acrescenta Suellen.

“É preciso manter a vacinação em dia e uma alimentação saudável. No caso de bebês com menos de dois anos, a amamentação é primordial, pois atua na imunidade e previne doenças ”, complementa.

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan está localizado a 114 km distante da capital Belém. A unidade do governo do Estado é referência de atendimento em média e alta complexidades para gestantes e bebês de 11 municípios do Baixo Tocantins, prestando atendimento 100% gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Em seus dois anos de funcionamento, já realizou mais de 2.600 partos e cerca de 125 mil atendimentos, entre consultas, internações, exames e cirurgias.
Foto: Ascom Pró-Saúde
Por: Comunicacao HMIB

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/site-com-aulas-prontas-de-acordo-com-bncc-ajuda-professores-nas-aulas-remotas/

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: