Assassinato de adolescente amazonense na Holanda causa comoção

image_pdfimage_print

Alice Albuquerque ao lado da mãe (de óculos) (Reprodução Facebook)

Natural de Anori (AM), Alice Albuquerque, de 15 anos, foi morta com facadas no pescoço
O assassinato da amazonense Alice Albuquerque, de 15 anos, nesta quarta-feira, 12, na cidade de Rotterdam, na Holanda, onde a jovem morava com a mãe e o padrasto, tem forte repercussão em países europeus e em todo o Braisl.

Segundo a imprensa holandesa, a autora do homicídio é uma ex-amiga de Alice, que estaria apaixonada por ela, o que qualifica o crime como passional. Sua suposta algoz tem 16 anos e é natural do Marrocos – país do Norte da África. Ainda segundo a imprensa da Holanda, a acusada teve ajuda da própria mãe e de duas irmãs maiores de idade. A homicida e a brasileira eram amigas, mas estariam brigadas.

Na quarta-feira (12), Alice teria sido atraída até a casa da então amiga, com a promessa de fazer as pazes, mas ao chegar à casa, foi trancada pela mãe da assassina num quarto junto com a adolescente e as duas irmãs maiores de idade, que iniciaram uma sessão de espancamentos. A colega de classe então pegou uma faca e desferiu cinco golpes no pescoço de Alice.

Natural de Anori, no interior do Amazonas, Alice se mudou com a família há seis anos para a Holanda. A adolescente era descrita como uma menina doce. Nas redes sociais, a mãe de Alice, Érica Albuquerque compartilhou o convite a um ato em memória da adolescente, que foi realizado na noite de quinta-feira.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram uma procissão de pessoas participando do ato em homenagem à amazonense. A manifestação teve concentração na rua Marconiplein e seguiu até a rua Mathenesserdijk, em frente ao prédio onde Alice foi morta. Nas imagens, pessoas depositam rosas brancas na calçada do edifício.

A família tenta contato com o Itamaraty para trazer o corpo de Alice para o Brasil.

Por:Valéria Nascimento, com informações do site O Dia Online
14.08.20 20h33

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com e/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: