O Incar e a Ufopa celebraram parceria para a oferta do curso de especialização em Santarém

image_pdfimage_print

(Foto -Ato de assinatura de termo que oficializa parceria entre Incra e Ufopa)

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) celebraram parceria para a oferta do curso de especialização em saúde da família. O documento que oficializa a parceria foi publicado hoje (7) no Diário Oficial da União (DOU).

O curso terá 40 vagas e será financiado pelo Incra, por meio do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). O programa tem o propósito de apoiar projetos de educação voltados para territórios rurais e suas populações, dentre as quais, famílias assentadas, acampadas, beneficiárias do crédito fundiário, quilombolas e extrativistas.

Na última terça-feira (5), um ato foi realizado na sede do Incra em Santarém (PA) para a assinatura do Termo de Execução Descentralizado (TED) entre a autarquia e a Ufopa – publicado hoje no DOU. Estiveram presentes na solenidade o superintendente do Incra no Oeste do Pará, Mário da Silva Costa; o gestor do Pronera na região, Orivan Matos; a reitora da Ufopa, professora Raimunda Monteiro; o diretor e o vice-diretor do Instituto de Saúde Coletiva (ISCO) da universidade, professores Waldiney Pires e Wilson Sabino, respectivamente; a promotora Lilian Campelo, do Ministério Público do Estado do Pará (MPE/PA); e representantes do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (STTR) de Santarém, incluindo o presidente da entidade, Manoel Edivaldo Santos.

O curso de especialização em saúde da família é o primeiro projeto tanto da Regional do Incra no Oeste do Pará quanto da Ufopa no âmbito do Pronera, programa que tem um papel relevante na educação das populações do campo. A iniciativa é resultado de um processo de construção coletiva que envolve não apenas as duas instituições, mas também outros órgãos públicos, o MPE/Pará e segmentos do movimento social. Reunidos no Comitê Gestor do Pronera, irão acompanhar a execução das atividades.

O curso

Terá duração de 18 meses e será dividido entre atividades em sala de aula, em Santarém, e em comunidades rurais. O curso terá duração total de 570 horas. A expectativa é que o edital de seleção seja lançado em janeiro de 2018 e o início das aulas se dê a partir de março.

Conforme o plano de trabalho do curso, o objetivo final é “contribuir para a qualificação de profissionais no campo da Estratégia Saúde da Família (ESF), para que, a partir daí, venham compor com outros e com os movimentos sociais da área um coletivo para a prática de uma política voltada à prevenção e promoção da saúde no campo e em áreas de reforma agrária”.

Saiba mais sobre o Pronera: http://www.incra.gov.br/educacao_pronera

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: